Notícias


15/10/2019

Um pouco da trajetória da Comunidade de São Geraldo


 1899 -Durante o concílio Plenário Latino em Roma/Itália, Dom Silvério Gomes Pimenta, então bispo de Mariana pediu pessoalmente ao Superior Geral e fundador dos Verbitas, Pe. Arnaldo Janssen o envio de sacerdotes para sua enorme diocese.

 

1909 - Senhora Matilde Vieira, efetuou a doação para a Matriz de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena o seu casarão, que situava em sua Chácara, na antiga entrada de Barbacena, pois naquela época a entrada principal de nossa cidade era pela estrada União e Indústria e a intenção desta generosa doação era para a construção do Templo em honra ao Santo de sua devoção, São Geraldo, o padroeiro das mães e grávidas.Foi devido a pura devoção a São Geraldo que em fevereiro no ano de 1909, a Igreja tomou posse desta propriedade, representada pelo Padre Alexandre Fia.Quando da transformação da residência em capela trabalhou o ilustre barbacenense e grande benfeitor Sr. Sabino José Ferreira.

 

21/04/1909 - foi aprovada para funcionamento ao público por Dom Silvério Gomes Pimenta, Arcebispo de Mariana.

 

06/1911 - foi transferido o Oratório Festivo dos salesianos da Matriz de Nossa Senhora da Piedade para a nova Capela de São Geraldo.

 

1914 - os padres salesianos ficaram responsáveis pela capela. Desta época ainda pode se observar a belíssima imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, vinda da França, que ocupa o altar-mor da Igreja, que também foi construído com madeira de lei.

1918 -com o término da Primeira Grande Guerra Mundial, os salesianos deixaram Barbacena e a Capela ficou sob responsabilidade do padre Tobias José Gomes da Silva, que residia em uma casa onde atualmente se encontra o prédio do Bom Pastor. 

 

1929 - a retirada das paredes internas da capela fez com que a construção ficasse muito abalada e na noite do dia 05 para 06 de janeiro de 1929 a capela ruiu, curiosamente na véspera do dia do falecimento do Capelão Padre Tobias.  A imagem do padroeiro São Geraldo como o altar de Nossa Senhora Auxiliadora com a sua imagem nada sofreram.Passados alguns meses foi acertada a reconstrução da Capela concomitante com a vinda dos padres da Congregação do Verbo Divino para Barbacena que assumiriam a responsabilidade das funções religiosas.

 

18/10/1931 - foi reinaugurada e restaurada a atual capela, que contava somente com o corpo da Igreja e a nave central. Era vigário de Barbacena, Monsenhor Francisco Lope de Araújo e arcebispo de mariana, Dom Helvécio Gomes de Oliveira, onde os Salesianos passaram graciosamente á Congregação do Verbo Divino a capela e o terreno de 4.200 m2.

 

 

1899 -Durante o concílio Plenário Latino em Roma/Itália, Dom Silvério Gomes Pimenta, então bispo de Mariana pediu pessoalmente ao Superior Geral e fundador dos Verbitas, Pe. Arnaldo Janssen o envio de sacerdotes para sua enorme diocese.

 

1909 - Senhora Matilde Vieira, efetuou a doação para a Matriz de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena o seu casarão, que situava em sua Chácara, na antiga entrada de Barbacena, pois naquela época a entrada principal de nossa cidade era pela estrada União e Indústria e a intenção desta generosa doação era para a construção do Templo em honra ao Santo de sua devoção, São Geraldo, o padroeiro das mães e grávidas.Foi devido a pura devoção a São Geraldo que em fevereiro no ano de 1909, a Igreja tomou posse desta propriedade, representada pelo Padre Alexandre Fia.Quando da transformação da residência em capela trabalhou o ilustre barbacenense e grande benfeitor Sr. Sabino José Ferreira.

 

21/04/1909 - foi aprovada para funcionamento ao público por Dom Silvério Gomes Pimenta, Arcebispo de Mariana.

 

06/1911 - foi transferido o Oratório Festivo dos salesianos da Matriz de Nossa Senhora da Piedade para a nova Capela de São Geraldo.

 

1914 - os padres salesianos ficaram responsáveis pela capela. Desta época ainda pode se observar a belíssima imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, vinda da França, que ocupa o altar-mor da Igreja, que também foi construído com madeira de lei.

 

1918 -com o término da Primeira Grande Guerra Mundial, os salesianos deixaram Barbacena e a Capela ficou sob responsabilidade do padre Tobias José Gomes da Silva, que residia em uma casa onde atualmente se encontra o prédio do Bom Pastor. 

 

1929 - a retirada das paredes internas da capela fez com que a construção ficasse muito abalada e na noite do dia 05 para 06 de janeiro de 1929 a capela ruiu, curiosamente na véspera do dia do falecimento do Capelão Padre Tobias.  A imagem do padroeiro São Geraldo como o altar de Nossa Senhora Auxiliadora com a sua imagem nada sofreram.Passados alguns meses foi acertada a reconstrução da Capela concomitante com a vinda dos padres da Congregação do Verbo Divino para Barbacena que assumiriam a responsabilidade das funções religiosas.

 

 

18/10/1931 - foi reinaugurada e restaurada a atual capela, que contava somente com o corpo da Igreja e a nave central. Era vigário de Barbacena, Monsenhor Francisco Lope de Araújo e arcebispo de mariana, Dom Helvécio Gomes de Oliveira, onde os Salesianos passaram graciosamente á Congregação do Verbo Divino a capela e o terreno de 4.200 m2.