Notícias


30/01/2017

A importância da confissão


 
    Fomos criados por Deus para sermos santos, e somos chamados a viver a santidade todos os dias. Mas que santidade? Como vivencia-la?
 
    Como filhos bem amados, feitos a sua imagem e semelhança, somos escolhidos para a santidade, ou seja, somos separados para Deus, e para sermos santos é necessário termos uma consciência limpa, sem mácula e para isso existe o Sacramento da Penitência ou Confissão.
    Tal Sacramento foi instituído pelo próprio Cristo; ” Aqueles a quem perdoardes os pecados lhes serão perdoados; aqueles aos quais mantiverdes lhes serão mantidos” (Jo 20:23). É na figura do sacerdote que o Cristo nos perdoa, e a necessidade desse Sacramento é extrema, pois quando pecamos ferimos a nós   mesmos e principalmente a Jesus, pois foi por nós e pelos nossos pecados que ele se entregou na cruz.
    Confessar-se é arrepender-se verdadeiramente de nossos pecados, e não confessar hoje e cometer os mesmos erros amanhã. Cristo não nos condena; “Eu também não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais" (Jo 8:11). Confessar-se é estar disposto a mudar de vida, derramar-se inteiramente em Cristo. O pecado é a nossa doença, Jesus o nosso médico e a Confissão é o remédio, a cura e devemos vivenciar este sacramento dignamente para bem vivermos a comunhão da Palavra e Eucarística em nossa vida.

Mutirão das Confissões: 02 de Março a partir das 18h30min no Santuário
 
Luiz Felipe L. da Silva