Vamos Juntos Celebrar


 

Áudio das músicas (clique aqui)

 

 Vamos Juntos Celebrar "O Advento do Senhor"

 

 Áudio das músicas (clique aqui)

 

 Vamos Juntos Celebrar "29º ao 34º Domingo do Tempo Comum"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
23º ao 28º Domingo do Tempo Comum 
 
 
RITOS INICIAIS
O Senhor nos acolhe
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Nós te adoramos ó Cristo, Jesus Palavra Eterna. Nós te adoramos ó Cristo Amor do Pai. Nós te adoramos ó Cristo, Filho de Maria. Nós te adoramos ó Cristo, Jesus o bem dos pobres. Nós te adoramos ó Cristo, Sol da Justiça. Nós te adoramos ó Cristo, defesa do oprimido. Nós te adoramos ó Cristo (23º, 26º, 27º, 28º Domingo)
 
É uma luz tua Palavra, é uma luz pra mim, Senhor! Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta luz em mim, Senhor! (24º, 25º Domingo)
 
 
 
CANTO DE ENTRADA
 
Venham trabalhar na minha vinha, dilatar meu Reino entre as nações. Convidar meu povo ao banquete. Quero habitar nos corações.
 
Unidos pela força da oração, ungidos pelo espírito da missão, vamos juntos construir uma Igreja em ação.
 
Venham trabalhar na minha vinha, espalhar na terra o meu amor. Muitos não conhecem a Boa Nova, vivem como ovelhas sem pastor. 
(23º, 24º, 25º Domingo)
 
 
Em meu amor pela Igreja e ardor missionário, eu quisera ser apóstolo, profeta e mártir, também sacerdote, tudo escolher. No Corpo do Senhor, porém, os membros nunca são iguais: do todo, procurando o bem, nenhum é mais.
 
Corpo do Senhor, a Igreja deve ter um coração. Pra que santa ela seja, eis o amor, minha vocação!  Dom melhor, o mais perfeito, tudo abrange, tudo alcança. Pulsa o coração da Igreja em meu peito: serei o amor!
 
Quisera percorrer a terra e anunciar o Cristo a todos os irmãos; plantar a cruz em todo canto, dar a minha vida pela Salvação.  Mas, a resposta eu encontrei a este apaixonado amor: é a caridade – eis a lei, o Dom Maior! 
 
O amor alcança todo o tempo, está em toda parte, é eterno o amor!  E toda vocação abrange, nada se sustenta sem o Dom Maior. Eu sei, enfim, minha missão, na Mãe-Igreja, o meu lugar:  ser tudo, ser seu coração, somente amar!  (26º, 27º, 28º Domingo)
 
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor tende piedade e perdoai a nossa culpa, e perdoai a nossa culpa. 
 
Porque nós somos pecadores, que vêm pedir vosso perdão!
 
Cristo, tende piedade e perdoai a nossa culpa,e perdoai a nossa culpa.
 
Senhor, tende piedade e perdoai a nossa culpa, e perdoai a nossa culpa. 
(23º, 28º Domingo)
 
Senhor tende piedade de nós. (bis)
 
Pai de infinita bondade, que a tua vontade se faça verdade no meio de nós. (bis) Senhor...
 
Senhor Jesus Cristo, piedade, piedade de mim que não te obedeci nem segui tua voz. (bis). Senhor...
 
Que teu Espírito Santo nos mostre o caminho, de paz e justiça, sem ódio e sem dor. (bis). Senhor...
Senhor, Senhor, Senhor!
(25º e 27º Domingo)
 
Senhor, que nos mandastes perdoar mutuamente antes de nos aproximarmos do vosso altar. Senhor, tende piedade de nós!
 
Cristo, que na cruz destes o perdão aos pecadores. Cristo, tende piedade de nós!
 
Senhor, que confiastes à vossa Igreja o ministério da reconciliação.Senhor, tende piedade de nós! 
(24º, 26º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nos altos céus, paz na terra a seus amados. A vós louvam Rei celeste, os que foram libertados.
 
Glória a Deus, gloria a Deus, glória ao nosso criador. (bis)
 
Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos, bendizemos. Damos glória ao vosso nome, nossos dons agradecemos.
 
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai.Vós de Deus, Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai.
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor. Acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor.
 
Vós somente sois o santo, o altíssimo Senhor. Com o Espírito Divino de Deus Pai no esplendor. 
(23º, 25º, 27º Domingo)
 
 
Glória, glória, glória a Deus nos céus! E na terra paz aos filhos seus!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos. Nós vos bendizemos por vosso amor; Damos glória eterna ao vosso Santo Nome. Vossos dons agradecemos, ó Pai!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, Salvador. Filho Unigênito de Deus Pai. Vós de Deus Cordeiro, vós, Cordeiro Santo. Nossas muitas culpas, Senhor, perdoai!
 
Vós que estais sentado junto de Deus Pai. Como nosso irmão, nosso intercessor. Acolhei, benigno, os nossos pedidos. Atendei, Senhor, este nosso clamor!
 
Vós, Senhor Jesus, somente sois o Santo. De Deus o altíssimo, o Senhor. Com o Santo Amor, Espírito Divino. De Deus Pai na glória e no puro esplendor! (24º, 26º, 28º Domingo)
 
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 94
Não fecheis o coração, ouvi, hoje, a voz de Deus! (23º Domingo)
 
Salmo 102
O Senhor é bondoso, compassivo e carinhoso. (24º Domingo)
 
Salmo 144
O Senhor está perto da pessoa que o invoca! (25º Domingo)
 
Salmo 24
Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e compaixão. (26º Domingo)
 
Salmo 79  
A vinha do Senhor é a casa de Israel. (27º Domingo)
 
Salmo 62
A minh’alma tem sede de vós como a terra sedenta, ó meu Deus!  (28º Domingo)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
O Senhor reconciliou o mundo em Cristo, confiando-nos sua Palavra, a Palavra da reconciliação, a Palavra que hoje, aqui, nos salva
(23º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Eu vos dou este novo Mandamento, nova ordem, agora, vos dou, que também, vos ameis uns aos outros como eu vos amei, diz o Senhor.
(24º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Vinde abrir o nosso coração, Senhor; ó Senhor, abri o nosso coração, e, então, do vosso Filho a palavra, poderemos acolher com muito amor! (25º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Minhas ovelhas escutam a minha voz, minha voz estão elas a escutar; eu conheço então, minhas ovelhas, que me seguem, comigo a caminhar! (26º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Eu vos escolhi, foi do meio do mundo, a fim de que deis um fruto que dure. Eu vos escolhi, foi do meio do mundo. Amém!Aleluia, Aleluia!
(27º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Que o Pai do Senhor Jesus Cristo nos dê do saber o espírito; conheçamos, assim, a esperança à qual nos chamou, como herança! (28º Domingo)
 
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, dai-nos um espírito de discernimento e de coragem! (23º Domingo)
 
Senhor, concedei-nos a graça de sermos compassivos! (24º Domingo)
 
Senhor, ensinai-nos a praticar a vossa justiça! (25º Domingo)
 
Senhor, ajudai-nos na construção de um mundo justo! (26º Domingo)
 
Senhor, ajudai-nos a viver uma fé comprometida! (27º Domingo)
 
Senhor, ensinai-nos a praticar os valores do vosso reino! (28º Domingo)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Os dons que trago aqui são o que fiz, o que vivi. O pão que ofertarei, pouco depois comungarei. Assim, tudo o que é meu, sinto também que é de Deus.
 
Esforço, trabalhos e sonhos o amor concreto e feliz deste dia. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, tudo ofertamos ao Pai na alegria.
 
Jesus nos quis chamar para O seguir e ajudar. E aqui nos vai dizer como servir e oferecer. Deus pôs nas minhas mãos para eu partir com meus irmãos. (23º, 28º Domingo)
 
As mesmas mãos que plantaram a semente aqui estão, o mesmo pão que a mulher preparou aqui está, o vinho novo que a uva sangrou jorrará no nosso altar.
 
A liberdade haverá a igualdade haverá e nessa festa onde a gente é irmão o Deus da vida se faz comunhão (bis).
 
Na flor do altar brilha o sonho da paz mundial na luz acesa é a fé que palpita hoje em nós. Do Livro aberto o amor se derrama total no nosso altar.
 
Benditos sejam os frutos da terra de Deus. Bendito seja o trabalho e a nossa união. Bendito seja Jesus que conosco estará além do altar.
(24º, 27º Domingo, Celebração da palavra)

 
Quem vai com lágrimas lançando a semente, e só cansado, após trabalho o corpo deita: prepare cantos para a festa da colheita: Deus lhe dará com abundância os seus bens!
 
Senhor Deus Pai, sejas bendito, por este vinho e pelo pão!
Por toda a dor e cada grito, que se faz vida em nossas mãos!
 
Quem come o pão do seu suor e sofrimento, e, solidário, une a sua à dor alheia,
Prepare o dia para a grande e farta Ceia: o próprio Deus lhe servirá a refeição!
Quem se faz trigo e como dom a vida entrega, na luta por um mundo justo e fraterno,
Prepare a vida para a luz do Sol eterno: Deus será nele a total ressurreição! (25º, 26º Domingo)
 
SANTO
 
Senhor Deus do Universo, Santo, Santo é o vosso nome. Nós proclamamos vossa glória!
 
Hosana, Hosana nas alturas, Hosana a Deus três vezes Santo!
 
E bendito seja aquele que em seu nome veio ao mundo, que em seu nome veio ao mundo.
(23º, 25º, 26º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O céu e a terra proclamam, Proclamam a vossa glória. O Santo, o Justo, O Verdadeiro Deus. Hosana, Hosana, Hosana nas alturas. Hosana, Hosana, Hosana nas alturas. 
 
Bendito o que vem, Em nome do Senhor. Bendito o que vem, Em nome do Senhor. O Santo, o Justo, O Verdadeiro Deus. Hosana, Hosana, Hosana nas alturas. Hosana, Hosana, Hosana nas alturas. (24º, 27º, 28º Domingo)
 
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Todo aquele que comer do meu Corpo que é doado. Todo aquele que beber do meu Sangue derramado, e crê nas minhas palavras que são plenas de vida, nunca mais sentirá fome e nem sede em sua lida.
 
Eis que sou o Pão da Vida, eis que sou o Pão do Céu, faço-me vossa comida, Eu sou mais que leite e mel.
 
O meu Corpo e meu Sangue são sublimes alimentos, do fraco indigente é vigor, do faminto é o sustento. Do aflito é consolo, do enfermo é a unção, do pequeno e excluído, rocha viva e proteção.
 
Eu sou o Caminho, a Vida, Água Viva e a Verdade, Sou a paz e a luz do mundo sou a própria liberdade. Sou a Palavra do Pai, que entre nós habitou, para que vós habiteis na Trindade onde estou.
 
Eu sou a Palavra Viva, que sai da boca de Deus. Sou a lâmpada para guiar, vossos passos, irmãos meus. Sou o rio, eu sou a ponte, sou a brisa que afaga, sou a água, sou a fonte, fogo que não se apaga. 
(23º, 26º Domingo)
 
 
Eis o grande Sacramento que o Senhor nos oferece, para ser nosso alimento, Deus conosco permanece.
 
Este encontro nos dá vida, nos dá força e dá coragem. Quem comer desta comida terá forças na viagem.
 
Transformando o pão e o vinho, se tornou nosso alimento, vai conosco no caminho, não nos deixa um só momento.
 
Como outrora no deserto, o Senhor se faz comida, e nos mostra o rumo certo, para a terra prometida.
 
Que esta Santa Eucaristia, em que Deus é repartido, faça o pão de cada dia ser melhor distribuído.
(24º, 27º Domingo)
 
 
Amém! Eu aceito teu Corpo, Senhor!Amém! Eu assumo ser pão de amor!
 
Famintos do pão da igualdade, na mesa da fraternidade, Tu és nossa vida e verdade; sustenta os que em ti são irmãos!
 
Sedentos de paz e alegria buscamos na Eucaristia a fonte que ao mundo anuncia: só Deus pode o homem saciar!
 
Mendigos de amor e de graça, às mãos estendidas Tu passas e esperas que em nós também nasça o gesto de dar e servir!
 
Tão fracos, em ti somos fortes, vencemos o mal e a morte! Em ti, o repouso e a sorte de quem se alimenta da fé!
 
Assim como o pai de família.os dons entre os filhos partilha, Tu fazes por nós maravilhas: é eterno e fiel teu amor!
 
Feliz de quem foi convidado e, atento, ouviu teu chamado! Na terra será saciado e à mesa do céu sentará!
(25º, 28º Domingo)
 
 
 
Ó Senhor, o povo eleito reconhece os teus sinais: Ao redor do altar de Cristo, vem nutrir seus ideais!
 
A ti, ó Deus, louvor por todo o sempre! (bis)
 
Bendizemos o teu nome pela vida neste chão, construindo mundo novo em sinal de salvação! 
 
Aliança renovamos em memória de Jesus; neste dia revivemos o vencer da sua luz!
 
A seara deste mundo é o lugar da profusão; teu amor se manifesta: eis a nossa eleição!
(Celebração da Palavra)
 
 
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Mãe de Deus, nossa querida Mãe, você nos trouxe a Paz, você nos traz o Amor.
Mãe de Deus ensina a sermos irmãos e amar do jeito que Jesus amou.
 
Mãe, a sua vida foi resposta ao Criador e foi escolhida pra gerar o Amor. Deus mandou ao mundo seu Filho, o Senhor. Ele é o nosso Salvador.
 
Mãe do Deus-menino ensinou ao Filho os primeiros passos. Fez Jesus andar. Olha os nossos filhos ensine a mostrar os caminhos do Senhor.
 
Nós cantaremos juntos pedindo paz na terra e rezaremos muito pedindo conversão. Protege os seus filhos que ouvem com atenção, ó Rainha da Paz. (23º Domingo)
 
 
Antes que eu te formasse dentro do ventre de tua mãe, Antes que tu nascesses, te conhecia e te consagrei. Para ser meu profeta entre as nações eu te escolhi, Onde te envio irás o que te mando proclamarás! 
 
Tenho que gritar, tenho que arriscar, Ai de mim se não o faço! Como escapar de ti, como calar, Se tua voz arde em meu peito? 
Tenho que andar, tenho que lutar, Ai de mim se não o faço! Como escapar de ti, como calar, Se tua voz arde em meu peito? 
 
Não temas arriscar-te, porque contigo eu estarei, Não temas anunciar-me, por tua boca eu falarei. Entreg-te dou meu povo vai arrancar e derrubar, para edificar, destruirás e plantarás! 
 
Deixa os teus irmãos, deixa teu pai e tua mãe, Deixa em fim teu lar, porque a terra gritando está. Nada tragas contigo, porque a teu lado eu estarei; É hora de lutar, porque meu povo sofrendo está.
(24º, 25º, 26º, 27º, 28º Domingo)
 
 

Áudio das mísicas (clique aqui)

 

 Vamos Juntos Celebrar "23º ao 28º Domingo do Tempo Comum" 

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
Jubileu: tempo de redescobrir o Amor materno de Deus! 
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Senhor, chamaste-me aqui estou! Chamaste-me aqui estou! Ô, ô, ô! Ô, ô, ô! Chamaste-me aqui estou!
(Dia 06, 09, 10, 11,12, 13 e 14)
 
Eis aqui tua serva, eis aqui tua serva. Que em mim se faça, (bis) a tua Palavra!
(Dias 05, 07, 08 e 15)
 
ENTRADA
 
Bem alegres, cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor, o nosso Deus!
 
Alegrai-vos ó nações em toda terra, com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor, os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação, em seu amor! (Dia 06, 09 e 12)
 
Mãe de Deus, nossa querida Mãe, você nos trouxe a Paz, você nos traz o Amor.
Mãe de Deus, ensina a sermos irmãos e amar do jeito que Jesus amou.
 
Mãe a sua vida, foi resposta ao Criador, e foi escolhida, pra gerar o Amor. Deus mandou ao mundo, seu Filho o Senhor. Ele é o nosso Salvador.
 
Mãe do Deus-Menino, ensinou ao Filho, os primeiros passos. Fez Jesus andar. Olha os nossos filhos, ensine a mostrar, os caminhos do Senhor.
 
Nós cantaremos juntos, pedindo paz na terra e rezaremos muito, pedindo conversão. Protege os seus filhos, que ouvem com atenção, ó Rainha da Paz. (Dia 08 e 15)
 
 
Nós te agradecemos Pai eterno, filhos de tão grande amor nascidos. Somos o teu povo peregrino, que caminha em busca do teu Reino.
 
Jubileu é graça, ó Mãe da Piedade, Teus filhos celebram a Páscoa do Senhor. Dá-nos hoje e sempre, seguir Jesus Cristo, Luz e Pão da Vida, nosso Bom Pastor.
 
Nós te adoramos Jesus Cristo, pela tua morte redentora. Hoje estás presente em nosso meio. És a nossa festa eucaristia.
 
Nós te bendizemos Santo Espírito, dom pascal e fonte de unidade. Tu renovas sempre a Igreja, Sacramento de Cristo Jesus.
 
Salve ó Senhora da Piedade. Filha escolhida de Deus Pai. Mãe de Jesus Cristo e nossa Mãe. Esposa do Espírito de Amor. (Dia 05, 07,11 e 14)
 
Venham, venham todos para a Ceia do Senhor! Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor. Porta sempre aberta, Pai amigo, aguardando acolhedor. Vem do alto por Maria, este Pão que vai nos dar. Pão dos anjos quem diria! Nos fará ressuscitar.
 
Canta a Igreja o Sacrifício, que na Cruz foi seu início! E antes Jesus quis entregar, Corpo e Sangue em alimento, precioso testamento. Como não nos alegrar?!
 
“Fazei isto!” foi a ordem. Morte e vida nos recordem: Prova de amor é partilhar! Há maior felicidade, no serviço e na humildade. Como não nos alegrar?!
 
Pão é carne verdadeira, Vinho é Sangue da videira! Possa tal fé se aprofundar! Se o mistério é incompreensível, nossa fé diz que é possível. Como não nos alegrar?! 
 
Cristo vive se oferece, intercede escuta a prece, em toda a terra quer morar. Por amor é prisioneiro, nos aguarda o dia inteiro. Como não nos alegrar?!
 
Pode haver amor no mundo, tão real e tão profundo, como se viu Jesus provar? Ele ensina e nos convida: Ofertemos nossa vida! Como não nos alegrar?! (Dia 10, 13)
 
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, se tua voz não ouvi, e por caminhos do mal me perdi:
 
Piedade, Senhor! Piedade, Senhor!
 
Senhor, se não te amei no irmão, fechando a ele o meu coração:
 
Senhor, se não cumpri meu dever e se o bem eu deixei de fazer: (Dia 06, 09 e 12)
 
 
Senhor que sois o caminho, que nos leva ao Pai. Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Ó Cristo que sois a verdade, que ilumina os povos. Ó Cristo, tende piedade, ó Cristo tende piedade, piedade de nós (bis).
 
Senhor que sois dom da vida, que renova o mundo. Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
(Dia 07, 10, 13 e 15)
 

Eu confesso a Deus e a vós irmãos, tantas vezes pequei não fui fiel:
Pensamentos e palavras, atitudes e omissões... Por minha culpa, tão grande culpa.
 
Senhor piedade, Cristo piedade, Tem piedade ó Senhor. (bis)
 
Peço a Virgem Maria nossa Mãe, e a vós meus irmãos rogueis por mim.
A Deus Pai que nos perdoa e nos sustenta por sua mão. Por teu amor, Teu grande amor. (Dia 05, 08, 11 e 14)
 
 
HINO DE LOUVOR

Glória Glória! Anjos no céu, cantam todos seu Amor! E na terra, homens de paz: Deus merece o louvor!
 
Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso Jesus Cristo, Unigênito do Pai. Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
(Dia  07, 10, 13 e 15)
 
 
Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive, junto de nós e dá a paz, aos homens de boa vontade. (bis)
 
Senhor Deus Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória imenso amor.
 
Senhor Deus Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais, o pecado do mundo, tende piedade, do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito na glória de Deus Pai. (Dia 06, 09, 11 e 12)
 
 
Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra aos seus amados! A vós louvam Rei celeste, os que foram libertados.
 
Glória a Deus, lá nos céus, e paz aos seus. Amém!
 
Deus e Pai nós vos louvamos, adoraram bendizemos; damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos.
 
Senhor nosso Jesus Cristo, Unigênito do Pai; vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor; acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, o altíssimo o Senhor; com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor
(Dia 05, 08 e 14)
 
 
ACLAMAÇÃO
 
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! (bis)
 
Alguém do povo exclama: como é grande ó Senhor, quem te gerou e alimentou! Jesus responde: ó mulher pra mim é feliz, quem soube ouvir a voz de Deus e tudo guardou! (Dia 06, 07, 12 e 13)
 
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis).
 
Vós povos todos da terra, Aleluia! Aleluia!
Vinde cantai ao Senhor: Aleluia! Aleluia!
 
Vinde  louvai nosso Deus, Aleluia! Aleluia!
Que seu amor é sem fim. Aleluia! Aleluia!
(Dia 05, 09, 10, 11 e 14)
 
És Maria, a Virgem que sabe ouvir, e acolher, com fé a santa Palavra de Deus.
Dizes sim, e logo te tornas mãe; dás à luz, depois o Cristo que vem nos remir.
 
Virgem que sabe ouvir, o que o Senhor te diz. Crendo geraste quem te criou! Ó Maria tu és feliz!
 
Contemplando, o exemplo que tu nos dás, nossa Igreja escuta acolhe a Palavra com fé.
e anuncia, a todos pois ela é pão, que alimenta é luz, que a sombra da história desfaz.
(Dia 08 – Festa da Natividade de Nossa Senhora)
 
OFERENDAS
 
Que maravilha Senhor estar aqui! Sentir-se Igreja reunida a celebrar. Apresentando os frutos do caminho, no pão e vinho ofertas deste altar.
 
Bendito sejais, por todos os dons! Bendito sejais pelo vinho e pelo pão! Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre. (bis)
 
Que grande bênção servir nesta missão, missão de Cristo tarefa do cristão. Tornar-se Igreja formar comunidade, ser Solidário tornar-se um povo irmão.
 
Que graça imensa viver a mesma fé; ter esperança a um mundo bem melhor; na caridade sentir-se familiares, lutando juntos em nome de Senhor.
(Dia 06, 09, 12 e 13)
 
 
Ó Mãe por intermédio do teu nome, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem pão e passa fome, espera a nossa oferta acontecer.
 
Maria Mãe e Serva do Senhor, se pedes teu Jesus atenderá. Repete o teu apelo maternal, assim como nas Bodas de Caná! 
 
Ó Mãe por teu materno sentimento, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem vinho está sedento, espera a nossa oferta acontecer.
 
Pedido de um materno coração, o filho certamente escutará. Jesus por tua santa intercessão, em vida nossos dons transformará.
(Dia 05, 08, 11 e 15)
 
 
Aqui diante do altar, eu venho te ofertar, a minha vida Senhor, e consagrar o Teu amor.
 
Eis minha vida, é toda Tua Senhor. O meu prazer de viver, nas tuas mãos quero pôr. E vou contente, guiado por Tua luz, já não sou eu a viver, pois vive em mim Jesus.
 
Não vim senão pra servir, eu quero o Mestre seguir. Não viverei para mim, mas para Deus e os filhos seus.
(Dia 07, 10, e 14)

SANTO
 
Santo Santo  Santo, é o Senhor Deus do universo.
 
Os céus e a terra, estão cheios da vossa glória.
 
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
 
Bendito é Aquele que vem, em nome do Senhor.
 
Hosana... (Dia 05, 08, 11, e 15)
 
 
Santo Santo Santo, Senhor Deus do Universo!
 
O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória!
 
O Santo, o justo, o verdadeiro Deus! 
Hosana, Hosana, Hosana nas alturas (bis). 
 
Bendito o que vem, em nome do Senhor (bis).
 
O Santo, o justo, o verdadeiro Deus! Hosana,
 
Hosana, Hosana nas alturas (bis). (Dia 06, 09, 13, e 12)
 
 
 
Santo, Santo, Santo, Senhor, Deus do universo.
Céus e terra proclamam a vossa glória:
 
Hosana nas alturas! Bendito aquele que vem em nome do Senhor:
Hosana nas alturas! (Dia 07, 10, e 14)
 

COMUNHÃO
 
Quando teu Pai revelou o segredo à Maria, que pela força do Espírito conceberia. A ti Jesus ela não hesitou logo em responder: Faça-se em mim pobre serva o que Deus aprouver. Hoje imitando a Maria que é imagem da Igreja, nossa família outra vez te recebe e deseja, cheia de fé de esperança e de amor dizer sim a Deus. Eis aqui, os teus servos Senhor!
 
Que a graça de Deus, cresça em nós sem cessar! E de ti nosso Pai, venha o Espírito Santo de amor, pra gerar, e formar, Cristo em nós.
 
Por um decreto do Pai ela foi escolhida, para gerar-te ó Senhor que és origem da vida; cheia do Espírito Santo no corpo e no coração, foi quem melhor cooperou com a tua missão. Na comunhão recebemos o Espírito Santo, e vem contigo Jesus o teu Pai Sacrossanto; vamos agora ajudar-te no plano da salvação: Eis aqui, os teus servos Senhor.
 
No coração de Maria no olhar doce e terno, sempre tiveste na vida um apoio materno. Desde Belém Nazaré só viveu para te servir; quando morrias na cruz tua mãe estava ali. Mãe amorosa da Igreja quer ser nosso auxílio, reproduzir no cristão as feições de teu Filho. Como ela fez em Caná nos convida a te obedecer: Eis aqui, os teus servos, Senhor! (Dia 05, 11 e 15)
 
 
 
Eis Jesus o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!
 
Tomai comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)
 
Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão, neste pão e neste vinho.
 
Vem, Jesus ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!
 
Precisamos de tua força, vem, Jesus nos redimir. Vem inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!
 
Obrigado meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha, quero amar o meu irmão!
(Dia 06, 09, 12  e 14)
 
 
Povo de Deus foi assim: Deus cumpriu a Palavra que diz: uma Virgem irá conceber, e a visita de Deus me fez mãe. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender a humildade, a confiança total, e escutar o teu Filho que diz:
 
Senta comigo, à minha mesa, nutre a esperança, reúne os irmãos. Planta meu Reino, transforma a terra, mais que coragem, tens minha mão.
 
Povo de Deus foi assim, nem montanha ou distância qualquer, me impediu de servir e sorrir. Visitei com meu Deus fui irmã. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: desapego bondade e teu “sim,” e acolher o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: meu Menino cresceu e entendeu, que a vontade do Pai conta mais, e a visita foi Deus quem nos fez. Mãe do Senhor, nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: a justiça a vontade do Pai, e entender o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: da verdade jamais se afastou. Veio a morte e ficou nosso pão. Visitou-nos e espera por nós. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: a verdade a firmeza o perdão, e seguir o teu Filho que diz: (Dia 07, 08, 10 e 13)
 
 

 

 Vamos Juntos Celebrar "Jubileu: tempo de redescobrir o Amor materno de Deus"

 

Áudio das músicas (clique aqui)

 

 Vamos Juntos Celebrar "17º ao 22º Domingo do Tempo Comum"

 

 Áudio das músicas (clique aqui)

  

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
11º ao 16º Domingo do Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Se alguém me quer servir, se alguém me quer servir, se alguém me quer servir: Siga-me... Siga-me!
(11º Domingo)
 
Guarda a Palavra, guarda no coração, que ela entre em tua alma, e penetre os sentimentos! Busca noite e dia, a luz o amor de Deus: se guardares a Palavra, ela te guardará!  (12º, 15º, 16º Domingo)
 
Seduziste-me Senhor, e eu me deixei seduzir. Foste mais forte, tiveste poder. Desfaleci sem forças para lutar. 
(Apóstolos Pedro e Paulo, 14º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Quando chamaste os doze primeiros  pra te seguir, sei que chamavas todos os que haviam de vir.
 
Tua voz me fez refletir, deixei tudo pra te seguir,  nos teus mares eu quero navegar.
 
Quando pediste aos doze primeiros: Ide e ensinai, sei que pedias a todos nós: Evangelizai!
 
Quando enviaste os doze primeiros de dois em dois, sei que enviavas todos os que viessem depois.
(11º Domingo e Apóstolos Pedro e Paulo) 
 
Eis-me aqui Senhor! (bis) Pra fazer tua vontade pra viver do teu amor (bis). Eis-me aqui Senhor.
 
O Senhor é o pastor que me conduz. Por caminhos nunca vistos me enviou, sou chamado a ser fermento, sal e luz, e por isso respondi: aqui estou!
 
Ele pôs em minha boca uma canção, me ungiu como profeta e trovador, da história e da vida do meu povo, e por isso respondi: aqui estou!
 
Ponho a minha confiança no Senhor, da esperança sou chamado a ser sinal, seu ouvido se inclinou ao meu clamor. E por isso respondi: aqui estou! (12º Domingo)
 
Te louvo meu Senhor pois olhaste para mim. Caídos e humilhados têm sempre o teu favor. Se eu não tinha nada bastou-me dizer sim: És o meu socorro meu Deus meu Salvador.
 
Teu amor sempre faz maravilhas, a quem se faz menor, estende a tua mão. És a luz dos teus filhos e filhas, vigor de quem não fecha o coração.
 
Te louvo  meu Senhor o teu nome é sem igual. Fizeste grandes coisas em mim que nada sou. O teu nome é santo superas todo o mal. E onde houver bondade tua mão já transbordou.
 
Te louvo meu Senhor pois assim é teu poder. Dispersa os prepotentes acolhe quem sofreu. Fere os poderosos mas nutre e faz crescer, quem se reconhece pequeno filho seu.
 
Te louvo  meu  Senhor que promessa é cumprir.  Famintos conheceram a graça dos teus bens. Ricos lá se foram sem nada conseguir, com misericórdia teu povo tu  manténs. (14º Domingo)
 
 
Senhor eis aqui o teu povo, num mundo de grande ilusão, sonhando com dias melhores, de paz amor libertação. 
 
Tua Palavra é semente, onde germina o amor, gerando a paz entre nós, fruto de um novo sabor/:Com justiça pra todos, segurança no Senhor (bis).
 
Caminho verdade e vida, sabemos que é Jesus, precisamos ser fermento, e viver na tua luz.
 
Temos que ser sal da terra, para o mundo transformar, convertendo os corações. Boa Nova anunciar.
(15º e 16º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor vós sois o Caminho! Guiai-nos ao Pai com carinho!
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! 
 
Ó Cristo sois a Verdade, enchei-nos de caridade!
De nós tende piedade, ó Cristo...
 
Senhor vós sois nossa Vida, buscais a ovelha perdida!
De nós tende piedade, Senhor... (11º e 14º Domingo )
 
Eu confesso a Deus e a vós irmãos, tantas vezes pequei não fui fiel:
Pensamentos e palavras, atitudes e omissões... Por minha culpa, tão grande culpa.
 
Senhor piedade, Cristo piedade, tem piedade ó Senhor. (bis)
 
Peço a Virgem Maria nossa Mãe, e a vós meus irmãos rogueis por mim.
A Deus Pai que nos perdoa e nos sustenta em sua mão. Por teu amor, Teu grande amor.
(12º Domingo Apóstolos Pedro e Paulo) 
 
Senhor que sois a bondade, tudo nos destes de graça, derramai sobre este povo, vosso perdão que não passa.
 
Por vossa misericórdia/:tende piedade de nós. (bis).
 
Cristo que sois a expressão, do terno amor de Deus Pai, dai-nos um coração novo, de todo o mal nos livrai.
 
Senhor que sois compaixão, fonte de felicidade, para este povo que luta, dentro da comunidade.
(15º e 16º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas, e paz na terra, aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados. 
Senhor Deus Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
 
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças, por vossa imensa glória.
 
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
 
Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica!
 
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!
Só vós sois o Santo, só vós o Senhor, só vós o Altíssimo, Jesus Cristo.
 
Com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Na glória de Deus Pai. Amém! (11º e 15º Domingo)
 
Glória glória nas alturas, paz e amor na terra aos homens, dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
 
Nós vos louvamos ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
 
Nós vos louvamos  Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
 
Espírito Santo consolador, vós que sois vida e sois  Senhor. (12º e 14º Domingo)
 
Glória, glória, glória, aleluia! (bis) Glória glória glória a Deus nos altos céus, paz na terra a todos nós!
 
Deus e Pai nós vos louvamos, glória a Deus! Adoramos bendizemos, glória a Deus! Damos glória ao vosso nome, glória a Deus! Vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso Jesus Cristo, glória a Deus! Unigênito do Pai, glória a Deus! Vós de Deus Cordeiro Santo, glória a Deus! Nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, glória a Deus! Como nosso intercessor, glória a Deus! Atendei nossos pedidos, glória a Deus! Atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, glória a Deus! O Altíssimo Senhor, glória a Deus! Com o Espírito Divino, glória a Deus! De Deus Pai no esplendor! (São Pedro e São Paulo e 16º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 99
Nós somos o povo e o rebanho do Senhor (11º Domingo)
 
Salmo 68
Atendei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor. (12º Domingo)
 
Salmo 33
De todos os temores me livrou o Senhor Deus. (São Pedro e São Paulo )
 
Salmo 144
Bendirei, eternamente, vosso nome, ó Senhor! (14º Domingo)
 
Salmo 64
A semente caiu em terra boa e deu fruto. (15º Domingo)
 
Salmo 85
Ó Senhor, vós sois bom, sois clemente e fiel! (16º Domingo)
 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia! O Senhor nos chamou, pra construir o seu Reino de amor e este mundo mudar (bis). 
 
E todo aquele que tudo deixar pra seguir o Senhor não se arrependerá,  pois um dia o Pai com amor infinito, recompensará. (11º e São Pedro e São Paulo)
 
Aleluia! Aleluia! Como o Pai me amou assim também eu vos amei. Aleluia! Aleluia! Como estou no Pai  permanecei em mim.
 
Vós todos que sofreis aflitos vinde a mim, repouso encontrarão os vossos corações. Dou graças a meu Pai que revelou, ao pobre ao pequenino o seu grande amor. (12º e 14º Domingo)
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis)
 
Preparemos nossos corações,  pra semente da Palavra entrar, que ela encontre uma terra boa, pra brotar  crescer  frutificar. (15º e 16º Domingo)

PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, tornai-nos acolhedores do vosso Reino! (11º Domingo)
 
Senhor, fortalecei-nos a confiança! (12º Domingo)
 
Senhor, tornai-nos firmes na missão! (São Pedro e São Paulo)
 
Senhor, concedei-nos o auxílio da vossa graça!  (14º Domingo)
 
Senhor, fecundai –nos o  coração com a vossa Palavra! (15º Domingo)
 
Senhor, mantém-nos confiantes na  força do teu Reino! (16º Domingo)
 
Oração do Dizimista
(Recitada após as Preces da Comunidade)
 
Pai Santo, contemplando Jesus Cristo, vosso Filho bem amado que se entregou por nós na cruz,
e tocado pelo amor que o Espírito Santo derrama em nós, manifesto, com esta contribuição, minha pertença à Igreja, solidário com sua missão e com os mais necessitados.De todo o coração, ó Pai, contribuo com o que posso: recebei, ó Senhor. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Nesta prece Senhor, venho te oferecer, o crepitar da chama, a certeza de dar!
 
Eu te ofereço o sol que brilha forte, te ofereço a dor do meu irmão.
A fé na esperança, e o meu amor!
 
Eu te ofereço as mãos que estão abertas, o cansaço do passo mantido,
Meu grito mais forte de louvor!
 
Eu te ofereço o que vi de belo, no interior dos corações, a coragem de me transformar! (11º e 14º Domingo)
 
O anseio de lançar as redes, queremos oferecer! O medo das águas profundas, quer
emos oferecer! O esforço de nossas labutas, queremos oferecer! Os passos de nossas lutas, queremos oferecer!
 
No pão e o vinho no pão e o vinho, nossas vidas oferecer. Nas águas bem mais profundas, transformam nosso viver. (bis)
 
A barca que ficou na praia, queremos oferecer! As redes jogadas no chão, queremos oferecer! O nosso vacilante sim, queremos oferecer! Mesmo que pareça em vão, queremos oferecer! (12º e São Pedro e São Paulo)
 
É do encontro da semente com a terra, que germina o grão de trigo para o pão. 
É o ramo da videira unido ao tronco, que dá uvas para o vinho da oblação.
 
Todos os nossos encontros, se expressam no vinho e no pão. Ao altar os trazemos agora, para o encontro da celebração.
 
É do encontro dos que lutam e trabalham, solidários motivados pelo amor, que renasce um mundo novo na justiça, bem de acordo com os planos do Senhor.
 
É do encontro que a fé nos proporciona, que resulta a alegria de servir, esperanças que se colhem no caminho,  nos animam no caminho prosseguir. (15º e 16º Domingo)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus. (bis)
 
O céu e a terra proclamam vossa glória. Hosana nas alturas!
 
Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas!
(11º, 14º São  Pedro e São Paulo)
 
Santo Santo Santo! Santo Senhor! 
Deus do universo! Santo Senhor! 
O Céu e a terra! Santo Senhor! 
Proclamam a vossa glória! Santo Senhor! 
 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! 
 
Bendito o que vem! Santo Senhor! 
Em nome do Senhor! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana! Santo Senhor! 
 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! (12º, 15º e 16º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Se a missão, se faz cansaço Jesus convida a descansar. E se há ovelhas sem pastor, é necessário delas cuidar.
 
Dai-lhe vós mesmos de comer, o meu Corpo que se faz Pão. Diz Jesus a seus amigos: Partilhar é vocação! Partilhar é vocação!
 
E se a hora vai adiantada, e despedir se faz tentação, a nossa fé, seja mais forte para servir, nossos irmãos.
 
A quem duvida do seu pouco, Jesus pergunta: o que tens? Vai ver! Então responda: Senhor este pouco, partilhando tu fazes crescer.
 
Se nos sentamos sobre a relva, à qual nos conduz o Bom Pastor, nossa união, expresse sempre, o pão de Deus sinal de amor.
 
Os nossos pães, os nossos peixes, abençoados pelo Senhor, saciarão todos os presentes. Que fartura! Cantem louvor!
 
E se ainda hoje nós repetimos, aqueles gestos que fez o Senhor, não haverá mais fome e sede. Nosso batismo terá seu valor. (11º e 12º Domingo)
 
Tua Igreja é um corpo, cada membro é diferente; e há no Corpo certamente, coração ó meu Senhor. Dele nasce a caridade, dom maior mais importante; nele enfim achei radiante, minha vocação: o amor!
 
Que loucura não fizeste, vindo ao mundo nos salvar! E depois que Tu morreste, ficas vivo neste altar!
 
Os teus santos compreenderam, Teu amor sem dimensão, e loucuras cometeram, em sua própria vocação.
 
Sou pequeno igual criança, cheio de limitações, mas é grande a esperança, sinto muitas vocações!
 
Quero ser um missionário, até quando o sol der luz. Dá-me por itinerário, toda terra ó Jesus!
 
O martírio eis meu sonho. Dar-te o sangue de uma vez! A mil mortes me disponho, sofrerei com intrepidez!
 
Tantas vocações sentindo, que martírio meu Senhor. Alegrei-me descobrindo, minha vocação o amor.
 
Sentimento é coisa vaga. Por meus atos provarei, que o amor com amor se paga, toda cruz abraçarei.
(São  Pedro e São Paulo)
 
Por essa paz que a juventude tanto quer, pela alegria que as crianças têm à mão, eu rendo graças ao meu Pai, que se compraz, e assim me pede para abrir meu coração. 

Tomai comei! Tomai bebei, meu corpo e sangue que vos dou, o pão da vida sou eu mesmo em refeição! Pai de bondade Deus do amor, e do universo sustentai, os que se doam por um mundo irmão.
 
Pelos que firmam na justiça os próprios pés, pelo suor dos que mais lutam pelo pão, eu rendo graças ao meu Pai, o Deus fiel, que assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos que sabem enxergar um pouco além, e assim repartem a esperança com razão, eu rendo graças ao meu Pai, que tudo vê, e assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos que choram mas não perdem sua fé, pelos humildes que praticam o perdão, eu rendo graças ao meu Pai, que vem nutrir, e assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos pequenos que só sabem confiar,  pelos que sabem dizer sim e dizer não. Eu rendo graças ao meu Pai, que nos sustém, e assim me pede para abrir meu coração. (14º Domingo)
 
Essa palavra que Deus Pai dizia, fez vir do nada toda a criação. Essa palavra veio a nós e um dia, na Ceia Santa quis ser nosso Pão.
 
Vossa Palavra se tornou comida: não posso ouvi-la sem vos bendizer. No Pão no Livro no correr da vida, vossa Palavra é que me faz viver.
 
Abrindo a Bíblia vejo um Deus amigo, que quer amor  porque só sabe amar. Parece sombra o Testamento antigo, diante da luz que temos neste altar.
 
Vossa Palavra é como o sol luzente, difunde luz e envolve no calor.  E vossa voz ouvimos de repente, em tanto gesto de ternura e amor.
 
Para cantar vossa Palavra vemos, o dom é imenso e fraca é nossa voz. Mas vosso Espírito que  recebemos, vos clama: “Pai! Ó Pai” dentro de nós.
 
Vossa Palavra é comida agora, e essa comida vai virar meu ser. Serei palavra pela vida afora, dizendo tudo o que quereis dizer.
 
Vossa Palavra nesta santa Missa, foi proclamada e agora é refeição. Com tanta luz vou exigir justiça, com tanto amor eu vou ser mais irmão. (15º e 16º Domingo)
 
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Coração Arca Santa guardando, não a lei que aos antigos foi dada, mas o dom duma nova Aliança, no perdão e na graça firmada.
 
Coração sois o novo Sacrário, da aliança do céu com a terra, templo novo mais santo que o velho, véu que o Santo dos Santos encerra.
 
Vosso lado por nós foi aberto, revelando ao olhar dos mortais, as raízes do amor invisível, da ternura com que nos amais.
 
Sois sinal do amor infinito, de Jesus que por nós se entregou, e na cruz, sacerdote perfeito, a perfeita oblação consumou.
 
Tal amor haverá quem não ame. Quem lhe possa ficar invisível? Quem não busque na paz deste lado, o refúgio a morada invisível?
 
Esta graça esperamos do Pai, e do Espírito Santo também. No fiel coração de Jesus,  para sempre habitarmos. Amém. (11,º 12º e 14º Domingo)
 
Vou cantar Teu amor, ser no mundo um farol. Eis-me aqui Senhor, vem abrir as janelas do meu coração. E então falarei, imitando tua voz. Creio em Ti Senhor, nas pegadas deixadas por Ti vou andar. Vou falar do Teu coração, com ternura nas mãos e na voz. Proclamar que a vida é bem mais, do que aquilo que o mundo ensina e cantar...
 
Cantar um canto ensinado por Deus. Com poesia ensinar nossa fé, plantar o chão cultivar o amor, como poetas que querem sonhar. Pra realizar o que o mestre ensinou. Viemos cear restaurar o coração. Fonte de vida no altar a brotar, a nos alimentar.
 
Celebrar meu viver, pra no mundo ser mais. Faz de mim Senhor, aprendiz da verdade justiça e da paz. Comungar Teu viver, neste Vinho neste Pão. Quero ser Senhor, novo homem nascido do Teu coração.
(São  Pedro e São Paulo, 15º, 16º Domingo)
 
Logo do Dízimo
 

 Vamos Juntos Celebrar "11º ao 16º Domingo do Tempo Comum"

 

Áudio das músicas (clique aqui) 

 

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
Domingo da Páscoa na Ressurreição e Tempo Pascal


Ritos Iniciais


O Senhor ressurgiu aleluia, aleluia! É o Cordeiro Pascal, aleluia, aleluia! Imolado por nós, aleluia, aleluia! É o Cristo, o Senhor, Ele vive e venceu aleluia! (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Alegrem-se os céus e exulte a terra, ressuscitou Jesus Cristo. (2º e 4º Domingo)


CANTO DE ENTRADA


Vencendo o pecado, vem, Senhor glorioso, vem. És nosso consolador. Tu és nossa vida; se nós somos alegres, devemos a ti.

Alegres cantamos, Jesus ressurgiu, Jesus ressurgiu! A Igreja reveste a veste da glória, da vida, do amor.

O povo aclamando vem, para a liturgia vem. É ressurreição do Amor, é vida pra todos nós. É canto, é festa, é celebração.


Com roupas festivas vem, sorrisos nos lábios, vem. O fraco fortalecido, feridas cicatrizadas. Num rosto tristonho a alegria voltou. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Por sua morte, a morte viu o fim. Do sangue derramado a vida renasceu. Seu pé ferido nova estrada abriu. E, neste homem, o homem, enfim se descobriu.


Meu coração me diz: O amor me amou, e se entregou por mim! Jesus ressuscitou! Passou a escuridão, o sol nasceu! A vida triunfou: Jesus Ressuscitou!


Jesus me amou e se entregou por mim! Os homens todos podem o mesmo repetir. Não temeremos mais a morte e a dor. O coração humano em Cristo descansou. (2º e 4º Domingo da Páscoa)


ATO PENITENCIAL

(Rito da aspersão. Ao final canta-se o Kyrie eleison...)


Banhados em Cristo somos u’a nova criatura. As coisas antigas já se passaram somos nascidos de novo.Aleluia, aleluia, aleluia! (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison! (2º e 4º Domingo)


Ó Cristo, ó Cristo, sois piedade! Christe, Christe, Christe eléison!


Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!

Confesso a Deus, Pai todo-poderoso, e a vós irmãos, confesso que pequei.
Por pensamentos, palavras, atos e omissões, por minha culpa, tão grande culpa.


Piedade, Senhor, piedade, Senhor, piedade de mim! (bis)


E peço à Virgem Maria, aos Santos e Anjos, e a vós, irmãos, eu peço que rogueis,
A Deus, que é Pai poderoso, para perdoar a minha culpa, tão grande culpa.

Piedade...


HINO DO GLÓRIA


Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia! Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)


Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)


Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino! Glória...


Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai! Glória... (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)


Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.


Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai.
(2º e 4º Domingo da Páscoa)

Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA


Salmo 117

Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos! (Domingo da Ressurreição)


Salmo 117

Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” (2º Domingo)


Salmo 29

Eu vos exalto, ó Senhor, porque vós me livrastes. (3º Domingo)


Salmo 99

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, nós somos seu povo e seu rebanho. (4º Domingo)

Sequência


Cantai, cristãos, afinal: Salve, ó vítima pascal!
Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do Pai o aprisco.
Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado.
Duelam forte e mais forte: é a vida que enfrenta a morte.
O rei da vida, cativo, é morto, mas reina vivo!
Responde, pois, ó Maria: no teu caminho o que havia?
Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado,
os anjos da cor do sol, dobrado ao chão o lençol...
O Cristo, que leva aos céus, caminha à frente dos seus!
Ressuscitou de verdade. Ó Rei, ó Cristo, piedade!

Aclamação ao Evangelho


Cristo venceu! Aleluia! Ressuscitou! Aleluia!
O Pai lhe deu glória e poder. Eis nosso canto! Aleluia!

Este é o dia em que o amor venceu. Brilhante luz iluminou as trevas. Nós fomos salvos para sempre.

Suave aurora veio anunciando que uma nova era foi inaugurada. Nós fomos salvos para sempre.


No coração de todo homem nasce a esperança de um novo tempo. Nós fomos salvos para sempre. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Glória, Aleluia a Cristo! Aclamai de pé! Glória, Aleluia a Cristo! Luz de nossa fé.


São ó Senhor, bem felizes aqueles que em tua casa moram contigo, são teus amigos, pois te louvarão para sempre, Senhor! (2º e 4º Domingo da Páscoa)


Profissão de Fé
(Inserir o Credo Niceno)


ORAÇÃO DOS FIÉIS


Senhor, salvai-nos pela vossa Ressurreição. (Domingo da Ressurreição)


Senhor, aumentai nossa fé! (2º Domingo)


Senhor, conduzi nossos passos na estrada do amor! (3º Domingo)


Senhor, sustentai-nos com vossa mão poderosa. (4º Domingo)

(Inserir a oração do dizimista)

Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA


CANTO DO OFERTÓRIO


Bendito sejasó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.


Vê com bons olhos nossas humildes ofertas. Tudo o que temos seja pra ti, ó Senhor!


Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas.


Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos, glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

As nossas ofertas de vinho e de pão celebram a glória da ressurreição, a glória da ressurreição.


O grão que morrera no seio do chão renasce no trigo, tornando-se pão.
A uva amassada, pisada, moída ressurge no vinho, sustento da vida.

O pão e o vinho são hoje memória do novo Cordeiro na sua vitória. 
Sinais da aliança da terra e dos céus no corpo e no sangue do Filho de Deus.

Ao Pai ofertamos também nossa vida. O chão que pisamos, a relva florida. 
Os frutos da terra, por nós cultivados se tornem o corpo do Ressuscitado.
(2º e 4º Domingo da Páscoa)

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana!
(Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

O Senhor é Santo, Ele é nosso Deus. O Senhor é Santo, Ele é nosso Pai. O Senhor é Santo, Ele é nossa Paz: Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós (bis). O Senhor é Santo, Ele é o amor. O Senhor é Santo, Amor que refaz. O Senhor é Santo, Ele é nossa paz: Ele é bendito... O Senhor é Santo, hosana. O Senhor é Santo, hosanaO Senhor é Santo, hosana. Ele é bendito... (2º e 4º Domingo da Páscoa)

CANTO DA COMUNHÃO


Este é o hino do povo de Deus, que caminha pra união. Venham todos à comunhão, com Jesus e com nosso irmão.


Cristo ressuscitou, Cristo ressuscitou, vive no nosso meio, aleluia!

Meus irmãos, venham todos cear, é a ceia da ressurreição. O cordeiro está imolado, celebremos a salvação.

Quem comer deste pão viverá, é o pão vivo que vem do céu; esperemos asalvação, novos céus, nova terra.


No Senhor fomos redimidos, no seu sangue lavados fomos.Sua cruz é libertação, Jesus Cristo é nosso irmão.


Quem nos vir sempre reunidos, vai dizer: como são unidos.Nossos sonhos se realizaram, quem tem fé vive a eternidade. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Na comunhão recebemos, teu corpo e sangue, Senhor. E tua vida divina, dons do teu grande amor. São nossa força na luta, fazem vencer todo o mal; e nos conduzem ao Pai; glória a Deus imortal!

Senhor Jesus, Senhor Jesus, Deus Vivo e Vencedor! (bis)

Entre as angústias da vida, não cairemos jamais, pois tua força nos leva a caminhar sempre mais. Na comunhão nos deixaste força e motivo de amar. Todo o caminho da vida nos traga sempre ao altar.

Ao comungar caminhamos para o altar com o irmão. O teu amor nos atrai, centro de nossa união. Em cada esforço que pede, vamos sentir tua mão. Vamos sentir que nos dás forças de ressurreição. (2º e 4º Domingo)


Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO


Vibra uma canção de esperança e alegria, surge no horizonte o raiar de um novo dia.Canta, dança, entra na festa sente a alegria de viver. Olha o céu sorrindo, vê a beleza deste renascer. Canta, dança nesta ciranda sonha de novo sem temer, vai à cidade, leva a notícia deste amanhecer. No olhar do povo brincam risos de criança, mãos se entrelaçam recriando a confiança. Livre canta o vento boa nova da amizade. Brilha a paz na terra, nasce nova humanidade. (Domingo da Ressurreição)

Nossa vida é um louvor a Deus pelas suas maravilhas. Todo dia se tornou domingo, toda vida vem de Deus.

Ressurgiu Cristo Deus, vamos cantar, aleluia! Ressurgiu Cristo Deus, vamos cantar,aleluia!

Vida nova em todo o universo, tudo se unificou. Deus se reconciliou com os homens em Jesus, o Salvador.(Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Cristo ressuscitou, aleluia! Venceu a morte com amor (bis). Aleluia!


Tendo vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós.Para manter viva a chama do amor que reside em cada cristão a caminho do Pai.


Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz.Pois nosso peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na Casa do Pai. (2º e 4º Domingo da Páscoa)

A todos que vieram celebrar conosco, desejamos uma Feliz Páscoa!
Alegremo-nos no Senhor, pois Ele venceu a morte e agora vive no meio de nós.

Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.

 

 Vamos Juntos Celebrar "Domingo da Páscoa na Ressurreição do Senhor"

 

  VAMOS JUNTOS CELEBRAR

Vigília Pascal
 
Ritos Iniciais
Liturgia da luz
O SENHOR NOS ACOLHE E ILUMINA NOSSA VIDA
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz davida terá!
Acolhida, Bênção do Fogo e Preparação do Círio
(Após a preparação do Círio realiza-se uma a procissão até o altar, enquanto isso entoa-se este cântico)
 
Tu anseias, eu bem sei, por salvação, tens desejo de banir a escuridão abre, pois de par em par teu coração e deixa a luz do céu entrar.
 
Deixa a luz do céu entrar (bis), abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar.
 
Cristo a luz do céu, em ti quer habitar para as trevas do pecado dissipar, teu caminho e coração iluminar e deixa a luz do céu entrar.
 
Que alegria andar ao brilho dessa luz vida eterna e paz no coração produz. Oh! Aceita agora o salvador Jesus e deixa a luz do céu entrar.
 
PROCISSÃO DA LUZ
 
Eis a luz de Cristo! Demos graças a Deus!
 
PROCLAMAÇÃO DA PÁSCOA
 
Ó noite de alegria verdadeira, que une de novo o céu e a terra inteira.
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 103
Enviai Senhor, o vosso Espírito, e renovai a face da terra.
 
Salmo 15
Guardai-me,Ó Deus, porque em vós me refugio!
 
Cântico Êxodo 15, 1-6. 17-18
 
Cantemos ao Senhor que se vestiu de glória!
 
Salmo 29
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes!
 
Salmo 12
Com júbilo bebei da fonte salvadora.
 
Salmo 18
Vossas palavras, Senhor, são palavras de vida eterna.
 
Salmo 41
Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo.
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia!Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia!
Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida!
 
Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai!
 
Glória a Deus Uno e Santo, Pai Espírito e Filho! Glória a Deus Uno e Trino! Glória ao Deus comunhão!
 
Salmo 117
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis)
 
Rendei graças ao Senhor! Que seu amor é sem fim!
 
Diga o povo de Israel...
 
Digam os seus sacerdotes...
 
Digam todos que o temem...
 
Eis o dia do Senhor! Alegres nele exultemos!
 
Que nos salve imploremos...
 
Bem-vindos à sua casa...
 
Nós todos, os seus amados...
 
Liturgia Batismal
O SENHOR NOS FAZ SEUS FILHOS
 
Ladainha dos Santos
 
Bênção da Água Batismal
 
Renovação das Promessas do Batismo
 
Para viver na liberdade dos filhos de Deus, renunciais ao pecado? Renuncio.
 
Para viver como irmãos e irmãs, renunciais a tudo o que vos possa desunir, para que o pecado não domine sobre vós? Renuncio.
 
Para seguir Jesus Cristo, renunciais ao Demônio, autor e princípio do pecado? Renuncio.
 
Credes em Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra? Creio.
 
Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu? Creio
 
Credes no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na ressurreição dos mortos e na vida eterna? Creio
 
ASPERSÃO DA ASSEMBLEIA
 
Banhados em Cristo somos u’a nova criatura.As coisas antigas já se passaram somos nascidos de novo.Aleluia, aleluia, aleluia!
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Pai cheio de ternura, salvai-nos pela ressurreição de Jesus.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Bendito sejas ó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Vê com bons olhos nossas humildes ofertas. Tudo o que temos seja pra ti, ó Senhor!
 
Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos, glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis) Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana... 
 
ABRAÇO DA PAZ
 
Aperte a minha mão, irmão, quero te dar a paz do meu Senhor!Me dê um abraço forte, bem mais forte do que forte num gesto de amor. A paz do Senhor quero te dar meu irmão com toda a alegria que existe no meu coração.(bis)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Antes da morte e ressurreição de Jesus, Ele, na Ceia, quis se entregar: deu-se em comida e bebida pra nos salvar.
 
E quando amanhecer, o dia eterno, a plena visão, ressurgiremos por crer, nesta vida escondida no pão.
 
Para lembrarmos a morte, a cruz do Senhor, nós repetimos, como Ele fez: gestos, palavras, até que volte outra vez.
 
Este banquete alimenta o amor dos irmãos, e nos prepara a glória do céu: Ele é a força na caminhada pra Deus.
 
Eis o Pão vivo mandado a nós por Deus Pai! Quem o recebe, não morrerá: no último dia vai ressurgir, viverá.
 
Cristo está vivo, ressuscitou para nós! Esta verdade vai anunciar, a toda terra, com alegria a cantar.
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Cristo ressuscitou, aleluia! Venceu a morte com amor (bis). Aleluia!
 
Tendo vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós.Para manter viva a chama do amor que reside em cada cristão a caminho do Pai.
 
Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz.Pois nosso peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na Casa do Pai.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.
 

 Vamos Juntos Celebrar "Vigília Pascal"

 

 VAMOS JUNTOS CELEBRAR

A Paixão do Senhor
 
Silêncio profundo
(Não há canto de entrada; a solene ação litúrgica começa com a oração silenciosa de toda a assembleia)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 30
Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito (bis)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Salve, ó Cristo obediente! Salve, amor onipotente, que te entregou à cruz e te recebeu na luz!
 
O Cristo obedeceu até a morte, humilhou-se e obedeceu o bom Jesus. Humilhou-se e obedeceu, sereno e forte, humilhou-se e obedeceu até a cruz.
 
Por isso o Pai do céu o exaltou, exaltou-o e lhe deu um grande nome. Exaltou-o e lhe deu poder e glória. Diante dele céus e terra se ajoelhem!
 
ORAÇÃO UNIVERSAL
 
(O Presidente da celebração formula a intenção da oração; todos rezam em silêncio; o celebrante conclui de cada vez com uma oração)
 
  Pela Santa Igreja
Pelo Papa
Por todas as ordens e categorias de fiéis
Pelos Catecúmenos
Pela Unidade dos Cristãos
Pelos Judeus
Pelos que não crêem no Cristo
Pelos que não crêem em Deus
Pelos Poderes Públicos
Por todos os que sofrem provações
 
ADORAÇÃO DA CRUZ
 
Eis o lenho da Cruz do qual pendeu a salvação do mundo! Vinde, adoremos!
 
Que te fiz meu povo eleito? Dize em que te contristei! Que mais podia ter feito em que foi que eu te faltei?
 
Deus Santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós.
 
Eu te fiz sair do Egito, com maná te alimentei: preparei-te bela terra, tua cruz para o teu rei!
 
Bela vinha eu te plantara, tu plantaste a lança em mim. Águas doces eu te dava, foste amargo até o fim!
 
Flagelei por ti o Egito, primogênitos matei. Tu, porém, me flagelaste, entregaste o próprio rei!
 
Eu te fiz sair do Egito, afoguei o Faraó. Aos teus sumos sacerdotes entregaste-me sem dó.
 
Eu te abri o mar Vermelho, tu me abriste o coração. A Pilatos me levaste, eu levei-te pela mão.
 
Pus maná no teu deserto, teu ódio me flagelou. Fiz da pedra correr água, o teu fel me saturou.
 
Só na cruz do me exaltaste, quando em tudo te exaltei. Por que à morte me entregaste? Em que foi que eu te faltei?
 
Ó Pai, se é possível; ó Pai se é possível, afasta de nós este cálice! Porém, não se faça, Porém, não se faça, a nossa vontade, mas a tua!
 
São tantas lágrimas no cálice do povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
São tantas pedras no caminho do teu povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
São tantas cruzes sobre os ombros do teu povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
Bendita e louvada seja no céu a divina luz.
 
E nós, também na terra, louvemos a Santa Cruz! (bis)
 
Os céus cantam a vitória de nosso Senhor Jesus.
 
Cantemos nós igualmente, louvores a Santa Cruz! (bis)
 
Humildes e confiantes levemos a nossa cruz.
 
Seguindo sublime exemplo de nosso Senhor Jesus! (bis)
 
Cordeiro Imaculado por todos morreu Jesus.
 
Pagando as nossas culpas é Rei pela sua Cruz! (bis)
 
É arma em qualquer perigo, é raio de eterna luz.
 
Bandeira vitoriosa, o Santo sinal da Cruz! (bis)
 
Ao povo, aqui reunido, dai graça, perdão e luz!
 
Salvai-nos ó Deus clemente em nome da Santa Cruz! (bis)
 
Comunhão Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
CANTO DA COMUNHÃO
 
Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
 
Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
 
Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males; hoje és minha presença junto a todo sofredor: onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele.
 
Entreguei a minha vida pela salvação de todos; reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele.
 
Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido; busca salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo; é presença e alimento nesta santa comunhão: onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
 
Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa; eu não deixo perecer nenhum daqueles que são meus; onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Da ovelha desgarrada eu me fiz o bom pastor; reconduze, acolhe e guia a que de mim se extraviou: onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele.
 
Eu quis comer esta ceia agora, pois vou morrer, já chegou minha hora:
 
Comei, tomai é meu corpo e meu sangue que dou,vivei no amor! Eu vou preparar a ceia na casa do Pai.
 
Comei o pão é meu corpo imolado por vós; perdão para todo o pecado.
 
E vai nascer do meu corpo a esperança, o amor, a paz; uma nova aliança.
 
Eu vou partir, deixo o meu testamento.Vivei no amor! Eis o meu mandamento.
 
Irei ao Pai; sinto a vossa tristeza; porém, no céu, vos preparo outra mesa.
 
De Deus virá o Espírito Santo, que vou mandar pra enxugar vosso pranto.
 
Eu vou, mas vós me vereis novamente; estais em mim e eu em vós estou presente.
 
Crerá em mim e estará na verdade, quem vir cristãos, na perfeita unidade.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.
 

 Vamos Juntos Celebrar "A Paixão do Senhor"

 

   VAMOS JUNTOS CELEBRAR

A Ceia do Senhor
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Ele me amou! Ele me amou e se entregou por mim. (bis)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Nós nos gloriamos na cruz de Nosso Senhor, que hoje resplandece com o novo mandamento do amor.
 
Na Ceia da Nova Aliança, Jesus na tarde santa ao Pai se entregou. Na Ceia que hoje acontece, o povo oferece a Deus o seu louvor. 
 
Comer e beber pão e vinho, sinais de carinho, anúncio do amor! Na luta de cada jornada, a cruz é pesada. Salvai-nos, Senhor.
 
Viver, partilhar, cada dia a dor, a alegria, nos faz celebrar: a Páscoa de Cristo, de novo, na vida do povo, pra ressuscitar.
 
O povo, carrega tua cruz no escuro e na luz, marchando assim vai. A cruz plenifica a vida, resposta sofrida, vontade do Pai.
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Ó Cristo, ó Cristo, sois piedade! Christe, Christe, Christe eléison!
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie Kyrie eléison
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados.
 
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
 
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória.
 
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
 
Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica!
 
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!
 
Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, só vós o Altíssimo Jesus Cristo.
 
Com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Na glória de Deus Pai. Amém!
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 115
O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão com o sangue do Senhor.
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Eu vos dou um novo Mandamento: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei disse o Senhor.
 
Felizes os puros em seus caminhos, os que andam na Lei do Senhor.
 
Felizes os que guardam os seus preceitos e o procuram de todo o coração.
 
Promulgastes os vossos preceitos, para serem guardados fielmente.
 
O Senhor, na quinta-feira santa, pôs água na bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos.
 
LAVA-PÉS
 
Jesus erguendo-se da Ceia, jarro e bacia tomou, lavou os pés dos discípulos. Este exemplo nos deixou. Aos pés de Pedro inclinou-se. Ó Mestre, não, por quem és! Não terás parte comigo, se não lavar os teus pés(bis)
 
És o Senhor, tu és o Mestre, os meus pés não lavarás! O que ora faço não sabes, mas depois compreenderás. Se eu vosso Mestre e Senhor, vossos pés hoje lavei, lavai os pés uns dos outros! Eis a lição que vos dei. (bis).
 
Eis como irão reconhecer-vos como discípulos meus; se vos amais uns aos outros, disse Jesus para os seus. Dou-vos novo mandamento, deixo, ao partir, nova Lei. Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei! (bis).
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, dai-nos a alegria de amar e servir.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Aqui, diante do altar, eu venho te ofertar, a minha vida Senhor e consagrar o teu amor.
 
Eis minha vida, é toda tua Senhor. O meu prazer de viver nas tuas mãos quero pôr. E vou contente, guiado por tua luz,já não sou eu a viver, pois vive em mim Jesus.
 
Não vim senão pra servir, eu quero o Mestre seguir. Não viverei para ti, mas para Deus e os filhos seus.
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana!
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Venham, venham todos para a Ceia do Senhor! Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor. Porta sempre aberta, Pai amigo aguardando acolhedor. Vem do alto por Maria, este Pão que vai nos dar. Pão dos anjos quem diria! Nos fará ressuscitar.
 
Canta a Igreja o Sacrifício que na Cruz foi seu início! E, antes, Jesus quis entregar, Corpo e Sangue em alimento, precioso testamento. Como não nos alegrar?!
 
Com a solidariedade renovar a sociedade pela justiça e paz lutar. Vendo o pão em cada mesa, vida humana com nobreza. Como não nos alegrar?!
 
Tantos são os excluídos, rejeitados, abatidos. Há quem já nasce sem lugar. Deus, porém, nos abre os braços, quer a todos dar o abraço! Como não nos alegrar?!
 
Fazei isto! foi a ordem. Morte e vida nos recordem: Prova de amor é partilhar! Há maior felicidade, no serviço e na humildade. Como não nos alegrar?!
 
Pão é carne verdadeira, Vinho é Sangue da videira! Possa tal fé se aprofundar! Se o mistério é incompreensível, nossa fé diz que é possível. Como não nos alegrar?!
 
É sangue o que era vinho, é corpo o que era pão./Cristo venceu o tormento, é nosso sustento e se faz comunhão./
 
Às núpcias do Cordeiro, em brancas vestes vamos. Transpondo o Mar Vermelho ao Cristo Rei cantamos.
 
Por nós no altar da cruz seu corpo ofereceu. Comendo deste pão nascemos para Deus.
 
O Cristo nossa Páscoa morreu como um cordeiro. Seu corpo é nossa oferta, pão vivo e verdadeiro.
 
Da morte o Cristo volta, a vida é seu troféu. O injusto traz cativo, e a todos abre o céu.
 
Jesus pascal cordeiro, em vós se alegra o povo, que, livre pela graça, em vós nasceu de novo.
 
Seu sangue em nossas portas, afasta o anjo irado. Das mãos de um rei injusto, seu povo é libertado.
 
TRANSLADAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
 
Canta Igreja, o Rei do mundo que se esconde sob os véus. Canta o sangue tão fecundo, derramado pelos seus, e o mistério tão profundo de uma Virgem, Mãe de Deus!
 
Um menino nos foi dado, veio aos servos o Senhor. Foi na terra semeado o seu Verbo Salvador. Ao partir nos foi deixado, Pão da vida, pão de amor.
 
Celebrando a despedida, com os doze Ele ceou. Toda a Páscoa foi cumprida, novo rito inaugurou e seu corpo, Pão da Vida, aos irmãos Ele entregou.
 
Cristo, verbo onipotente, deu-nos nova refeição. Faz-se carne realmente o que deixa de ser pão. Eis que o vinho é sangue ardente, vence a fé, gosto e visão.
 
Tão sublime Sacramento, adoremos neste altar. Pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar. Venha a fé, por suplemento, os sentidos completar.
 
Ao eterno Pai cantemos, e a Jesus, o Salvador: ao Espírito exaltemos, na Trindade, eterno amor; ao Deus Uno e Trino demos a alegria do louvor. Amém.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.

 Vamos Juntos Celebrar "A Ceia do Senhor"

 
 Vamos Juntos Celebrar "Domingo de Ramos da Paixão do Senhor"

 
ORDENAÇÃO EPISCOPAL DE MONS. GEOVANE LUÍS DA SILVA
 
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Eis-me aqui, ó Deus! Eis-me aqui, ó Deus! Para fazer a tua vontade, eis-me aqui, ó Deus!
 
PRECE AO BOM PASTOR

Senhor Jesus Cristo, Bom Pastor, por intercessão de Maria, vossa Serva, Mãe e Discípula fiel, dai-me vossa graça, o Espírito Santo, para jamais esquecer-me que estais comigo, guiando-me a cada dia, ao encontro do Pai. Senhor, desejo ardentemente renovar o meu "sim" ao vosso chamado.Se eu me perder, procurai-me e conduzi-me de novo no caminho do amor e do serviço aos irmãos. Amém.
 
HINO DO ANO DA VOCAÇÃO SACERDOTAL
 
Ao Pai de amor as nossas vozeselevamos, num canto novo de louvor e gratidão, pelas sementes plantadas neste solo, que geram frutos de vida e salvação. Atentosao mandato do Senhor: "permanecei no meu amor".
 
Sim, permaneceremos no vosso amor. Nós somos o rebanho e vós sois noso Pastor.
 
Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, misericórdia que brotou do Amor do Pai. Continua a chamar pra sua Vinha, operários de que tanto precisamos. Sem perder a coragem de sonhar. Alegres e escutando do Senhor: "permancei no meu amor".
 
Conduzidos pela Luz do Santo Espírito, o Evangelho nós queremos proclamar. Com a voz, o testemunho e alegria, sem perder a coragem de sonhar. Mistério e Sacramento do Senhor: "permancei no meu amor".
 
A Igreja que está em Mariana, se alegra neste ano jubilar. Pelo Dom da vocação sacerdotal, fiéis ministros a serviço do altar. Respondendo ao convite do Senhor: "permancei no meu amor".
 
ENTRADA
 
Cristo ontem, Cristo hoje, Cristo sempre, meu Salvador.
Tu és Deus, Tu és Amor. Tu me chamas, eis-me aqui!
 
Louvai Jesus, Nosso Senhor, que veio ao mundo para salvar. A todos nós, os filhos seus. Aclamemos o nosso Deus! Amém! Louvai Jesus!
 
Louvai Jesus, o Bom Pastor, que por amor foi procurar o pecador para o salvar. Aclamemos... 
 
Louvai Jesus, Mestre e Senhor, que nos estende a sua mão e nos concede o seu perdão. Aclamemos...
 
Louvai Jesus, o Redentor, que sobre a morte triunfou, e do pecado nos salvou. Aclamemos...
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Kyrie, Kyrie, Kyrie eleison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Christe...
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Kyrie...
 
HINO DE LOUVOR
 
Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)
 
Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.
 
Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai.
 
 
SALMO 39 (40)

Eu disse: “Eis que venho, Senhor”, com prazer, faço a vossa vontade! 
 
ACLAMAÇÃO
 
Glória e louvor a Cristo! Aclamai de pé! Glória e Louvor a Cristo! Luz de nossa Fé.
 
A Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós vimos sua glória que recebe de Deus Pai.
 
SÚPLICA AO ESPÍRITO SANTO

Oh, vinde, Espírito Criador, as nossas almas visitai e enchei os nossos corações com vossos dons celestiais.
 
Vós sois chamado o Intercessor do Deus excelso o dom sem par, a fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar.
 
Sois doador dos sete dons, e sois poder na mão do Pai, por Ele prometido a nós, por nós seus feitos proclamai.
 
A nossa mente iluminai, os corações enchei de amor, nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor.
 
Nosso inimigo repeli, e concedei-nos vossa paz; se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás.
 
Ao Pai e ao Filho Salvador por vós possamos conhecer. Que procedeis do seu amor fazei-nos sempre firmes crer. 
 
 
LADAINHA
 
Piedade Senhor, piedade Senhor
Cristo piedade, Cristo piedade
Piedade Senhor, piedade Senhor
 
Pai, fonte da vida, piedade de nós.
Filho, Palavra encarnada,
Espírito Santo, fogo de amor, 
 
Maria, Virgem e Mãe de Deus, rogai por nós.
Miguel, grande anjo da luta por Deus, 
Anjos, mensageiros de Deus, 
 
Abraão, nosso Pai na fé, rogai por nós
Moisés, amigo de Deus e grande intercessor, 
Isaías, arauto do Messias, 
 
Simeão, que viste a Luz das nações, rogai por nós.
João Batista, amigo do Esposo,
José, casto esposo da Virgem,
 
Pedro, rocha da Igreja de Cristo, rogai por nós.
Paulo, livre e prisioneiro do amor de Cristo, 
João, discípulo amado do Senhor, 
 
Santos Apóstolos, que ouvistes, vistes e tocastes o Verbo, rogai por nós.
Santos Evangelistas, que difundistes a Boa Nova, 
Santos Discípulos, que seguistes o Cristo em sua missão, 
 
Maria Madalena, primeira testemunha da ressurreição, rogai por nós.
Maria de Tiago e Salomé, portadoras dos perfumes, 
Ana e Joaquim, genitores da Virgem Maria,
 
Estêvão, cheio do Espírito Santo, rogai por nós.
Inácio de Antioquia, fiel seguidor do Evangelho,
Lourenço, fiel ministro do Altar,
 
Cecília, fortalecida pela graça divina, rogai por nós.
Inês, esposa fiel do Cordeiro,
Ifigênia, revestida da força do alto,
 
Gregório Magno, servo dos servos de Deus, rogai por nós.
Agostinho, insigne Doutor da Igreja, 
Basílio, defensor dos pequenos e pobres,
 
Bento, Mestre da vida contemplativa, rogai por nós.
Francisco, alegre imitador de Cristo, 
Domingos, insigne pregador do Evangelho, 
 
Francisco Xavier, admirável missionário, rogai por nós
João Maria Vianney, presbítero zeloso, 
Catarina de Sena, ardente de amor, 
 
Teresa, lâmpada mística de sabedoria, rogai por nós
Luiz Gonzaga, mártir da caridade, 
Anchieta, Apóstolo do Brasil, 
 
Antônio Galvão, Bandeirante do Evangelho, rogai por nós
Paulina, auxílio em todas as necessidades,
Vós, todos os Santos e Santas de Deus,
 
Sede-nos propício, ouvi-nos, Senhor!
Para que nos livreis de todo mal, 
Para que nos livreis de todo pecado, 
 
Para que nos livreis da morte eterna, ouvi-nos, Senhor!
Pela vossa encarnação, 
Pela vossa morte e ressurreição, 
 
Pela efusão do Espírito Santo, ouvi-nos, Senhor!   
Apesar de nossos pecados, 
Para que vos digneis conduzir e proteger a vossa Igreja, 
 
Para que vos digneis conservar no vosso santo serviço o Papa, os Bispos e todo o clero, ouvi-nos, Senhor!
Para que vos digneis conceder a todos os povos a paz e a verdadeira concórdia, 
Para que vos digneis manifestar a vossa misericórdia a todos que sofrem tribulações, 
 
Para que vos digneis abençoar este eleito, ouvi-nos, Senhor!
Para que vos digneis abençoar e santificar este eleito, 
Para que vos digneis abençoar, santificar e consagrar este eleito, 
 
Para que vos digneis conservar-nos e confortar-nos no vosso santo serviço, ouvi-nos, Senhor!
Para que vos digneis enviar operários para a vossa messe,
Jesus, Filho do Deus vivo,  
 
Cristo, ouvi-nos. Cristo, ouvi-nos.
Cristo, atendei-nos. Cristo, atendei-nos.
 
 
SAUDAÇÃO DA PAZ
 
Ide pelo mundo, ide pelo mundo e anunciai o Evangelho a toda criatura.
 
Eu vos envio, servidores do Reino, onde estiverdes convosco estarei. Eu vos envio despojados de tudo, só levareis a bagagem do amor.
 
Eu vos envio, promotores da paz, ministros sois da reconciliação. Eu vos envio mensageiros alegres, quem encontrardes tratareis com amor.
 
Eu vos envio, construtores do amor, fazei irmãos, Deus é Pai, proclamai. Cidade viva, um só povo formai, um só batismo, só um Senhor adorai. 
 
Eu vos envio, testemunhas da vida, clamor supremo, vocação universal. Eu dou a todos a vida plena e fecunda, sinais da morte, combatei, é o mal.
 
OFERENDAS

Sobe a Jerusalém, Virgem oferente sem igual. Vai e apresenta ao Pai teu menino luz que chegou no Natal! E junto à sua cruz quando Deus morrer fica de pé. Sim, Ele te salvou, mas o ofereceste por nós com toda fé.
 
Nós vamos renovar este sacrifício de Jesus, morte e ressurreição: vida que brotou de sua oferta na cruz. Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida uma oblação. Culto agradável a Deus é fazer a oferta do próprio coração.
 
O Cristo vai à sinagoga em Nazaré e nos revela então quem ele é: “o Espírito pousa sobre mim, pois foi o meu Pai, Deus de amor que ungiu e enviou-me enfim”.

O Pai me ungiu e consagrou: mandou-me anunciar a Boa-Nova. Ao pobre, ao cego, ao sofredor anunciar a graça que renova.
 
Levar a Boa-Nova aos pobres é missão daquele que recebe a Santa Unção. Aos corações ir consolar, tristes reeguer, preso redimir, cego iluminar. 
 
Jesus dá o seu poder sacerdotal a quem o Pai marcou com a unção filial para imolar, como instruiu, sobre o Santo Altar, a hóstia salutar que Ele instituiu. 
 
SANTO

Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
 
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus! (bis)
 
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana...

COMUNHÃO
 
Ao partir o pão numa refeição aos seus comensais, falou Jesus: Isto vós fareis em recordação do meu grande amor por vós na cruz.
 
O que eu fiz, vós fareis, disse o Senhor pra recordar e festejar meu grande amor. Ao celebrar a refeição que fez Jesus eu quero amar como ele amou até a cruz.
 
Povo a caminhar, na escuridão, Cristo é uma luz a nos guiar! Eu a recebi junto deste altar para iluminar quem quer andar.
 
Povo a caminhar na escuridão vem te libertar, Jesus aqui. Hei de anunciar a libertação que na comunhão, aqui senti!
 
Povo a caminhar, sem se alimentar, Cristo é o pão que dá vigor. Encontrei aqui para repartir o vigor do pão do teu amor!
 
Povo a caminhar arrastando a dor Cristo é salvação que vem da cruz. Aprendi aqui a testemunhar como transformar a dor em luz!
 
Quando teu Pai revelou o segredo à Maria que, pela força do Espírito, conceberia. A ti Jesus, ela não hesitou logo em responder: Faça-se em mim, pobre serva o que Deus aprouver. Hoje imitando a Maria que é imagem da Igreja, nossa família outra vez te recebe e deseja, cheia de fé, de esperança e de amor dizer sim a Deus. Eis aqui os teus servos Senhor!

Que a graça de Deus, cresça em nós sem cessar! E de ti nosso Pai, venha o Espírito Santo de amor, pra gerar e formar Cristo em nós.
 
Por um decreto do Pai ela foi escolhida para gerar-te, ó Senhor que és origem da vida; cheia do Espírito Santo no corpo e no coração foi quem melhor cooperou com a tua missão. Na comunhão recebemos o Espírito Santo e vem contigo Jesus o teu Pai Sacrossanto; vamos agora ajudar-te no plano da salvação: Eis aqui os teus servos Senhor.
 
No coração de Maria, no olhar doce e terno, sempre tiveste na vida um apoio materno. Desde Belém, Nazaré, só viveu para te servir; quando morrias na cruz tua mãe estava ali. Mãe amorosa da Igreja quer ser nosso auxílio reproduzir no cristão as feições de teu Filho. Como ela fez em Caná, nos convida a te obedecer: Eis aqui os teus servos, Senhor!
 
Nós somos muitos, mas formamos um só corpo, que é o Corpo do Senhor, a Sua Igreja, pois todos nós participamos do mesmo Pão da Unidade, que é o Corpo do Senhor, a Comunhão.
 
O Pão que, reunidos, nós partimos é a participação no Corpo do Senhor.
 
O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão no Sangue do Senhor.
 
À ordem do Senhor obedecendo participando, celebramos a memória da nossa redenção.
 
Da Ceia do Senhor participando, pelo Espírito, seremos unidos num só corpo.
 
Seu Corpo e seu Sangue comungando, sua morte anunciamos, até que Ele venha.
 
Eu sou o Pão da Vida, quem comer deste Pão /para sempre viverá. (bis)/
 
Pão da Vida e da esperança, na fraterna refeição. Anuncias novo dia: da feliz ressurreição.
 
Pão do céu, pão da alegria, entre os pobres repartido pelas mãos sempre estendidas, do amigo mais querido.
 
Pão da vida e da coragem, de abrir novos caminhos olhar longe, para a frente, sem ter medo dos espinhos.
 
Pão do céu, pão da amizade, da fraterna comunhão. Ao redor da tua mesa prometemos ser irmãos.
 
Pão da vida, pão do céu, vencedor de todo mal. Novo céu e nova terra, nova paz universal.
 
 
BENÇÃO DO NOVO BISPO
 
Nós vos louvamos, ó Deus, nós vos bendizemos, Senhor,
toda a terra vos adora, Pai eterno e onipotente.
 
A vós, ó Deus, louvamos, a vós, Senhor, cantamos. A vós, Eterno Pai, adora toda a terra. A vós cantam os anjos, os céus e seus poderes: Sois Santo, Santo, Santo, Senhor, Deus do universo! 
 
Proclamam céus e terra a vossa imensa glória. A vós celebra o coro glorioso dos Apóstolos, Vos louva dos Profetas a nobre multidão e o luminoso exército dos vossos santos Mártires. 
 
A vós por toda a terra proclama a Santa Igreja, Ó Pai onipotente de imensa majestade, e adora juntamente o vosso Filho único, Deus vivo e verdadeiro e ao vosso Santo Espírito. 
 
Ó Cristo, Rei da glória, do Pai eterno Filho, Nascestes duma Virgem, a fim de nos salvar. Sofrendo vós a morte, da morte triunfastes, Abrindo aos que têm fé dos céus o reino eterno. 
 
Sentastes à direita de Deus, do Pai na glória. Nós cremos que de novo vireis como juiz. Portanto vos pedimos: salvai os vossos servos, que vós Senhor, remistes com sangue precioso.
 
Fazei-nos ser contados, Senhor, vos suplicamos, em meio a vossos santos na vossa eterna glória. Salvai, o vosso povo. Senhor, abençoai-o. Regei-nos e guardai-nos até a vida eterna. 
 
Senhor, em cada dia, fieis, vos bendizemos, louvamos vosso nome agora e pelos séculos. Dignai-vos, neste dia, guardar-nos do pecado. Senhor, tende piedade de nós, que a vós clamamos. 
 
Que desça sobre nós, Senhor, a vossa graça, porque em vós pusemos a nossa confiança. Fazei que eu, para sempre, não seja envergonhado: Em vós, Senhor, confio, sois vós minha esperança! 
 
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DA PIEDADE
 
Nós vos agradecemos Senhora da Piedade, pelo sim que saiu do vosso coração e salvou a humanidade inteira. Pela ação do Espírito Santo vos tornastes Mãe do Senhor e nossa Mãe. Vós que sustentastes nos braços o corpo do vosso Filho acolhei-nos e sustentai-nos quando formos surpreendidos pela dor e pelos sofrimentos. Não permitais que sejamos dominados pelo medo, mas renovai-nos a cada dia na esperança e na fé. Apresentai, ó Maria, a nossa prece confiante ao vosso Filho e nosso Irmão, Jesus Cristo. Amém.
 
HINO
 
Senhora da Piedade, Luz da celeste Alvorada! Rosa Branca, Imaculada, dos jardins da imensidade! Acolhei nossa oração, nossos humildes louvores, flores d’alma, alma das flores de nossa veneração.
 
Este povo devoto, ó Maria, Mãe, Esposa e Filha do Eterno, consagrando-vos a alma e a poesia deste canto floral, suave e terno, brada: sois o mais santo e elevado e expressivo modelo de amor maternal, puro, real sublimado no crisol sacrossanto da dor.
 
Pelo amor deste amor que engrandece vosso nome querido e bendito, aceitai nossa humílima prece, lá do eterno esplendor do infinito! Sede, pois, protetora dos lares desta nobre e formosa cidade. Minora nossos rudes pesares, Flor do céu, Virgem da Piedade!
 

 

 Vamos Juntos Celebrar "Ordenação Episcopal de Mons. Geovane Luís da Silva"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
“Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”  
“Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÕES MEDITATIVOS
 
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação. Ao Pai voltemos juntos andemos. Eis o tempo de
conversão! (4ª Feira de Cinzas e 1º Domingo)
 
Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz da vida terá! 
(2º Domingo)
 
Agora o tempo se cumpriu, o Reino já chegou. Irmãos convertam-se e creiam firmes no Evangelho! 
(3º Domingo)

Misericórdia, Senhor, misericórdia! Misericórdia! Senhor escuta o lamento e tem de nós compaixão. Ao povo dá novo alento, a tua graça e perdão. (4º e 5º Domingo).

CANTO DE ENTRADA
 
Louvado seja, ó Senhor, pela mãe terra, que nos acolhe, nos alegra e dá o pão
Queremos ser os teus parceiros na tarefa de cultivar o bem guardar a criação.

Da Amazônia até os Pampas, do Cerrado aos Manguezais,
chegue a ti o nosso canto pela vida e pela paz.
 
Vendo a riqueza dos biomas que criaste, feliz disseste: tudo é belo, tudo é bom!
E pra cuidar a tua obra nos chamaste a preservar e cultivar tão grande dom.
 
Por toda a costa do país espalhas vida; são muitos rostos – da Caatinga ao Pantanal:
Negros e índios, camponeses: gente linda, lutando juntos por um mundo mais igual.
 
Senhor, agora nos conduzes ao deserto e, então nos falas, com carinho, ao coração pra nos mostrar que somos povos tão diversos, mas um só Deus nos faz pulsar o coração.
 
Se contemplamos essa “mãe” com reverência, não com olhares de ganância ou ambição,
o consumismo, o desperdício, a indiferença se tornam luta, compromisso e proteção 
 
Que entre nós cresça uma nova ecologia onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
possam cantar na mais perfeita sinfonia ao Criador que faz da terra o seu jardim.
(4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
A ti, meu povo, amado da aliança, se abre a porta da misericórdia, do meu perdão que é fonte de esperança, que gera a paz, a vida e a concórdia.
 
Misericordiosos, misericordiosos, misericordiosos como o Pai!
 
Perdoa até setenta vezes sete, procura amar irmãos e inimigos; celebra a volta de quem se converte: 
Eis o que peço aos meus irmãos e amigos.
 
O Pai ampara o órfão e a viúva, rejeita a regra do 'dente por dente', pois Ele envia o sol, a brisa, a chuva tanto ao injusto e justo igualmente.
 
Vai ser sinal do meu amor ternura, consola aflitos, perdoa as ofensas; reparte o pão e o teu amor que cura, faze orações, pratica a paciência. (2º e 4º Domingo)
 
 
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação. Ao Pai voltemos, juntos andemos. Eis o tempo de conversão!
 
Os caminhos do Senhor são verdade, são amor. Dirigi os passos meus; em vós espero, ó Senhor!
Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele é bom, fiel e justo; Ele busca e vem salvar!
 
Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio mesmo quando minha dor não mais aguento.
Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer. Libertai o vosso servo e fazei-o reviver!
 
A Palavra do Senhor é a luz do meu caminho; ela é vida, é alegria; vou guardá-la com carinho. Sua Lei, seu Mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos juntos, construindo a unidade. (5º Domingo) 
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Christe, Christe, Christe eléison!
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Kyrie...
(4ª Feira de Cinzas,1º e 3º Domingo)
 
Derramarei sobre vós uma água pura, sereis purificados de todas as faltas.
Eu vos darei um coração novo, diz o Senhor.
 
Tende piedade de mim, ó Deus, segundo a vossa grande misericórdia,
por vossa bondade imensa, apagai minha iniquidade.
 
Lavai-me todo inteiro de minha culpa e do meu pecado purificai-me.
Sim, reconheço minha maldade à minha frente está sempre o meu pecado. (2º, 4º Domingo)
 
Senhor, que nos mandastes perdoar mutuamente antes de nos aproximarmos do vosso altar. Senhor, tende piedade de nós! (bis)
 
Cristo, que na cruz destes o perdão aos pecadores.
Cristo, tende piedade de nós! (bis)
 
Senhor, que confiastes à vossa Igreja o ministério da reconciliação.
Senhor, tende piedade de nós! (bis) ( 5º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 50 
Misericórdia, ó Senhor, misericórdia, pois pecamos! (4ª Feira de Cinzas) 
 
Salmo 50
Piedade, ó Senhor, tende piedade, pois pecamos contra vós! (1º Domingo)
 
Salmo 32
Sobre nós venha, Senhor a vossa graça, venha a vossa salvação (2º Domingo)
 
Salmo 94
Hoje não fecheis o vosso coração, mas ouvi a voz do Senhor! (3º Domingo) 
 
Salmo 22
O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma. (4º Domingo) 
 
Salmo 129
No Senhor, toda graça e redenção! (5º Domingo) 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus! Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus! (bis)
 
Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: Não fecheis os corações como em Meriba! (4ª Feira de Cinzas)
 
Louvor e glória a ti, Senhor, Cristo Palavra de Deus, Cristo Palavra de Deus.
 
O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus. (1º Domingo)
 
Louvor a vós, o Cristo Rei, Rei da eterna glória, Rei da eterna glória.
 
Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado, escutai-o, todos vós!
(2º Domingo)
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus.Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. (bis)
 
Na verdade sois Senhor, o Salvador do mundo. Senhor, dai-me água viva a fim de eu não ter sede!
(3º Domingo) 
 
Honra glória, poder e louvor, a Jesus, nosso Deus e Senhor!
 
Eu sou a luz do mundo, nos diz o Senhor, quem me segue da vida terá o esplendor! (4º Domingo) 
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. (bis)
 
Eu sou a ressurreição, eu sou a vida. Quem crê em mim não morrerá eternamente. (5º Domingo) 
 
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, dai-nos o auxílio de vossa graça. (4ª Feira de Cinzas)
 
Senhor, sustentai-nos  em nossa fraqueza. (1ª Domingo)
 
Senhor, que vossa  glória resplandeça sobre nós. (2ª Domingo)
 
Senhor, dai-nos o vosso espírito. (3º Domingo)
 
Senhor, dai-nos a luz da fé. (4º Domingo)
 
Senhor, concedei-nos vida em plenitude. (5º Domingo)
 
ORAÇÃO DA CAMPANHA ECUMÊNICA DA FRATERNIDADE
(Recitada após as Preces da Comunidade)
 
Deus, nosso Pai e Senhor, nós vos louvamos e bendizemos, por vossa infinita bondade.
Criastes o universo com sabedoria e o entregastes em nossas frágeis mãos para que dele cuidemos com carinho e amor. Ajudai-nos a ser responsáveis e zelosos pela Casa Comum. Cresça, em nosso imenso Brasil, o desejo e o empenho de cuidar mais e mais da vida das pessoas, e da beleza e riqueza da criação, alimentando o sonho do novo céu e da nova terra que prometestes.
Amém!
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
(Recitada após as Preces da Comunidade)
 
Pai Santo, contemplando Jesus Cristo, vosso Filho bem amado que se entregou por nós na cruz,
e tocado pelo amor que o Espírito Santo derrama em nós, manifesto, com esta contribuição, minha pertença à Igreja, solidário com sua missão e com os mais necessitados. De todo o coração, ó Pai, contribuo com o que posso: recebei, ó Senhor. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelos frutos das nossas jornadas! Repartidos na mesa do reino, anunciam a paz almejada!
 
Senhor da vida, Tu és a nossa salvação! Ao prepararmos a tua mesa em ti buscamos ressurreição!
 
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelos mares, os rios e as fontes! Nos recordam a tua justiça, que nos leva a um novo horizonte!
 
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelas bênçãos qual chuva torrente! Tu fecundas o chão desta vida, que abriga uma nova semente!
(4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Mestre, bom estarmos aqui, reunidos bem perto de ti, no silêncio e na paz. Mestre reunidos no amor, nós viemos ao Monte Tabor para em ti repousar.
 
E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração (bis)
 
Mestre ao sairmos daqui nós iremos teus passos seguir com sementes nas mãos. Mestre, nós queremos plantar o teu reino em todo lugar e crescer como irmãos. (2º Domingo)
 
Brilhe a vossa luz, brilhe para sempre. Sejam luminosas vossas mãos e as mentes.
Brilhe a vossa luz (bis)! Brilhe a vossa luz (bis)!
 
Vós sois a luz do mundo, a todos aclarai! Afugentando as trevas, ao Pai glorificai!
 
A vossa Luz é o Cristo que dentro em vós está: Via, Verdade e Vida, Ele vos guiará!
 
Rompendo o jugo iníquo, banindo a opressão, a vossa luz rebrilha e as trevas fugirão!
 
Ninguém a luz acende deixando-a se esconder: Vossa luz ilumine, faça a vida vencer! (4º Domingo)
 
Um coração para amar, pra perdoar e sentir; para chorar e sorrir, ao me criar Tu me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater. Ansioso por entender as coisas que Tu disseste.
 
Eis o que eu venho te dar. Eis o que eu ponho no altar, toma Senhor que ele é teu. Meu coração não é meu.
 
Quero que o meu coração seja tão cheio de paz, que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as consequências do amor. ( 5º Domingo)
 
Santo, Santo, é o Senhor. Terra e céus cantam em seu louvor. Santo proclamam suas criaturas. Hosana, hosana, hosana nas alturas. Hosana, cantemos, hosana louvemos com filial ternura. Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz em plenitude do amor. Hosana!
(4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis). Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana...
( 2º e  4º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas!Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana! ( 5º Domingo)
 
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Vem, meu povo, ao banquete da vida; nesta mesa eu irei te ensinar; o jejum que me agrada é a  partilha, a oração que prefiro é amar.
 
Ó Senhor, como é bom ser teu povo! Ser Igreja e viver como irmãos! Pelo amor que nos tens eu te louvo, por te dares a nós neste pão.
 
Se desejas sentir já bem perto, nova Páscoa da libertação, vem primeiro comigo ao deserto do silêncio e da contemplação.
 
Se o pecado e o mal desfiguram, se te assustam a dor e a cruz; minha graça e perdão transfiguram, na Palavra terás nova luz.
 
Se o cansaço da vida te invade, quando a sede do amor te atingir, eu serei aconchego e amizade, junto à fonte, esperando por ti.
 
Sou Pastor que te dá segurança, que teus tímidos passos conduz. Abre os olhos, desperta! Levanta! Persevera nas obras da luz! 
 
Toda a morte eu transformo em semente, das amarras eu vim libertar. Junto a mim viverás plenamente e feliz poderás caminhar. (4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Ó Pai, teu povo busca vida nova na direção da Páscoa de Jesus. Em nossa fronte, o sinal das cinzas na caminhada, vem ser força e luz!
 
Provai e vede como Deus é bom, feliz de quem no seu amor confia! Em Jesus Cristo se faz graça e dom, se faz Palavra e Pão na Eucaristia.
 
A nossa Igreja, ó Pai, se faz caminho na direção da Páscoa de Jesus.Vem, nos ajuda a renascer das cinzas, na caminhada, vem ser força e luz. 
 
Quando, na vida, andamos no deserto e a tentação vem nos tirar a paz, a fortaleza e a palavra certa em ti buscamos, Deus de nossos pais.
 
Peregrinamos entre luz e sombras, a cruz nos pesa, o mal nos desfigura, mas na oração e na Palavra achamos a tua graça, que nos transfigura.
 
Ó Deus, conheces nosso sofrimento, há muita dor, é grande a aflição.Transforma em festa nossa dor-lamento, acolhe os frutos bons da conversão.
 
Quando o pecado nos consome e fere, e em ti buscamos a paz do perdão, o nosso rio de aflição se perde no mar profundo do teu coração.
 
Por que ficar em coisas já passadas? O teu perdão liberta e nos renova.O teu amor nos abre nova estrada, traz alegria e paz, nos revigora.
( 2º e 4º Domingo)
 
Eu vim para que todos tenha vida, que todos tenham vida plenamente.
 
Reconstrói a tua vida em comunhão com teu senhor; Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: Onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
 
“Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males”; Hoje és minha presença junto a todo sofredor:
Onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele.
 
"Entreguei a minha vida pela salvação de todos”; Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: Onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele.
 
"Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido”;  Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: Onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
 "Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo";  É presença e alimento nesta santa comunhão: Onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
 
"Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa”; "eu não deixo perecer nenhum daqueles que são meus”; Onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
"Da ovelha desgarrada eu me fiz o bom pastor”; Reconduze, acolhe e guia a que de mim se extraviou: Onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele. ( 5º Domingo)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
IMPOSIÇÃO DAS CINZAS
 
Senhor, tende compaixão do vosso povo que acolhe a conversão. Reacendei em nós a chama batismal. Oh! Dá-nos luz e vosso perdão! (bis)
 
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Do meu pecado, todo inteiro, vem lavar-me e apagai completamente a minha culpa.
 
Eu reconheço toda a minha iniquidade, o meu pecado está sempre à minha frente. Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei e pratiquei o que é mau aos vossos olhos!
 
Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
 
Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor!
 
FINAL
 
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação. Ao Pai voltemos, juntos andemos. Eis o tempo de conversão!
 
Os caminhos do Senhor são verdade, são amor. Dirigi os passos meus; em vós espero, ó Senhor!
Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele é bom, fiel e justo; Ele busca e vem salvar!
 
Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio mesmo quando minha dor não mais aguento.
Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer. Libertai o vosso servo e fazei-o reviver!
 
A Palavra do Senhor é a luz do meu caminho; ela é vida, é alegria; vou guardá-la com carinho. Sua Lei, seu Mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos juntos, construindo a unidade! ( 1º e3º Domingo)
 
 
Pelos prados e campinas verdejantes eu vou. É o Senhor quem me leva a descansar.
Junto às fontes de águas puras repousantes eu vou. Minhas forças o Senhor vai animar.
 
Tu és, Senhor, o meu Pastor, por isso nada em minha vida faltará (bis).
 
Nos caminhos mais seguros junto d’Ele eu vou e pra sempre o Seu nome eu honrarei.
Se eu encontro mil abismos nos caminhos eu vou. Segurança sempre tenho em suas mãos.
 
Ao banquete em sua casa muito alegre eu vou. Um lugar em sua mesa me preparou.
Ele unge minha fronte e me faz ser feliz. E transborda minha taça em Seu amor.
 
Com alegria e esperança caminhando eu vou. Minha vida está sempre em suas mãos.
E na casa do Senhor eu irei habitar. E este canto para sempre irei cantar. ( 2º,   4º e  5º Domingo)
 

 Vamos Juntos Celebrar

            " Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida"  " Cultivar e guardar a criação"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
2º ao 8º Domingo do Tempo Comum

Ritos Iniciais
O SENHOR NO ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
O Espírito de Deus me ungiu e consagrou para anunciar o Reino de Amor. (2º Domingo)
 
Quem por mim perde a vida por mim. Quem por mim perde a vida. Este, sim, a encontrará e há de viver. Viverá para sempre! (3º Domingo)
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre o cantarei. (4º e 6º Domingo)
 
Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz da vida terá! (5º Domingo)
 
Onde reina o amor, fraterno amor. Onde reina o amor, Deus aí está. (7º Domingo)

Confiemo-nos ao Senhor! Ele é justo e tão bondoso. Confiemo-nos ao Senhor! Aleluia!
(8º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Venham trabalhar na minha vinha, dilatar meu Reino entre as nações. Convidar meu povo ao banquete. Quero habitar nos corações.
 
Unidos pela força da oração, ungidos pelo espírito da missão, vamos juntos construir uma Igreja em ação.
 
Venham trabalhar na minha vinha, espalhar na terra o meu amor. Muitos não conhecem a Boa Nova, vivem como ovelhas sem pastor.
(2º, 3º e 8º Domingo)
 
Vinde, aprendei um caminho que é novo, é a casa do Pai à vossa espera: olhar e gestos diferentes à luz do perdão que o mal supera.
 
Trazei as redes do vosso trabalho, o vosso empenho, o suor que dão sustento! Trazei também vossa voz e todo anseio. Não quero ver-vos dispersos, ao relento.
 
E quem, vivendo em espírito pobre, escolhe a paz e tem sede de justiça, jamais se entrega, e por isso é perseguido. Que não o vençam cansaço nem cobiça!
 
Não vim trazer o caminho mais fácil, vim recompor, renovar por dentro e fora. E quem quiser mundo novo como Eu quero, venha comigo, plantá-lo desde agora. (4º e 5º Domingo)

Nossos corações em festa se revestem de louvor, pois aqui se manifesta a vontade do Senhor. Que nos quer um povo unido a serviço da missão, animado e destemido, por amor e vocação!
 
Cristo, Mestre e Senhor, pois eterno é seu amor. Nesta fonte de água viva, somos hoje seus convivas.
 
Nós queremos operários, mensageiros do Senhor, que nos façam solidários a serviço do amor. Construtores da justiça, empenhados na missão contra toda injustiça, por amor e vocação!
 
Nossa Igreja necessita de mais fibra e mais vigor, e de gente que acredita no chamado do Senhor. Que dê pão a quem tem fome e justiça a quem tem pão e bendiga o seu nome, por amor e vocação! 
(6º e 7º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, vós sois o Caminho! Guiai-nos ao Pai com carinho!
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! 
 
Ó Cristo, sois a Verdade, enchei-nos de caridade!
De nós tende piedade, ó Cristo...
Senhor, vós sois nossa Vida, buscai a ovelha perdida!
De nós tende piedade, Senhor... (2º, 5º e 8º Domingo)
 
Senhor, se tua voz não ouvi, e por caminhos do mal me perdi.
 
Piedade, Senhor! Piedade, Senhor!
 
Senhor, se não te amei no irmão, fechando a ele o meu coração.
 
Senhor, se não cumpri meu dever, e se o bem eu deixei de fazer. (3º e 6º Domingo)
 
Senhor, que sois a bondade, tudo nos destes de graça, derramai sobre este povo, vosso perdão que não passa.
 
Por vossa misericórdia, /tende piedade de nós/ (bis).
 
Cristo que sois a expressão do terno amor de Deus Pai, dai-nos um coração novo, de todo o mal nos livrai.
 
Senhor que sois compaixão, fonte de felicidade para este povo que luta dentro da comunidade.
(4º e 7º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra aos seus amados! A vós louvam Pai celeste, os que foram libertados.
 
Glória a Deus lá nos céus e paz aos seus. Amém!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos; damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos.
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai; vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor; acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, o altíssimo, o Senhor; com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor.
(2º, 5º e 8º Domingo)
 
Glória, glória, glória, aleluia! (bis) Glória, glória, glória a Deus nos altos céus, paz na terra a todos nós!
 
Deus e Pai nós vos louvamos, glória a Deus! Adoramos, bendizemos, glória a Deus! 
Damos glória ao vosso nome, glória a Deus! Vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, glória a Deus! Unigênito do Pai, glória a Deus!
Vós de Deus, Cordeiro Santo, glória a Deus! Nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, glória a Deus! Como nosso intercessor, glória a Deus!
Atendei nossos pedidos, glória a Deus! Atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, glória a Deus! O Altíssimo Senhor, glória a Deus!
Com o Espírito Divino, glória a Deus! De Deus Pai no resplendor! (3º e 6º Domingo)
 
Glória, glória nas alturas, paz e amor na terra aos homens, dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
 
Nós vos louvamos, ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
 
Nós vos louvamos, Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
 
Espírito Santo, consolador, vós que sois vida e sois Senhor.
(4º e 7º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NO FALA

Salmo 39
Eu disse: Eis que venho, Senhor, com prazer faço a vossa vontade. (2º Domingo)
 
Salmo 26
O Senhor é minha luz e salvação. O Senhor é a proteção da minha vida. (3º Domingo)
 
Salmo 145
Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos céus. (4º Domingo)

Salmo 111
Uma luz brilha nas trevas para o justo, permanece para sempre o bem que fez. (5º Domingo)
 
Salmo 118
Feliz o homem sem pecado em seu caminho, que na lei do Senhor Deus vai progredindo!
(6º Domingo)
 
Salmo 102
Bendize ó minh’alma, ao Senhor, pois ele é bondoso e compassivo! (7º Domingo)
 
Salmo 61
Só em Deus a minha alma tem repouso, só ele é meu rochedo e salvação. (8º Domingo)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia! O Senhor nos chamou, pra construir o seu Reino de amor e este mundo mudar (bis).
 
E todo aquele que tudo deixar pra seguir o Senhor não se arrependerá, pois um dia o Pai, com amor infinito, recompensará.
(2º e 5º Domingo)
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis)
 
Aclamemos tua Palavra que é luz pra iluminar. Ela é Vida e Verdade, nos ensina a caminhar.
(3º e 6º Domingo)
 
Aleluia, aleluia! Bendita a Palavra que faz libertar (bis).
 
Toda palavra de vida é Palavra de Deus. Toda ação de liberdade é a divindade agindo entre nós (bis). Boa nova em nossa vida Jesus semeou. O evangelho em nosso peito é chama de amor (bis).
(4º e 7º Domingo)
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Com alegria, aclamemos a Palavra do Senhor!
 
Fala Senhor, que teu servo te escuta. Tua Palavra fortalece a nossa luta.
 
Só tu tens Palavras eternas de vida. Luz pra guiar e iluminar nossa lida.
(5º Domingo)
 
Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça. E tudo o mais vos será acrescentado. Aleluia! Aleluia!
 
Se vos perseguem por causa de mim não esqueçais o por quê: não é o servo maior que o senhor.
Aleluia! Aleluia! (8º Domingo)
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, ungi-nos com o vosso Espírito! (2º Domingo)
 
Senhor, convertei-nos e seremos salvos! (3º Domingo)
 
Senhor, recompensai-nos com o vosso amor! (4º Domingo)
 
Senhor, fazei resplandecer em nós a vossa luz! (5º Domingo)
 
Senhor, justificai-nos pela vossa misericórdia! (6º Domingo)
 
Senhor, dai-nos a coragem de amar! (7º Domingo)
 
Senhor, acolhei-nos no vosso Reino! (8º Domingo)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai Santo, contemplando Jesus Cristo, vosso Filho bem amado que se entregou por nós na cruz,
e tocado pelo amor que o Espírito Santo derrama em nós, manifesto, com esta contribuição, minha pertença à Igreja, solidário com sua missão e com os mais necessitados. De todo o coração, ó Pai, contribuo com o que posso: recebei, ó Senhor. Amém.
 
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
O anseio de lançar as redes queremos oferecer! O medo das águas profundas queremos oferecer! O esforço de nossas labutas queremos oferecer! Os passos de nossa luta queremos oferecer!
 
No pão e o vinho, no pão e o vinho, nossas vidas oferecer. Nas águas bem mais profundas, transforma nosso viver.
 
A barca que ficou na praia, queremos oferecer! As redes jogadas no chão queremos oferecer! O nosso vacilante sim, queremos oferecer! Mesmo que pareça em vão, queremos oferecer!
(2º e 4º Domingo)
 
Recebei ó Senhor nosso dízimo, não é esmola, pois não precisais, o que temos de vós recebemos, partilhando teremos bem mais.
 
O pão e o vinho na oferta se tornam aqui oblação. É corpo, é sangue de Cristo, que por nós se faz refeição.
 
O dízimo é fonte de bênçãos, convite de Deus à partilha, remédio que cura a ganância, promove a união da família.
 
O dízimo é espelho do amor, retrato da comunidade, cristãos educados na fé, num gesto de maturidade.
 
O dízimo mata o egoísmo, dá vida à comunidade, nos leva a evangelizar, e a sermos cristãos de verdade. (Domingo do Dízimo)
 
Brilhe a vossa luz, brilhe para sempre. Sejam luminosas vossas mãos e as mentes.
Brilhe a vossa luz (bis)! Brilhe a vossa luz (bis)!
 
Vós sois a luz do mundo, a todos aclarai! Afugentando as trevas, ao Pai glorificai!
 
A vossa Luz é o Cristo que dentro em vós está: Via,Verdade e Vida, Ele vos guiará!
 
Rompendo o jugo iníquo, banindo a opressão, a vossa luz rebrilha e as trevas fugirão!
 
Ninguém a luz acende deixando-a se esconder: Vossa luz ilumine, faça a vida vencer!
(3º e 5º Domingo)
 
O trigo depois de crescido logo é colhido e vai tornar-se pão. Nas mãos da mãe mulher se imola, se entrega humilde pra fermentação. Lição de amor ensina o trigo com seu gesto de doação. Também quero ser desprendido pra tornar-me pão nas mãos do meu Senhor. Sagrado trigo imolado, depois farinhado e finalmente pão. Sagrado trigo ofertado, que será tornado corpo do Senhor. (bis)
 
A uva sem fazer gemido se entrega ao milagre da transformação. Sob os pés do lavrador sofrido vai tornar-se vinho de nobre sabor. Lição de amor ensina a uva com seu gesto de oblação. Também quero ser desprendido pra tornar-me vinho nas mãos do Senhor. Sagrado fruto da videira que foi flor primeiro e se modificou. Sagrado vinho ofertado que será tornado sangue do Senhor. (bis) 
(6º, 7º e 8º Domingo)
 
SANTO
 
Santo é o Senhor e Deus de nossos pais, a Ele o poder e a glória para sempre (bis).
 
Hosana, hosana, hosana ao Senhor. (bis)
 
Bendito o que vem em nome do Senhor, com todos os Santos cantamos seu louvor.
 
Hosana, hosana, hosana ao Senhor. (bis) (2º e 4º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor! (bis) Ó Deus do universo, Deus nosso Criador (bis)
 
No céu, na terra, brilha o esplendor (bis) De tua imensa glória, ó Deus, nosso Senhor! (bis)
 
Bendito seja aquele que vem (bis) Aquele que vem vindo em nome do Senhor! (bis)
 
Hosana, hosana, hosana ao Salvador! (bis) (3º e 5º Domingo)
 
Santo, Santo é meu Senhor. Santo, Santo é o nosso Deus. Céus e terra proclamam sua glória. Bendito é o que vem em nome desse Deus. Hosana em toda terra, hosana em toda terra, hosana em toda terra, hosana lá no céu. (bis) (6º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo.
Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
 
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor.
 
Hosana... (7º e 8º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Vinde e vede, vinde! /Ele está no meio de nós! (bis)/
 
Como a André e a João que perguntavam: onde moras, Senhor, onde é que estás? Recebemos da Igreja esta resposta: Ele mora entre nós e tem a Paz!
 
Ele, o Filho, a Palavra se fez carne, e assumiu nossa humana condição. Nossa vida viveu e nossas lutas, e agora entre nós se dá no Pão!
 
Tomai todos, comei isto é meu Corpo, é meu Sangue, tomai todos, bebei! Como eu fiz, aprendei o Amor se entrega: vossa vida entregai se o Pão comeis!
 
Vive a Igreja da santa Eucaristia, que é a fonte e a meta da missão: Fonte de onde ela haure sua força, culminância da Evangelização!
 
Onde dois e outros mais estão reunidos em meu nome entre eles estarei: Até o fim eu estou sempre convosco, até o fim eu jamais vos deixarei!
 
Na Palavra Eu também estou presente: toda a Bíblia me aponta, a Mim conduz! Quem me segue não andará nas trevas: sou a Vida, a Verdade, sou a Luz! (2º e 3º Domingo)
 
Vós sois o sal da terra, vós sois a luz do mundo! Ninguém mais quer o sal quando ele perde o seu sabor. Ninguém acende a luz para esconde-la logo após.
 
O sal e a luz sou eu, eu sou do povo do Senhor. (bis)
 
Vós sois o sal da terra. Vós sois a luz do mundo. Eu quero que esta vida tenha muito mais valor. Eu quero que meu povo tenha muito mais amor.
 
Vós sois o sal da terra. Vós sois a luz do mundo. Há muito prato incípido num mundo sem sabor. Há muita escuridão cegando o mundo sem amor. 
 
Vós sois o sal da terra. Vós sois a luz do mundo. Há vida sem tempero muita gente sofre a dor. Existe escuridão porque ninguém acende o amor.
 
Vós sois o sal da terra, vós sois a luz do mundo. Num mundo que não ama é preciso ter amor. Amai-vos uns aos outros, é o desejo do Senhor. (4º e 5º Domingo)
 
Eis Jesus, o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!
 
Tomai, comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)
 
Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão neste pão e neste vinho.
 
Vem, Jesus, ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!
 
Precisamos de tua força, vem, Jesus, nos redimir. Vem, inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!
 
Obrigado, meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha quero amar o meu irmão!
(6º e 7º Domingo)
 
É grande e onipotente o nosso Deus. Com amor ele criou o firmamento. Faz crescer a verde relva sobre os montes, e dá aos animais o seu sustento.
 
Não é a força e o poder do dinheiro que agrada e impressiona o Senhor. Mas sim, o que teme e confia, aquele que espera em seu amor
 
O que agrada ao Senhor é o amor. Não se compra nem se vende por dinheiro, ele ampara os humildes com carinho, seu amor é infinito e verdadeiro.
 
O que agrada ao Senhor é a caridade, é o amor acompanhado de carinho. Não procure só seu próprio interesse, seja um samaritano no caminho. (8º Domingo)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Quando o Espírito de Deus soprou, o mundo inteiro se iluminou. A esperança na terra brotou, e um povo novo deu-se as mãos e caminhou.
 
Lutar e crer, vencer a dor, louvar o Criador. Justiça e paz hão de reinar, e viva o amor.
 
Quando Jesus a terra visitou, a boa nova da justiça anunciou. O cego viu, o surdo escutou e os oprimidos das correntes libertou.
(2º e 4º Domingo)
 
Outra vez me vejo só, com meu Deus. Não consigo mais fugir, fugir de mim. Junto às águas deste mar vou lutar. Hoje quero me encontrar, buscar o meu lugar.
 
Vou navegar (nas águas deste mar) Navegar (eu quero me encontrar). Navegar (não posso mais fugir). Vou procurar (nas águas mais profundas) No mar (feliz eu vou seguir). Só amar, buscar o meu lugar. Sem dúvidas, sem medo de sonhar!
 
Ó Jesus, com fé eu te seguirei. Só contigo sou feliz, tu és em mim! Teu espírito de amor criador me sustenta no meu sim, me lança neste mar!
 
Vivo a certeza desta missão. Já não posso desistir, voltar atrás. Mãe Maria, vem tomar minha mão e me ajuda a ser fiel. Só cristo é luz e paz!
(3º e 5º Domingo)
 
Ao Pai de amor as nossas vozes elevamos, num canto novo de louvor e gratidão, pelas sementes plantadas neste solo, que geram frutos de vida e salvação. Atentos ao mandato do Senhor: “permanecei no meu amor”.
 
Sim, permaneceremos no vosso amor. Nós somos o rebanho e vós sois nosso Pastor.
 
Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, misericórdia que brotou do Amor do Pai. Continua a chamar pra sua Vinha, operários de que tanto precisamos. Sem perder a coragem de sonhar. Alegres e escutando do Senhor: “permanecei no meu amor”.
 
Conduzidos pela Luz do Santo Espírito, o Evangelho nós queremos proclamar. Com a voz, o testemunho e alegria, sem perder a coragem de sonhar.
Mistério e Sacramento do Senhor: “permanecei no meu amor”.
 
A Igreja que está em Mariana, se alegra neste ano jubilar. Pelo Dom da vocação sacerdotal, fiéis ministro a serviço do altar. Respondendo ao convite do Senhor: “permanecei no meu amor”.
(6º, 7º e 8º Domingo)
 
 
 
 
 Vamos Juntos Celebrar "2º ao 8º Domingo do Tempo Comum"

 

2017

 

2016

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
 
O Natal do Senhor
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
Refrão Meditativo 
 
É festa de grande alegria nasceu o Menino Jesus. Ternura no céu que na terra brotou, trouxe paz, trouxe amor, trouxe luz. Venham todos cantar, é Natal do Menino Jesus. (Natal, Sagrada Família)
 
Maria tão meiga, tão pura, seu rosto resplende a paz. No berço repousa suave Jesus, Ele é Deus, muito amor Ele traz. Venham todos cantar, é Natal do Menino Jesus. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Jesus, tu és a luz dos olhos meus! Jesus, brilhe esta luz nos passos meus, seguindo os teus!
(Epifania e Batismo do Senhor)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Nasce Jesus em Belém, noite de paz e de luz. Glória, alegria e amor, nasce em Belém Jesus.
 
Natal, natal, natal, nasceu o nosso Deus. Natal, natal, natal, entoam os anjos no céu.
 
Uma luz em nossas trevas, de repente trouxe o dia. É o Filho do Pai eterno, Filho também de Maria.
 
Cantai, cantai ao Senhor, um canto novo em louvor por tão grande maravilha, canto de glória e amor.
 
Glória no mais alto céu, glória a Jesus Salvador. Cantem todos com amor, a nova luz que brilhou.
(Natal, Sagrada Família)
 
Mãe de Deus, nossa querida Mãe, você nos trouxe a Paz, você nos traz o Amor.
Mãe de Deus ensina a sermos irmãos e amar do jeito que Jesus amou.
 
Mãe, a sua vida foi resposta ao Criador e foi escolhida pra gerar o Amor. Deus mandou ao mundo seu Filho, o Senhor. Ele é o nosso Salvador.
 
Mãe do Deus-menino ensinou ao Filho os primeiros passos. Fez Jesus andar. Olha os nossos filhos ensine a mostrar os caminhos do Senhor.
 
Nós cantaremos juntos pedindo paz na terra e rezaremos muito pedindo conversão. Protege os seus filhos que ouvem com atenção, ó Rainha da Paz. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Bem alegres cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor o nosso Deus!
 
Alegrai-vos, ó nações em toda terra com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação em seu amor! (Epifania e Batismo do Senhor)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador!
Kyrie eléison... (Natal, Santa Mãe de Deus, Maria; Batismo do Senhor)

Senhor que sois o Caminho, que nos leva ao Pai.
 
Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Ó Cristo que sois a Verdade, que ilumina os povos.
 
Senhor, que sois dom da Vida, que renova o mundo. (Sagrada Família, Epifania do Senhor)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia!
Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia!
 
Glória, gloria no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida!
 
Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai!
 
Glória a Deus Uno e Santo, Pai Espírito e Filho! Glória a Deus Uno e Trino! Glória ao Deus comunhão!
(Natal, Santa Mãe de Deus, Maria e Epifania do Senhor)
 
Glória, glória nas alturas, paz e amor na terra aos homens, dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
 
Nós vos louvamos, ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
Nós vos louvamos, Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
Espírito Santo, consolador, vós que sois vida e sois Senhor.
(Sagrada Família e Batismo do Senhor)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 95 
Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor. (Natal – Missa da Noite)
 
Salmo 96
Brilha hoje uma luz sobre nós, pois nasceu para nós o Senhor. (Natal – Missa da Aurora)
 
Salmo 97
Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. (Natal – Missa do Dia)
 
Salmo 127
Felizes os que temem o Senhor e trilham seus caminhos! (Sagrada Família)
 
Salmo 66
Que Deus nos dê a sua graça e a sua bênção. (Santa Mãe de Deus, Maria)

Salmo 71
As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor! (Epifania do Senhor)
 
Salmo 28
Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo! (Batismo do Senhor)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia! Aleluia! Já nasceu o Salvador! Aleluia! Aleluia! Deus nos visitou! (bis)
 
Eu vos trago a boa nova e uma grande alegria: é que hoje vos nasceu o Salvador, Cristo, o Senhor.
(Natal – Missa da Noite)
 
Glória a Deus nos altos céus, e paz na terra entre os homens, que ele ama. Aleluia. (Natal – Missa da Aurora)
 
Despontou o santo dia para nós: Ó nações, vinde adorar o Senhor Deus, porque hoje grande luz brilhou na terra! (Natal – Missa do Dia)
 
Que a paz de Cristo reine em vossos corações e ricamente habite em vós sua palavra! (Sagrada Família) 
 
De muitos modos, Deus outrora nos falou pelos profetas; nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Vimos sua estrela no Oriente e viemos adorar o Senhor. (Epifania do Senhor)
 
Abriram-se os céus e fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado; escutai-o, todos vós!
(Batismo do Senhor)
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)

ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Salvai-nos, Senhor, pela vossa misericórdia. (Natal do Senhor)
 
Protegei, Senhor, todas as famílias. (Sagrada Família)
 
Concedei-nos, Senhor, a unidade e a paz. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Dai-nos, Senhor, a vossa Salvação. (Epifania do Senhor)
Confirmai-nos, Senhor, no vosso Espírito. (Batismo do Senhor)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Quando nasceste trouxeram ouro, perfume, sedas, pra te servir. E os pobrezinhos, vestindo couro, vieram só ver-te, ver-te e sorrir. (bis)
 
Hoje trazemos o pão e o vinho, pomos a mesa do santo altar: se a gruta ensina qual é o caminho, o altar revela que a lei é amar. (bis)
 
O mundo salvas tão docemente; numa família, de São José. Possa essa mesa fazer da gente irmãos unidos no amor e fé. (bis) 
(Natal, Sagrada Família e Epifania do Senhor)
 
As nossas mãos se abrem, mesmo na luta e na dor. E trazem pão e vinho para esperar o Senhor.
Deus ama os pobres, e se fez pobre também. Desceu à terra e fez pousada em Belém.
 
As nossas mãos se elevam para, num gesto de amor, retribuir a vida que vem das mãos do Senhor.
 
As nossas mãos se encontram na mais fraterna união. Façamos deste mundo, a grande Casa do Pão!
 
As nossas mãos sofridas, nem sempre têm o que dar. Mas vale a própria vida de quem prossegue a lutar.
(Santa Mãe de Deus, Maria e Batismo do Senhor)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O céu e a terra proclamam, a vossa glória. Hosana nas alturas! Hosana! (bis) Bendito aquele que vem em nome do Senhor (bis) Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
(Natal; Santa Mãe de Deus, Maria; Epifania do Senhor)
 
Santo, Santo é o Senhor, terra e céus cantam em seu louvor. Santo, proclamam suas criaturas. Hosana, hosana, hosana nas alturas. Hosana, cantemos, hosana louvemos com filial ternura. Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz em plenitude do amor. Hosana! (Sagrada Família e Batismo do Senhor)
 
ABRAÇO DA PAZ
 
Deus nos abençoe, Deus nos dê a paz. /A paz que só o amor é que nos traz./ (bis)
 
A paz na nossa vida, no nosso coração e a benção para toda criação. 
 
A paz na nossa casa nas ruas, no país e a benção da justiça que Deus quis.
 
A paz pra quem viaja, a paz pra quem ficou e a benção do conforto a quem chorou. 
 
A paz entre as Igrejas e nas Religiões e a benção da irmandade entre as nações.
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Nós somos pastores e vamos adorar, o Deus feito homem, que é pão no altar.
 
Jesus vem nascer em cada cristão, Jesus vem trazer a paz e a união.
 
Estamos sedentos de fraternidade, ouvidos atentos à voz da verdade.
 
No humilde presépio, o céu encontramos: Jesus e Maria a quem nós amamos.
 
Alguém tão zeloso, um homem de fé, nós só encontramos no amigo José.
 
A Igreja com cantos celebra, unida, momentos felizes, a festa da vida.
 
E nós comungando queremos dizer que em nossa pessoa Jesus vai nascer.
 
Firmamos pra sempre real compromisso, é aos pobres, aos fracos o nosso serviço.
(Natal e Epifania do Senhor)

Deus nos espera em Belém, sabe da fome que temos! Vamos à casa do pão: lá nosso irmão nós veremos!
 
Toda a bondade de Deus, desde o começo vigora. Felizes todos os povos: hoje conosco ele mora!
 
Foram Maria e José os escolhidos da vida que viram a felicidade em se entregar sem medida.
 
Anjos cantaram por lá cantos de plena alegria e quem se fez vigilante viu que o Menino sorria.
 
Longe uma estrela brilhou e nos chamou para perto e quem buscou a verdade viu que há bem mais que o deserto.
 
Justo e piedoso ancião teve o Consolo em seus braços e quem a luz procurava pôde seguir os seus passos. 
 
Eis nossa paz, nosso Bem! Que a humanidade se esmere em Teu olhar, gesto e passo, postos no amor que a prefere! (Sagrada Família)
 
Nós buscamos a vida em ti, Senhor, pois sustentas com ela o nosso amor. E pedimos concedas cada dia a paz que tu, somente tu nos podes dar.
 
Onde há ódio, levemos o amor. Onde há ofensa, levemos o perdão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há discórdia, levemos a união; onde há incerteza, levemos nossa fé. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto doamor.
 
Onde há erro, levemos a verdade, onde há tristeza, levemos a alegria. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há angústia, levemos a esperança; onde há trevas, levemos tua luz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há doença, levemos o conforto; onde há fome, levemos nosso pão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há injustiça, levemos compreensão; onde há guerra, levemos tua paz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor. (Santa Mãe de Deus, Maria; Batismo do Senhor)
 
Deposição da Imagem do Menino Jesus no presépio
(Enquanto todos cantam, segue a procissão até ao presépio de onde o presidente da celebração abençoará)
 
Cristãos, vinde todos com alegres cantos. Oh! Vinde, oh! Vinde até Belém. Vede nascido, vosso Rei eterno.
 
Oh! Vinde adoremos, Oh! Vinde adoremos, Oh! Vinde adoremos o Salvador!
 
Humildes pastores deixam seu rebanho e alegres acorrem ao Rei do céu. Nós, igualmente, cheios de alegria.
O Deus invisível de eternal grandeza, sob véus de humildade, podemos ver. Deus pequenino, Deus envolto em faixas! 
 
Noite feliz! Noite feliz! Ó Senhor, Deus de amor, pobrezinho nasceu em Belém. Eis na lapa Jesus, nosso bem! Dorme em paz, ó Jesus...
 
Noite feliz! Noite feliz! Ó Jesus, Deus da luz, quão afável é teu coração, que quiseste nascer nosso irmão, e a nós todos salvar...
 
Noite feliz! Noite feliz! Eis que no ar vêm cantar aos pastores os anjos dos céus, anunciando a chegada de Deus, de Jesus salvador...
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
Magnificat, magnificat, é o canto de amor, minha alma engrandece a Deus ,meu salvador.
 
Canta coração, alegre e feliz, com gratidão a Deus bendiz. (bis)
 
Santo é seu nome que está em toda terra, puro é o seu amor, que alegria encerra. (bis)
 
Nossa união é um milagre de amor, vindo de Jesus, o nosso salvador. (bis)
 
Deus é Pai Fiel de ninguém se esquece, obrigado oh Deus, ouve esta prece. (bis)
 

 Vamos Juntos Celebrar "O Natal do Senhor"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
O Advento do Senhor!
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
(Enquanto a assembleia canta, acende-se a vela da Coroa do Advento, em seguida todos rezam a oração. Após a oração canta-se novamente o refrão e dá-se início à procissão de entrada)
 
1º DOMINGO
 
Senhor vem salvar teu povo das trevas, da escuridão. Só Tu és nossa esperança, és nossa libertação. Vem, Senhor, vem nos salvar! Com teu povo vem caminhar (bis).
 
Todos: Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
2º DOMINGO
 
Ouço uma voz vindo da montanha, ouço cada dia melhor. Ouço uma voz vindo da montanha, e eis uma voz a clamar: Preparai o caminho (bis) Preparai o caminho do Senhor! (bis).
 
Todos: Senhor Deus, preparai os nossos corações com a força da vossa graça, para que, ao chegar o Cristo, vosso Filho, nos encontre dignos do banquete da vida eterna e ele mesmo nos sirva o alimento celeste. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
3º DOMINGO
 
Alegrai-vos: Ele está bem perto; sim, alegrai-vos mais no Senhor!
 
Todos: Ó Deus, que manifestastes o vosso Salvador até os confins da terra, dai-nos esperar com alegria a glória do seu natal. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
4º DOMINGO
 
Nossos olhos ganharão nova luz, com a tua presença Jesus. (bis)
 
Todos: Cheguem à vossa presença, ó Deus, as nossas orações suplicantes, e possamos celebrar de coração puro o grande mistério da encarnação do vosso Filho. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
 
CANTO DE ENTRADA
 
Vigia esperando a aurora qual noiva esperando o amor. //É assim que o servo espera a vinda do seu Senhor// (bis).
 
Ao longe, um galo vai cantar seu canto, o sol no céu vai estender seu manto. Na madrugada eu estarei desperto, que já vem perto o dia do Senhor.
 
A minha voz vai acordar meu povo, louvando a Deus que faz um mundo novo. Não vou ligar se a madrugada é fria, que um novo dia logo vai chegar.
 
Se é noite escura, acendo a minha tocha, dentro do peito o sol já desabrocha. Filho da luz, não vou dormir, vigio: Ao mundo frio vou levar o amor! (1º Domingo)
 
O Senhor vem ao nosso encontro, o Senhor vem nos libertar! O Senhor vem ao nosso encontro.
 
Todo espaço vazio do coração seja pleno de luz e de alegria. Todo ódio transforme-se em perdão, toda treva se torne luz do dia.
 
Todo pranto em sorriso se transforme, o convívio domine a solidão. Vida nova desperte o amor que dorme, pois Jesus vem trazer a salvação.
 
Cantem todos um hino de louvor, aclamando o menino de Belém. Todo o povo receba o seu Pastor a guiar nos caminhos para o bem. (2º Domingo)
 
Bem alegres cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor o nosso Deus!
 
Alegrai-vos, ó nações em toda terra com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação em seu amor! (3º Domingo)
 
Senhora seguiste o caminho que à prima Isabel te levou. Serviço, trabalho e carinho o teu coração ofertou.
 
Visita, Senhora, teu povo, que a ti continua fiel, repete este gesto de novo, que encheu de alegria Isabel.
 
Conduz nossos passos, Maria, aponta o caminho do irmão. Presença, trabalho, alegria são frutos da nossa missão. 
 
Nas horas difíceis da vida conosco presente estarás. Tu és a melhor acolhida, abraço de força e de paz.
 
Contigo, Deus Pai exaltamos e o Filho Jesus Redentor. O Espírito Santo louvamos unidos na ação e no amor.   (4º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a bondade, tudo nos destes de graça, derramai sobre este povo, Vosso perdão que não passa.
 
Por vossa misericórdia: tende piedade de nós. Tende piedade de nós. (bis).
 
Cristo que sois a expressão do terno amor de Deus Pai, dai-nos um coração novo, de todo o mal nos livrai.
 
Senhor que sois compaixão, fonte de felicidade, para este povo que luta dentro da comunidade.                           (1º e 3º Domingo)
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador! Kyrie eléison...(2º e 4º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 121
Que alegria, quando ouvi que me disseram: "Vamos à casa do Senhor!"
 
Salmo 71
Nos seus dias a justiça florirá.
 
Salmo 145
Vinde, Senhor, para salvar o vosso povo!
 
Salmo 23
O Rei da glória é o Senhor onipotente; 
Abri as portas para que Ele possa entrar! 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
Aleluia, Aleluia! (bis)
 
Vem mostrar-nos, ó Senhor (bis), tua grande compaixão (bis). Dá-nos tua salvação! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (1º Domingo)
 
Voz que clama no deserto (bis): preparai-lhe um caminho, (bis) uma estrada ao Senhor. (bis) Aleluia, aleluia!(bis) (2º Domingo)
 
O Espírito consagrou-me (bis). E mandou-me anunciar (bis). Boa Nova para os pobres! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (3º Domingo)
 
Eis a serva do Senhor! (bis) Que em mim venha cumprir-se (bis) tudo quanto me disseste! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (4º Domingo)
 
PROFISSÃO DE FÉ
 
Antes e ao final do Credo Apostólico, pode-se cantar o seguinte refrão:
 
Eu creio em Deus que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou. Feliz eu sou. Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar, a minha vida tem valor. Feliz eu sou.
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, aguardamos vossa vinda gloriosa. (1º Domingo)
 
Senhor, salvai-nos, pela vossa misericórdia. (2º Domingo)
 
Senhor, concedei-nos a alegria de vos encontrar. (3º Domingo)
 
Senhor, visitai nosso coração com a vossa graça. (4º Domingo)
 
PRECE DA EVANGELIZAÇÃO
 
(Esta prece concluirá a Oração dos Fiéis, exceto no domingo do dízimo)
 
Pai Santo, quisestes que a vossa Igreja fosse no mundo fonte de salvação para todas as nações, a fim de que a obra do Cristo que vem continue até o fim dos tempos. Aumentai em nós o ardor da evangelização, derramando o Espírito prometido, e fazei brotar em nossos corações a resposta da fé. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Do céu vai descer o cordeiro. É dom, puro dom salvação. No altar do penhor verdadeiro, também vamos ser oblação! 
 
Eis, Senhor a tua vinha, frutos mil te traz Senhor, mas teu povo, que caminha mais que fruto é dom de amor! 
 
Na terra já brota a esperança e a graça de Deus vem dizer. Que o povo da nova Aliança também oferenda vai ser. 
 
Irmãos na fé viva, exultantes, partilham o pão sempre mais. E campos jamais verdejantes, também já se tornam trigais! (1º e 3º Domingo)
 
Bendito sejais, ó Deus, Pai querido, no pão que do trigo a terra nos deu. Por ele nos dais a força, o sustento e o Cristo-alimento, Pão vivo do Céu.
 
Apresentamos nossos dons, ó Deus da vida e caminhamos rumo à Terra prometida (bis).
 
Sejais Deus, bendito na terra, na chuva, no cacho de uva que em vinho mudou. O fruto bonito da luta de irmãos se faz salvação na mesa do amor.
 
Bendito sejais, por nossa mãe terra que bênçãos encerra e a vida nos dá; mas geme entre dores, de parto e agonia, na espera do dia que o bem vencerá. (2º e 4º Domingo)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam a vossa glória.
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
 
Bendito Aquele que vem em nome do Senhor (bis)
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo.
Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
 
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor.
Hosana...
 
CANTO DA COMUNHÃO
É tempo do meu advento, da vinda surpresa no meio de vós, por isso conclamo profetas, que ao longo da terra elevem sua voz. É tempo de um novo Isaías, que, atento aos rumos da vida indique um caminho novo, e a libertação para todo o meu povo! 
 
Isaías, Isaías! Anuncia o Messias, e consola o povo meu. (bis)
 
Que eleve sua voz contra todos aqueles que levam uma vida maldosa, que aja com grande energia, que implante a justiça e aos pobres console. Que anuncie uma nova esperança, e um Deus que é sempre presença. Que a todos os homens conteste, e no meio dos povos se torne um profeta.
 
Eu quero que todos os homens caminhem segundo os critérios de Deus. Eu quero uma tal comunhão, que eu possa chamá-los de filhos meus! Eu quero as crianças sorrindo, sempre ao ver novo mundo surgindo. Eu quero esperança maior para aqueles que lutam por um mundo melhor.
 
Vá enche a terra de esperança ô ô pois junto a ti, junto a ti sempre estou ôô ôô. Leva a tua fé e sê um sinal ôô, pois Emanuel, Emanuel já vai voltar ôô ôô. Crê no meu amor ele é constante ôô, pois junto a ti sempre estou, ôô ôô.
 
É tempo de ter mais justiça, não hipocrisia no meio de nós. De gente que goste de gente, e espere contente o Messias voltar. É tempo de ter solução para um mundo que segue pro mal. Por isso você é escolhido e a esse povo sofrido será meu sinal. (1º e 2º Domingo)
 
Convertei-nos, Senhor Deus do mundo inteiro, sobre nós a vossa face iluminai.
Se voltardes para nós, seremos salvos, vós que sobre os anjos todos assentais.
 
Arrancastes do Egito esta videira, e expulsastes muita gente pra plantá-la.
Diante dela preparastes terra boa, vinde logo Senhor, vinde depressa pra salvá-la.
 
Suas raízes se espalharam pela terra, e seus ramos recobriram o sertão.
Levantai-vos, vinde logo em nosso auxílio, libertai-vos pela vossa compaixão.
 
Seus rebentos atingiram as montanhas, verdes mares, longos rios e palmeiras.
Vinde logo, Senhor Deus do universo, visitai a vossa vinha e protegei-a.
 
Vossa mão foi quem plantou esta videira, vinde cuidar destes rebentos que firmastes.
E aqueles que a cortarem ou queimarem, vão sofrer ante o furor de vossa face.
 
Até quando ficaremos esperando? Escutai a oração do vosso povo.
Vinde livrar-nos e banir da nossa história, tanto pranto amargo e copioso.
 
Estendei a vossa mão ao protegido, que escolhestes para vós, o Filho do Homem.
E jamais vos deixaremos Senhor Santo, dai-nos vida e louvaremos vosso Nome.
(3º Domingo)
 
Povo de Deus foi assim: Deus cumpriu a Palavra que diz: uma Virgem irá conceber, e a visita de Deus me fez mãe. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender a humildade, a confiança total e escutar o teu Filho que diz:
 
Senta comigo à minha mesa, nutre a esperança reúne os irmãos. Planta meu Reino, transforma a terra, mais que coragem, tens minha mão.
 
Povo de Deus foi assim: nem montanha ou distância qualquer me impediu de servir e sorrir. Visitei, com meu Deus, fui irmã. Mãe do Senhor, nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: desapego, bondade, teu “sim,” e acolher o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: meu Menino cresceu e entendeu que a vontade do Pai conta mais, e a visita foi Deus quem nos fez. Mãe do Senhor, nossa Mãe nós queremos contigo aprender: a justiça, a vontade do Pai e entender o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: da verdade jamais se afastou. Veio a morte e ficou nosso pão. Visitou-nos e espera por nós. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: a verdade, a firmeza, o perdão e seguir o teu Filho que diz: (4º Domingo)

Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Hoje brota em cada coração, a esperança de um tempo novo onde surgirá uma luz à nação ilumine e proteja nosso povo.
 
É tempo de esperar, pensar e meditar, mudar a nossa vida, buscar a conversão. Que o Cristo esperado, por todos os irmãos, encontre moradia, em cada coração.
 
Todo povo espera com amor, humildade, fé e confiança, que nascerá do Deus da unidade a salvação pra toda humanidade. (1º e 3º Domingo)
Como nasce o sol da aurora, de Maria nascerá, Aquele que a terra seca em jardim converterá. Ó Belém, abre teus braços, ao Pastor que a ti virá. Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!
 
Ouve, ó Pastor do teu povo, vem do alto do céu onde estás! Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!
 
Vem teu rebanho salvar, mostra o amor que lhe tens! Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!       (2º e 4º Domingo)

 

 Vamos Juntos Celebrar "o Advento do Senhor" Domingos

 

 Vamos juntos Celebrar "O Advento do Senhor" Dias Feriais

 

  Vamos Juntos Celebrar "Tempo Comum" Dias Feriais

  

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
29º ao 34º Domingo do Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Confiemo-nos ao Senhor! Ele é justo e tão bondoso.
 
Confiemo-nos ao Senhor! Aleluia! (29º Domingo)
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre o cantarei. (30º Domingo)
 
Queremos ver Jesus, Caminho, Verdade e Vida! Queremos ver Jesus, queremos ver Jesus! (31º Domingo)
 
Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz da vida terá!
(32º Domingo/Todos os Santos e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
Nada te perturbe, nada te espante, tudo, tudo passa só Deus não muda. A paciência tudo alcança, nada te falta com Deus no coração: Só Deus, só Deus, te basta!
(33º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Venham trabalhar na minha vinha, dilatar meu Reino entre as nações. Convidar meu povo ao banquete. Quero habitar nos corações.
 
Unidos pela força da oração, ungidos pelo espírito da missão, vamos juntos construir uma Igreja em ação.
 
Venham trabalhar na minha vinha, espalhar na terra o meu amor. Muitos não conhecem a Boa Nova, vivem como ovelhas sem pastor. (29º e 30º Domingo)
 
Tua família aqui reunida vem hoje pedir-te, Senhor, a paz que nos vem de tua vida e é fruto do teu amor.
 
Quando o ódio, a vingança, o rancor, vierem nos destruir, nós queremos ser em tuas mãos instrumentos do teu amor.
 
Quando a treva, que ao erro conduz, cegar muitos corações, nós queremos ser em tuas mãos instrumentos da tua luz.
 
Quando a ofensa, a discórdia, enfim, romperem a união, nós queremos ser em tuas mãos instrumentos do teu perdão. (31º e 33º Domingo)
 
Vejo a multidão em vestes brancas, caminhando alegre jubilosa, é a aclamação de todo povo que Jesus é seu Senhor.
 
Também estaremos nós um dia assim regenerados pelo amor. Nessa esperança viveremos, somos a família dos cristãos. Nossa lei é sempre o amor.
 
Povo que caminha rumo à Pátria, a nova cidadela dos cristãos. Passos firmes, muita fé nos olhos,muito amor carregam, são irmãos. Nossa lei é sempre o amor.
 
Nós aqui estamos ansiosos, celebrando o dia do Senhor. Não nos custa crer, pois afinal, unidos já estamos no amor. Nossa lei é sempre o amor. (32º Domingo/Todos os Santos)
 
Tu és o Rei dos reis! O Deus do Céu deu-te reino, força e glória,
E entregou em tuas mãos a nossa história, Tu és Rei, e o amor é tua lei!
 
Sou o primeiro e o derradeiro, fui ungido pelo amor.
Vós sois meu povo, eu vosso Rei e Senhor Redentor!
 
Vos levarei às grandes fontes, dor e fome não tereis.
Vós sois meu povo, eu vosso Rei. Junto a mim vivereis! (34º Domingo/Cristo Rei)
 
ATO PENITENCIAL
 
Eu confesso a Deus e a vós irmãos, tantas vezes pequei não fui fiel:
Pensamentos e palavras, atitudes e omissões... Por minha culpa, tão grande culpa.
 
Senhor, piedade! Cristo piedade! Tem piedade, ó Senhor (bis)
 
Peço a Virgem Maria, nossa Mãe e a vós, meus irmãos, rogueis por mim.
A Deus Pai que nos perdoa e nos sustenta por sua mão. Por teu amor, Teu grande amor. 
(29ª e 32º Domingo/Todos os Santos)
 
Senhor, tende piedade dos corações arrependidos.
Tende piedade de nós, tende piedade de nós! (bis)
 
Jesus, tende piedade dos pecadores, tão humilhados.
 
Senhor, tende piedade Intercedendo por nós ao Pai.
(30º e 33º Domingo)
 
Senhor que viestes para perdoar não para condenar, tende piedade de nós.
Senhor tende piedade de nós, tende piedade de nós, piedade de nós. (bis)
 
Cristo que vos alegrais pelo pecador que se arrepende, tende piedade de nós.
 
Senhor que muito perdoais há quem muito ama, sois misericórdia, tende piedade de nós.
(31º e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)
 
Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.
 
Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai.
(29ª e 32º Domingo/Todos os Santos)
 
Glória, Glória! Anjos no céu cantam todos seu Amor! E na terra, homens de paz: Deus merece o louvor!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos, damos glória ao vosso nome vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai. Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor com o Espírito Divino de Deus Pai no esplendor!
(30º e 33º Domingo)
 
Glória a Deus, lá nos céus e paz na terra aos seus amados (bis).
 
Glória a Deus do universo, paz a toda a humanidade. Rei do céu é o Senhor, Deus, Pai todo poderoso.
 
Vos louvamos e adoramos, damos glória e bendizemos. Vos louvamos, ó Senhor, pela vossa imensa glória.
 
Cristo, Filho unigênito, Senhor Deus, Cordeiro Santo. Sois o Filho de Deus Pai, destruístes o pecado.
 
Vós que estais junto do Pai, perdoai nossos pecados. Vós somente sois o Santo, acolhei as nossas preces.
 
Vós, altíssimo Senhor, com o Espírito Divino, vós somente sois o Santo, acolhei as nossas preces.
(31º e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 120
Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra.
(29º Domingo)
 
Salmo 33
O pobre clama a Deus e ele escuta: o Senhor liberta a vida dos seus servos.
(30º Domingo)
 
Salmo 144
Bendirei eternamente o vosso nome; para sempre, ó Senhor, o louvarei!
(31º Domingo)
 
Salmo 23
É assim a geração dos que procuram o Senhor! 
(32º Domingo/Todos os Santos)
 
Salmo 97
O Senhor virá julgar a terra inteira; com justiça julgará.
(33º Domingo)
 
Salmo 121
Quanta alegria e felicidade: vamos à casa do Senhor!
(34º Domingo/Cristo Rei)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO 
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
 
A Palavra de Deus é viva e eficaz, em suas ações; penetrando os sentimentos, vai ao íntimo dos corações.
(29º Domingo)
 
O Senhor reconciliou o mundo em Cristo, confiando-nos sua Palavra; a Palavra da reconciliação, a Palavra que hoje, aqui, nos salva. (30º Domingo)
 
Deus o mundo tanto amou, que seu Filho entregou! Quem no Filho crê e confia, nele encontra eterna vida!
(31º Domingo) 
 
Vinde a mim, todos vós que estais cansados e penais a carregar pesado fardo, e descanso e vos darei, diz o Senhor. (32º Domingo/Todos os Santos)
 
Levantai vossa cabeça e olhai, pois, a vossa redenção se aproxima! (33º Domingo)
 
É bendito aquele que vem vindo, que vem vindo, em nome do Senhor; e o Reino que vem seja bendito, ao que vem e a seu Reino, o louvor! (34º Domingo/Cristo Rei)
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Oração do Mês Missionário
 
Pai de misericórdia, que criaste o mundo e o confiaste aos seres humanos. Guia-nos com teu Espírito para que, como Igreja missionária de Jesus, cuidemos da Casa Comum com responsabilidade. Maria, Mãe Protetora, inspira-nos nessa missão. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Que maravilha, Senhor, estar aqui! Sentir-se Igreja reunida a celebrar. Apresentando os frutos do caminho, no pão e vinho, ofertas deste altar.
 
Bendito sejais por todos os dons! Bendito sejais pelo vinho e pelo pão! Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre. (bis)
 
Que grande bênção servir nesta missão, missão de Cristo, tarefa do cristão. Tornar-se Igreja, formar comunidade, ser solidário, tornar-se um povo irmão.
 
Que graça imensa viver a mesma fé; ter esperança a um mundo bem melhor; na caridade sentir-se familiares, lutando juntos em nome de Senhor. (29º e 31º Domingo)
 
Muitos grãos de trigo se tornaram pão. Hoje são teu corpo, ceia e comunhão. Muitos grãos de trigo se tornaram pão.
 
Toma Senhor, nossa vida em ação, para mudá-la em fruto e missão. Toma Senhor, nossa vida em ação, para mudá-la em missão.
 
Muitos cachos de uva se tornaram vinho. Hoje são teu sangue, força no caminho. Muitos cachos de uva se tornaram vinho.
 
Muitas são as vidas feitas vocação, hoje oferecidas em consagração. Muitas são as vidas feitas vocação.
(30º e 33º Domingo)
 
Procurei o amor, procurei a alegria. E agora eu sou feliz, pois enfim eu te encontrei. 
 
Agora eu sei que tu és a vida, a vida. Nunca mais eu irei te deixar.
 
Eu não vou levar a vida, vou viver intensamente. Pois contigo eu sou maior, Tu serás o meu presente.
 
Sou feliz sempre ao teu lado, ó Jesus, meu redentor. Proclamar teu nome eu vou, na alegria e também na dor.
 
Eu agora sou feliz, em tua mão já me senti. Pois o amor e a alegria, felicidade estão em ti.
(32º Domingo/Todos os Santos)
 
Bendito sejas ó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Vê com bons olhos nossas humildes ofertas. Tudo o que temos seja pra ti, ó Senhor!
 
Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos, glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas.
(34º Domingo/Cristo Rei)
 
Santo
Santo é o Senhor e Deus de nossos pais. A Ele o poder e a glória para sempre! (bis)
Hosana (hosana) Hosana... Hosana ao Senhor (bis).
Bendito o que vem em nome do Senhor, com todos os santos cantamos seu louvor (bis)
(29º e 30º Domingo)
 
Glorificarei teu nome, ó Deus! Com cânticos te celebrarei. És Santo, ó Pai, és Santo ó Pai! A ti todo louvor! Hosana, hosana, hosana ao nosso Rei! (bis)
Bendito o que vem em nome do Senhor! O céu e a terra proclamam seu louvor. Te exaltarei, te exaltarei! Darei o meu louvor! Hosana... (31º e 33º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo é o nosso Deus. Cheios de amor, a Ele toda glória e louvor. O céu e a terra proclamam sua glória. Hosana, hosana, hosana ao Rei da luz. Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana ao nosso Rei Jesus. (32º Domingo/Todos os Santos e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Ao partir o pão numa refeição aos seus comensais, falou Jesus: Isto vós fareis em recordação do meu grande amor por vós na cruz.
 
O que eu fiz, vós fareis, disse o Senhor pra recordar e festejar meu grande amor. Ao celebrar a refeição que fez Jesus eu quero amar como ele amou até a cruz.
 
Povo a caminhar, na escuridão, Cristo é uma luz a nos guiar! Eu a recebi junto deste altar para iluminar quem quer andar.
 
Povo a caminhar na escuridão vem te libertar, Jesus aqui. Hei de anunciar a libertação que na comunhão, aqui senti!
 
Povo a caminhar, sem se alimentar, Cristo é o pão que dá vigor. Encontrei aqui para repartir o vigor do pão do teu amor!
 
Povo a caminhar arrastando a dor Cristo é salvação que vem da cruz. Aprendi aqui a testemunhar como transformar a dor em luz! (29º e 32º Domingo/Todos os Santos)
 
Um canto novo vem meu povo, a Deus cantar não mais o véu te esconde o céu e seu louvor, as maravilhas de teu Deus vem proclamar e neste Pão celebra então o teu Senhor.
 
Canta meu povo, canta, canta o louvor de Deus. Nesta migalha santa já sentirás o céu! Canta o teu novo dia, o renascer do amor, sê nesta Eucaristia, louvor de Deus, louvor!
 
Teu Deus amigo só contigo então sonhou, e quis remir no teu luzir as mil nações, só o teu sonho sempre o céu acalentou, só teu cantar faz exultar os corações.
 
Quer esta mesa mais riqueza partilhar, é no teu Deus que os sonhos teus vão mais florir. No firmamento mais estrelas vão brilhar, e mais serás farol de paz a redimir.
 
Teu Deus amigo, só contigo então sonhou, e quis remir no teu luzir as mil nações, só o teu sonho sempre o céu acalentou, só teu cantar faz exultar os corações.
(30º e 33º Domingo)
 
O meu Reino tem muito a dizer, não se faz como quem procurou aumentar os celeiros bem mais e sorriu. Insensato, que valem tais bens se hoje mesmo terás o teu fim. Que tesouros tu tens pra levar além?
 
Sim, Senhor, nossas mãos vão plantar o teu Reino. O teu pão vai nos dar teu vigor, tua paz.
 
O meu Reino se faz bem assim: se uma ceia quiseres propor não convides amigos, irmãos e outros mais. Sai à rua à procura de quem não puder recompensa te dar que o teu gesto lembrado será por Deus.
 
O meu Reino quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem, sacerdote e levita que vão sem cuidar. Mas se mostra em quem não se contém, se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu no chão.
 
O meu Reino não pode aceitar quem se julga melhor que os demais por cumprir os preceitos da lei, um a um. A humildade de quem vai além e se empenha e procura o perdão, é o terreno onde pode brotar a paz.
 
O meu Reino é um apelo que vem transformar as razões de viver, que te faz desatar tantos nós que ainda tens. Dizer sim é saberes repor tudo quanto prejuízo causou, dar as mãos, repartir, acolher, servir. (31º e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Canta, povo de Deus canta, glorifica seu nome e canta, poderoso é o Senhor.
 
Pois seu poder age no meio de nós, e sua graça restaura nossa vida, se estamos fracos, Ele nos dá sua força e sua grandeza nos leva a conhecer.
 
Louva, povo de Deus louva, glorifica seu nome e louva, poderoso é o Senhor. Pois seu poder...
Reza, povo de Deus reza, glorifica seu nome e reza, poderoso é o Senhor. Pois seu poder...
Ama, povo de Deus ama, glorifica seu nome e ama, poderoso é o Senhor. Pois seu poder...
(29º e 32º Domingo/Todos os Santos)
 
Pelo batismo recebi uma missão, vou trabalhar pelo Reino do Senhor. Vou anunciar o Evangelho para os povos, vou ser profeta, sacerdote, rei e pastor. Vou anunciar a Boa Nova de Jesus, como profeta recebi esta missão, lá onde eu for serei fermento, sal e luz, levando a todos a mensagem de cristão.
 
O evangelho não pode ficar parado, vou anunciá-lo, esta é minha obrigação. A messe é grande e precisa de operários, vou cooperar na evangelização. Sou mensageiro enviado do Senhor, onde houver trevas irei levar a luz. Também direi a todos que Deus é Pai, anunciando a mensagem de Jesus. (30º e 33º Domingo)
 
Quero ouvir teu apelo, Senhor ao teu chamado de amor responder. Na alegria te quero servir e anunciar o teu Reino de amor.
 
E pelo mundo eu vou cantando o teu amor, pois disponível estou, para servir-te, Senhor! (bis)
 
Dia a dia tua graça me dás, nela se apóia o meu caminhar. Se estás ao meu lado, Senhor o que, então, poderei eu temer?! (31º e 34º Domingo/Cristo Rei)
 
 
 Vamos Junmtos Celebrar "29º ao 34º Domingo do Tempo Comum"
 
 
VAMOS JUNTOS CELEBRAR
24º ao 28º Domingo do Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
 O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre o cantarei. (24º e 27º Domingo)
 
Confiemo-nos ao Senhor, Ele é justo e tão bondoso. Confiemo-nos ao Senhor, aleluia! (25º e 28º Domingo) 
 
É uma luz tua Palavra, é uma luz pra mim, Senhor! Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta luz em mim Senhor!(26º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Vinde, aprendei um caminho que é novo, é a casa do Pai à vossa espera: olhar e gestos diferentes à luz do perdão que o mal supera.
 
Trazei as redes do vosso trabalho, o vosso empenho, o suor que dão sustento! Trazei também vossa voz e todo anseio. Não quero ver-vos dispersos, ao relento.
 
E quem, vivendo em espírito pobre, escolhe a paz e tem sede de justiça, jamais se entrega, e por isso é perseguido. Que não o vençam cansaço nem cobiça!
 
Não vim trazer o caminho mais fácil, vim recompor, renovar por dentro e fora. E quem quiser mundo novo como Eu quero, venha comigo, plantá-lo desde agora. 
(24º Domingo)
 
Jesus Cristo anunciava por primeiro, um novo reino de justiça e seus valores: vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro, e muito menos agradar a dois senhores. 
 
Voz de um profeta contra o ídolo e a cobiça: Endireitai hoje os caminhos do Senhor! Produzi frutos de partilha e de justiça! Chegou o Reino: Convertei-vos ao amor!
 
Não é a riqueza, nem o lucro sem medida, que geram paz e laços de fraternidade; mas todo o gesto de partilha em nossa vida, que faz a fé se transformar em caridade.
 
No evangelho encontrareis a luz divina, não no supérfluo, na ganância e na ambição. Ide e vivei a Boa-Nova que ilumina e a palavra da fraterna comunhão. (25º e 26º Domingo)
 
Venham trabalhar na minha vinha, dilatar meu Reino entre as nações. Convidar meu povo ao banquete. Quero habitar nos corações.
 
Unidos pela força da oração, ungidos pelo espírito da missão, vamos juntos construir uma Igreja em ação.
 
Venham trabalhar na minha vinha, espalhar na terra o meu amor. Muitos não conhecem a Boa Nova, vivem como ovelhas sem pastor. (27º e 28º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL 
 
Senhor, nosso Deus de bondade, atendei vosso povo amado, conheceis as nossas fraquezas. Piedade, piedade de nós! (bis)
 
Ó Cristo, que sois luz do mundo, perdoai nossa grande omissão. Nós que somos um povo sofrido. Piedade...
 
Senhor, que sois misericórdia, libertai-nos de todo rancor. Conduzi-nos em vossos caminhos. Piedade...
(24º, 26º e 28º Domingo)
 
Senhor tende piedade de nós. (bis)
Pai de infinita bondade, que a tua vontade se faça verdade no meio de nós. (bis) Senhor...
Senhor Jesus Cristo, piedade, piedade de mim que não te obedeci nem segui tua voz. (bis). Senhor...
Que teu Espírito Santo nos mostre o caminho, de paz e justiça, sem ódio e sem dor. (bis). Senhor...
Senhor, Senhor, Senhor! (25º e 27º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados.
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
 
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
 
Vós que tirais o pecado do mundo tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica! 
 
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!
 
Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, só vós, o Altíssimo Jesus Cristo. Com o Espírito Santo na glória de Deus Pai, na glória de Deus Pai. Amém! (24º, 26º e 28º Domingo)
 
Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra aos seus amados! A vós louvam Pai celeste, os que foram libertados.
 
Glória a Deus lá nos céus e paz aos seus. Amém!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos; damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos.
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai; vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor; acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor; com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor!
(25º e 27º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
 O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 50
Vou agora, levantar-me, volto à casa do meu pai. (24º Domingo)
 
Salmo 112
Louvai o Senhor, que eleva os pobres! (25º Domingo)
 
Salmo 145
Bendize, minha alma, e louva ao Senhor! (26º Domingo)
 
Salmo 94
Não fecheis o coração; ouvi hoje vosso Deus! (27º Domingo)
 
Salmo 98
O Senhor fez conhecer a salvação e às nações revelou sua justiça. (28º Domingo)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Glória, Aleluia a Cristo! Aclamai de pé! Glória, Aleluia a Cristo! Luz de nossa Fé.
 
São ó Senhor, bem felizes aqueles que em tua casa moram contigo, são teus amigos, pois te louvarão para sempre, Senhor! (24º e 25º Domingo)
 
Aleluia! O Senhor nos chamou pra construir o seu Reino de amor e este mundo mudar (bis). E todo aquele que tudo deixar pra seguir o Senhor não se arrependerá, pois um dia o Pai, com amor infinito, o recompensará.(26º e 27º Domingo)
 
Senhor, fala em nossos corações, Tua mensagem de amor. Revela o caminho a seguir, e fecunda a nossa fé. Tua palavra é o caminho, a verdade, a vida. Estás entre nós, fala-nos Senhor, com a Tua voz, palavras de amor. Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia.
(28º Domingo)
 
 
PROFISSÃO DE FÉ
 
Creio em um só Deus, Pai todo poderoso, criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas.
E, por nós, homens, e para a nossa salvação, desceu dos céus: e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim.
 
Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Pai misericordioso, escutai-nos.
(24º Domingo)
 
Senhor, dai-nos a graça da fidelidade.
(25º Domingo)
 
Concedei-nos, Senhor, entrar no vosso reino.
(26º Domingo)
 
Senhor, aumentai a nossa fé.
(27º Domingo)
 
Senhor, pela vossa compaixão, salvai-nos.
(28º Domingo)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Inserir a Oração do Ano da Vocação Sacerdotal
 
Liturgia Eucarística
 O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Muito alegre eu te pedi o que era meu. Partir, um sonho tão normal. Dissipei meus bens, o coração também. No fim, meu mundo era irreal.
 
Confiei no teu amor e voltei, sim aqui é meu lugar. Eu gastei teus bens, ó Pai, e Te dou este pranto em minhas mãos.
 
Mil amigos conheci, disseram adeus caiu a solidão em mim. Um patrão cruel levou-me a refletir: meu Pai não trata um servo assim.
 
Nem deixaste-me falar da ingratidão morreu, no abraço, o mal que eu fiz. Festa, roupa nova, o anel, sandálias aos pés, voltei à vida, sou feliz. (24º Domingo)
 
Que maravilha, Senhor, estar aqui! Sentir-se Igreja reunida a celebrar. Apresentando os frutos do caminho, no pão e vinho, ofertas deste altar.
 
Bendito sejais por todos os dons! Bendito sejais pelo vinho e pelo pão! Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre. (bis)
 
Que grande bênção servir nesta missão, missão de Cristo, tarefa do cristão. Tornar-se Igreja, formar comunidade, ser solidário, tornar-se um povo irmão.
 
Que graça imensa viver a mesma fé; ter esperança em um mundo bem melhor; na caridade sentir-se familiares, lutando juntos em nome de Senhor. (25º e 27º Domingo)
 
Os dons que trago aqui são o que fiz, o que vivi. O pão que ofertarei, pouco depois comungarei. Assim tudo o que é meu, sinto também que é de Deus.
 
Esforço, trabalhos e sonhos, o amor concreto e feliz deste dia. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, tudo ofertamos ao Pai na alegria.
 
Jesus nos quis chamar para o seguir e ajudar. E aqui nos vai dizer como servir e oferecer. Deus pôs nas minhas mãos para eu partir com meus irmãos. (26º e 28º Domingo)
 
Santo, Santo nosso Deus é Santo. Hosana, hosana nas alturas.
Céus e terra cantem, Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus.
Do universo, Santo é o nosso Deus.
Santo, Santo cante alegremente todo crente, Santo é o nosso Deus.
Santo, Santo nosso Deus é Santo. Hosana, hosana nas alturas. (24º e 26º Domingo)
 
O Senhor é Santo, Ele é nosso Deus. O Senhor é Santo, Ele é nosso Pai. 
O Senhor é Santo, Ele é nossa paz. Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós: (bis).
O Senhor é Santo, Ele é o amor. O Senhor é Santo Amor que refaz. O Senhor é Santo, Ele é nossa paz. Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós:
O Senhor é Santo, hosana. (3v) Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós. (bis).
(25º e 27º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo! Santo Senhor!
Deus do universo! Santo Senhor!
O céu e a terra! Santo Senhor!
Proclamam a vossa glória! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas!
Bendito o que vem! Santo Senhor!
Em nome do Senhor! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! (28º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Eis Jesus, o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!
 
Tomai, comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)
 
Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão neste pão e neste vinho.
 
Vem, Jesus, ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!
 
Precisamos de tua força, vem, Jesus, nos redimir. Vem, inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!
 
Obrigado, meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha quero amar o meu irmão!
(24º e 26º Domingo)
 
Todo aquele que comer do meu Corpo que é doado. Todo aquele que beber do meu Sangue derramado, e crê nas minhas palavras que são plenas de vida, nunca mais sentirá fome e nem sede em sua lida.
 
Eis que sou o Pão da Vida, eis que sou o Pão do Céu, faço-me vossa comida, Eu sou mais que leite e mel.
 
O meu Corpo e meu Sangue são sublimes alimentos, do fraco indigente é vigor, do faminto é o sustento. Do aflito é consolo, do enfermo é a unção, do pequeno e excluído, rocha viva e proteção.
 
Eu sou o Caminho, a Vida, Água Viva e a Verdade, Sou a paz e a luz do mundo sou a própria liberdade. Sou a Palavra do Pai, que entre nós habitou, para que vós habiteis na Trindade onde estou.
 
Eu sou a Palavra Viva, que sai da boca de Deus. Sou a lâmpada para guiar, vossos passos, irmãos meus. Sou o rio, eu sou a ponte, sou a brisa que afaga, sou a água, sou a fonte, fogo que não se apaga.
(25º e 27º Domingo)
 
Nós buscamos a vida em ti, Senhor, pois sustentas com ela o nosso amor. E pedimos concedas cada dia a paz que tu, somente tu nos podes dar.
 
Onde há ódio, levemos o amor. Onde há ofensa, levemos o perdão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há discórdia, levemos a união; onde há incerteza, levemos nossa fé. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto doamor.
 
Onde há erro, levemos a verdade, onde há tristeza, levemos a alegria. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há angústia, levemos a esperança; onde há trevas, levemos tua luz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há doença, levemos o conforto; onde há fome, levemos nosso pão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há injustiça, levemos compreensão; onde há guerra, levemos tua paz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
(28º Domingo)
 
Ritos Finais
 O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Deus é Pai, Deus é amor, Deus é esperança pra quem nele crê. Confiou a construção do Reino de Paz ao homem que ama.
 
Eu creio em Deus que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou, feliz eu sou. Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar a minha vida tem valor, feliz eu sou. 
 
Jesus Cristo caminha conosco amigo e irmão que nos leva ao Pai. Jesus Cristo nasceu e viveu a vida dos homens e ressurgiu.
 
Deus é amor, é consolador, conforta e ampara o pecador. Deus é amor, Espírito Santo destrói o que é mal, dá vida ao que é bom. (24º e 26º Domingo)
 
Ide pelo mundo, ide pelo mundo e anunciai o Evangelho a toda criatura.
 
Eu vos envio, servidores do Reino, onde estiverdes convosco estarei. Eu vos envio despojados de tudo, só levareis a bagagem do amor.
 
Eu vos envio, promotores da paz, ministros sois da reconciliação. Eu vos envio mensageiros alegres, quem encontrardes tratareis com amor.
 
Eu vos envio, testemunhas da vida, clamor supremo, vocação universal. Eu dou a todos a vida plena e fecunda, sinais da morte, combatei, é o mal.
 
Eu vos envio, construtores do amor, fazei irmãos, Deus é Pai, proclamai. Cidade viva, um só povo formai, um só Batismo, só um Senhor adorai.
(25º, 27º e 28º Domingo)
 
 
“Todos os que abraçavam a fé viviam unidos e possuíam tudo em comum”. (At 2,44)
 

 Vamos Juntos Celebrar "24º ao 28º Domindo do Tempo Comum"

 

 VAMOS JUNTOS CELEBRAR

Jubileu: Tempo de dar graças ao Senhor!

 
Entrai por suas portas dando graças (Sl 99,4)
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Eis aqui tua serva, eis aqui tua serva. Que em mim se faça a tua Palavra!
(Dia 05, 08, 11 e 15)
 
Senhor, chamaste-me, aqui estou! Chamaste-me, aqui estou! Ô, ô, ô! Ô, ô, ô! 
Chamaste-me, aqui estou! (Dia 06, 09 e 12)
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre o cantarei. (Dia 07, 10, 13 e 14)
 
ENTRADA
 
Nós te agradecemos Pai eterno, filhos de tão grande amor nascidos. Somos o teu povo peregrino, que caminha em busca do teu Reino.
 
Jubileu é graça, ó Mãe da Piedade teus filhos celebram a Páscoa do Senhor. Dá-nos hoje e sempre seguir Jesus Cristo, Luz e Pão da Vida, nosso Bom Pastor.
 
Nós te adoramos Jesus Cristo pela tua morte redentora. Hoje estás presente em nosso meio. És a nossa festa eucaristia.
 
Nós te bendizemos Santo Espírito, dom pascal e fonte de unidade. Tu renovas sempre a Igreja, Sacramento de Cristo Jesus.
 
Salve, ó Senhora da Piedade. Filha escolhida de Deus Pai. Mãe de Jesus Cristo e nossa Mãe. Esposa do Espírito de Amor. (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Bem alegres cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor o nosso Deus!
 
Alegrai-vos, ó nações em toda terra com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação em seu amor! (Dia 06, 09 e 12)
 
Venham, venham todos para a Ceia do Senhor! Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor. Porta sempre aberta, Pai amigo aguardando acolhedor. Vem do alto por Maria, este Pão que vai nos dar. Pão dos anjos quem diria! Nos fará ressuscitar.
 
Canta a Igreja o Sacrifício que na Cruz foi seu início! E, antes, Jesus quis entregar, Corpo e Sangue em alimento, precioso testamento. Como não nos alegrar?!
 
Com a solidariedade renovar a sociedade pela justiça e paz lutar. Vendo o pão em cada mesa, vida humana com nobreza. Como não nos alegrar?!
 
Tantos são os excluídos, rejeitados, abatidos. Há quem já nasce sem lugar. Deus, porém, nos abre os braços, quer a todos dar o abraço! Como não nos alegrar?!
 
Fazei isto! foi a ordem. Morte e vida nos recordem: Prova de amor é partilhar! Há maior felicidade, no serviço e na humildade. Como não nos alegrar?!
 
Pão é carne verdadeira, Vinho é Sangue da videira! Possa tal fé se aprofundar! Se o mistério é incompreensível, nossa fé diz que é possível. Como não nos alegrar?! (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador! Kyrie eléison... (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Confesso a Deus, Pai todo-poderoso, e a vós irmãos, confesso que pequei.
Por pensamentos, palavras, atos e omissões, por minha culpa, tão grande culpa.
 
Piedade, Senhor, piedade, Senhor, piedade de mim! (bis)
 
E peço à Virgem Maria, aos Santos e Anjos, e a vós, irmãos, eu peço que rogueis, a Deus, que é Pai poderoso, para perdoar a minha culpa, tão grande culpa.
Piedade... (Dia 06, 09 e 12)
 
Senhor que sois o caminho, que nos leva ao Pai. Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Ó Cristo que sois a verdade, que ilumina os povos. Ó Cristo, tende piedade, ó Cristo tende piedade, piedade de nós (bis).
 
Senhor, que sois dom da vida, que renova o mundo. Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis) (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
HINO DE LOUVOR
 
Glória a Deus nas alturas! Glória, glória, aleluia.
Glória a Deus paz na terra! Glória, glória, aleluia.
Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens. (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida! Glória, gloria no céu! Paz na terra entre os homens (bis) 
 
Glória a Deus! Glória ao Filho. Glória a Deus nosso irmão, nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica. Glória a Deus que nos une a caminho do Pai. 
(Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)
 
Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.
 
Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai. (Dia 06, 09 e 12)
 
Glória, glória! Anjos no céu cantam todos seu amor! E na terra, homens de paz: Deus merece o louvor!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos, damos glória ao vosso nome vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai. Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
ACLAMAÇÃO
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis).
 
Vós, povos todos da terra: Aleluia! Aleluia!
Vinde, cantai ao Senhor: Aleluia! Aleluia!
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis).
 
Vinde, louvai nosso Deus: Aleluia! Aleluia!
Que seu amor é sem fim: Aleluia! Aleluia! (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
 
Graças eu te dou te louvo meu Senhor, pois entre os pequeninos tua Palavra é luz. Sábios e entendidos seguem seus caminhos, mas os pequeninos tua mão conduz!
(Dia 06, 09 e 12)
 
Glória, aleluia a Cristo! Aclamai de pé! Glória, aleluia a Cristo! Luz de nossa fé.
 
São ó Senhor, bem felizes aqueles que em tua casa moram contigo, são teus amigos, pois te louvarão para sempre, Senhor! (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)
 
Rendei graças ao Senhor porque eterno é seu amor! (Opcional)
 
OFERENDAS
 
Ó Mãe, por intermédio do teu nome, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem pão e passa fome, espera a nossa oferta acontecer.
 
Maria, Mãe e Serva do Senhor, se pedes, teu Jesus atenderá. Repete o teu apelo maternal assim como nas Bodas de Caná! 
 
Ó Mãe, por teu materno sentimento, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem vinho, está sedento, espera a nossa oferta acontecer.
 
Pedido de um materno coração, o filho certamente escutará. Jesus, por tua santa intercessão, em vida nossos dons transformará. (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Que maravilha, Senhor, estar aqui! Sentir-se Igreja reunida a celebrar. Apresentando os frutos do caminho, no pão e vinho, ofertas deste altar.
 
Bendito sejais por todos os dons! Bendito sejais pelo vinho e pelo pão! Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre. (bis)
 
Que grande bênção servir nesta missão, missão de Cristo, tarefa do cristão. Tornar-se Igreja, formar comunidade, ser Solidário, tornar-se um povo irmão.
 
Que graça imensa viver a mesma fé; ter esperança a um mundo bem melhor; na caridade sentir-se familiares, lutando juntos em nome de Senhor. (Dia 06, 09 e 12)
 
Bendito e louvado seja o Pai, nosso Criador. O Pão que nós recebemos é prova do seu amor. O pão que nós recebemos é prova do seu amor, é o fruto de sua terra do povo trabalhador. É o fruto de sua terra do povo trabalhador na Missa é transformado no Corpo do Salvador.
 
Bendito seja Deus! Bendito o seu amor! Bendito seja Deus, Pai Onipotente, nosso Criador! (bis)
 
Bendito e louvado seja o Pai, nosso Criador, o vinho que recebemos é prova do seu amor. O vinho que recebemos, é prova do seu amor, é o fruto de sua terra do povo trabalhador. É o fruto de sua terra do povo trabalhador na missa é transformado no Sangue do Salvador. (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo.
Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor.
Hosana... (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam a vossa glória.
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
Bendito Aquele que vem em nome do Senhor (bis)
Hosana nas alturas! Hosana! (bis) (Dia 06, 09 e 12)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus. (bis)
O céu e a terra proclamam vossa glória. Hosana nas alturas!
Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas!
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus (bis) (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
COMUNHÃO
 
Eis Jesus, o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!
 
Tomai, comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)
 
Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão neste pão e neste vinho.
 
Vem, Jesus, ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!
 
Precisamos de tua força, vem, Jesus, nos redimir. Vem, inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!
 
Obrigado, meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha quero amar o meu irmão!
 (Dia 05, 08, 11, 14 e 15)
 
Tu és minha vida, outro Deus não há. Tu és minha estrada, a minha verdade. Em tua palavra eu caminharei, enquanto eu viver e até quando Tu quiseres. Já não sentirei temor, pois estás aqui, Tu estás no meio de nós!
 
Creio em ti Senhor, vindo de Maria, Filho Eterno e Santo, homem como nós. Tu morreste por amor, vivo estás em nós, Unidade Trina com o Espírito e o Pai. E um dia, eu bem sei, Tu retornarás. E abrirás o Reino dos céus!
 
Tu és minha força, outro Deus não há. Tu és minha paz, minha liberdade. Nada nesta vida nos separará. Em tuas mãos seguras minha vida guardarás. Eu não temerei o mal, Tu me livrarás. E no Teu perdão viverei! 
 
Ó Senhor da vida, creio sempre em Ti! Filho Salvador, eu espero em Ti. Santo Espírito de Amor, desce sobre nós. Tu de mil caminhos nos conduzes a uma fé. E por mil estradas onde andarmos nós. Qual semente nos levarás!
(Dia 06, 09 E 12) 
 
Tua Igreja é um corpo, cada membro é diferente; e há no Corpo, certamente, coração, ó meu Senhor. Dele nasce a caridade, dom maior, mais importante; nele, enfim, achei radiante minha vocação: o amor!
 
Que loucura não fizeste, vindo ao mundo nos salvar! E depois que Tu morreste, ficas vivo neste altar!
 
Os teus santos compreenderam Teu amor sem dimensão; e loucuras cometeram, em sua própria vocação.
 
Sou pequeno, igual criança , cheio de limitações; mas é grande minha esperança: sinto muitas vocações!
 
Quero ser um missionário até quando o sol der luz. Dá-me por itinerário toda terra, ó Jesus!
 
O martírio, eis meu sonho. Dar-te o sangue, de uma vez! A mil mortes me disponho; sofrerei com intrepidez!
 
Tantas vocações sentindo, que martírio, meu Senhor. Alegrei-me, descobrindo, minha vocação: o amor.
 
Sentimento é coisa vaga. Por meus atos provarei que o amor com amor se paga: Toda cruz abraçarei. (Dia 07, 10, 13 e 15)
 
Eu sou o Pão da Vida, quem comer deste Pão para sempre viverá. (bis)
 
Pão da Vida e da esperança, na fraterna refeição. Anuncias novo dia: da feliz ressurreição.
 
Pão do céu, pão da alegria, entre os pobres repartido pelas mãos sempre estendidas, do amigo mais querido.
 
Pão da vida e da coragem, de abrir novos caminhos olhar longe, para a frente, sem ter medo dos espinhos.
 
Pão do céu, pão da amizade, da fraterna comunhão. Ao redor da tua mesa prometemos ser irmãos.
 
Pão da vida, pão do céu, vencedor de todo mal. Novo céu e nova terra, nova paz universal. (Opcional)
 
FINAL
 
Magnificat, Magnificat é o canto de amor. Minha alma engrandece a Deus, meu Salvador.
 
Canta coração, alegre e feliz, com gratidão a Deus bendiz. (bis)
 
Santo é o seu nome que está em toda a terra. Puro é o seu amor que alegria encerra. (bis)
 
Nossa união é o milagre de amor vindo de Jesus, o nosso Salvador. (bis)
 
Deus é um Pai fiel, de ninguém se esquece. Obrigado, oh Pai, ouve esta prece. (bis)
(Dia 05, 07, 09, 11, 13 e 15)
 
Nunca me esqueço, Maria, teu jeito sereno de ser. Recordo teu sim generoso, olhar grandioso de mãe e mulher. Bem aventurada Maria, contigo aprendi viver e hoje eu respondo o meu sim e sem medo eis-me aqui pra viver só de amor 
 
Vocação, é sem medo dizer sempre sim. É gritar que o amor não tem fim sendo fiel na sua missão. Vocação é deixar tudo, tudo e partir. É tomar sua cruz e seguir na paz infinita do Cristo Jesus.
 
Te vejo, bendita Maria, tão pura e tão cheia de luz. Rainha da paz, Mãe da Igreja, amor e beleza do Deus Salvador. Humilde e serena Maria, contigo aprendi a viver e hoje encontrei na verdade a felicidade de amar e servir. (Dia 06, 08, 10, 12 e 14)
 

 Vamos Juntos Celebrar "Jubileu: tempo de dar graças ao Senhor!

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
 
19º ao 23º Domingo do Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NO ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Senhor, chamaste-me, aqui estou! Chamaste-me, aqui estou! Ô, ô, ô! Ô, ô, ô! Chamaste-me, aqui estou! (19º Domingo)
 
Eis aqui tua serva, eis aqui tua serva. Que em mim se faça a tua Palavra! (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Que arda como brasa, tua Palavra nos renove esta chama que a boca proclama.
(21º Domingo)
 
Confiemo-nos ao Senhor! Ele é justo e tão bondoso, Confiemo-nos ao Senhor! Aleluia! (22º Domingo)
 
Seduziste-me, Senhor, e eu me deixei seduzir. Foste mais forte, tiveste poder. Desfaleci sem forças para lutar. (23º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Desde a eternidade o amor fecundo de meu Pai belo paraíso para todos quis criar.
Vinde meus irmãos dou-vos minha paz! O Reino de Deus vamos semear!
 
Tudo preparado, faltava o melhor: homens e mulheres aqui vivereis. Tudo é vosso, vinde ver! Meu Pai só quer que a vida preserveis.
 
Mas a liberdade não pode faltar! Quando o compromisso é viver pleno amor. Mesmo quando o mal se impõe! Meu Pai sustenta a vida com vigor.
 
Deus ouviu no céu, do seu povo o clamor. Hoje estou convosco, preciso cumprir a vontade do meu Pai. Não vim pra ser servido, mas servir.
 
Vim servir à vida, presente de Deus. Paz e liberdade e justiça e perdão. Novo Reino entre as nações, fazer dos povos todos mundo irmão! (19º, 21º e 23º Domingo)
 
Senhora, seguiste, o caminho que à prima Isabel te levou. Serviço, trabalho e carinho o teu coração ofertou.
 
Visita, Senhora, teu povo, que a ti continua fiel, repete este gesto de novo, que encheu de alegria Isabel.
 
Conduz nossos passos, Maria, aponta o caminho do irmão. Presença, trabalho, alegria são frutos da nossa missão. 
 
Nas horas difíceis da vida conosco presente estarás. Tu és a melhor acolhida, abraço de força e de paz.
 
Contigo, Deus Pai exaltamos e o Filho Jesus Redentor. O Espírito Santo louvamos unidos na ação e no amor. (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Alegres vamos à casa do Pai; e na alegria cantar seu louvor! Em sua casa, somos felizes, Participamos da ceia do amor.
 
A alegria nos vem do Senhor, seu amor nos conduz pela mão. Ele é luz que ilumina o seu povo, com segurança lhe dá a salvação.
 
O Senhor nos concede os seus bens, nos convida à sua mesa sentar e partilha conosco o seu pão, somos irmãos ao redor deste altar.
 
Voltarei sempre à casa do Pai, do meu Deus cantarei o louvor. Só será bem feliz uma vida que busque a Deus como fonte de amor. (22ºDomingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor e Filho de Deus, companheiro, irmão e amigo. Tende piedade de nós (bis).
 
Ó Cristo, Filho do Homem, conheceis a nossa fraqueza. Tende piedade de nós (bis)
 
Senhor e Filho do Pai, acolhei-nos na vossa casa. Tende piedade de nós (bis).
(19º e 21º Domingo) 
 
Senhor que sois o caminho, que nos leva ao Pai! Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Ó Cristo que sois a verdade, que ilumina os povos! Ó Cristo, tende piedade, ó Cristo tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Senhor, que sois dom da vida, que renova o mundo, Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
(20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora, 22º e 23º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus lá nos céus, e paz na terra aos seus! (bis) 
 
Glória a Deus nos altos céus, paz na terra a seus amados!
A vós louvam Rei Celeste, os que foram libertados!
 
Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos.
Damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai,
vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai! 
 
Vós que estais junto do Pai como nosso intercessor, 
acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor,
com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor! (19º e 21º Domingo) 
 
Glória a Deus na imensidão, e paz na terra ao homem nosso irmão. (bis)
 
Senhor, Deus Pai Criador onipotente, nós Vos louvamos e Vos bendizemos, por nos terdes dado o Cristo Salvador.
 
Senhor, Jesus, unigênito do Pai, nós Vos damos graças por terdes vindo ao mundo feito nosso irmão, sois nosso Deus redentor.
 
Senhor, Espírito Santo, Deus amor, nós Vos adoramos e Vos glorificamos por nos conduzirdes por Cristo, a nosso Pai.
 
Glória ao Pai e a Cristo sejam dadas, glória ao Espírito Santo sem cessar. Agora e para sempre, por toda a eternidade. (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora, 22º e 23º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 32
Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança! (19º Domingo)
 
Salmo 44
À vossa direita se encontra a rainha com veste esplendente de ouro de Ofir.
(20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Salmo 116
Proclamai o Evangelho a toda criatura! (21º Domingo)
 
Salmo 67
Com carinho preparastes uma mesa para o pobre. (22º Domingo) 
 
Salmo 89
Vós fostes, ó Senhor, um refúgio para nós. (23º Domingo) 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Senhor,  fala em nossos corações, Tua mensagem de amor. Revela o caminho a seguir, e fecunda a nossa fé. Tua palavra é o caminho, a verdade, a vida. Estás entre nós, fala-nos Senhor, com a Tua voz, palavras de amor. Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. (19º e 21º Domingo) 
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Com alegria, aclamemos a Palavra do Senhor!
 
Maria é elevada aos céu, alegram-se os coros dos anjos.
(20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
 
Graças eu te dou te louvo meu Senhor, pois entre os pequeninos tua Palavra é luz. Sábios e entendidos seguem seus caminhos, mas os pequeninos tua mão conduz! (22º e 23º Domingo) 
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
 
Senhor, vós sois nossa esperança e salvação! (19º Domingo)
 
Pai de misericórdia, ouvi-nos! (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Senhor, salvai-nos pela vossa bondade! (21º Domingo) 
 
Deus da vida, dai-nos vossa recompensa na ressurreição dos justos! (22º Domingo) 
 
Senhor, dai-nos a alegria de seguir vossos passos! (23º Domingo) 
 
ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES
 
Jesus, Mestre Divino, que chamastes os Apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos de nossos jovens. Dai força para que vos sejam fiéis como apóstolos leigos, sacerdotes, religiosos e religiosas, para o bem do Povo de Deus e de toda a humanidade. Amém. 
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Aqui, diante do altar, eu venho te ofertar, a minha vida Senhor e consagrar o meu amor.
 
Eis minha vida, é toda tua Senhor. O meu prazer de viver nas Tuas mãos quero pôr. E vou contente, guiado por tua luz, já não sou eu a viver, pois vive em mim Jesus.
 
Não vim senão pra servir, eu quero o Mestre seguir. Não viverei para mim, mas para Deus e os filhos seus.
 (19º e 21º Domingo) 
 
Ó Mãe, por intermédio do teu nome, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem pão e passa fome, espera a nossa oferta acontecer.
 
Maria, Mãe e Serva do Senhor, se pedes, teu Jesus atenderá. Repete o teu apelo maternal assim como nas Bodas de Caná!
 
Ó Mãe, por teu materno sentimento, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem vinho, está sedento, espera a nossa oferta acontecer.
 
Pedido de um materno coração, o filho certamente escutará. Jesus, por tua santa intercessão, em vida nossos dons transformará. (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Que maravilha, Senhor, estar aqui! Sentir-se Igreja reunida a celebrar. Apresentando os frutos do caminho, no pão e vinho, ofertas deste altar.
 
Bendito sejais por todos os dons! Bendito sejais pelo vinho e pelo pão! Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre. (bis)
 
Que grande bênção servir nesta missão, missão de Cristo, tarefa do cristão. Tornar-se Igreja, formar comunidade, ser solidário, tornar-se um povo irmão.
 
Que graça imensa viver a mesma fé; ter esperança a um mundo bem melhor; na caridade sentir-se familiares, lutando juntos em nome de Senhor. (22º e 23º Domingo) 
 
Santo
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam a vossa glória. 
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
Bendito aquele que vem em nome do Senhor. (bis)
Hosana nas alturas! Hosana! (bis) (19º e 21º Domingo) 
 
Santo, Santo é o Senhor, terra e céus cantam em seu louvor. Santo, proclamam suas criaturas. Hosana, hosana, hosana nas alturas. Hosana, cantemos, hosana louvemos com filial ternura. Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz em plenitude do amor. Hosana! (20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Santo, Santo, Santo! Santo Senhor! 
Deus do universo! Santo Senhor! 
O céu e a terra! Santo Senhor! 
Proclamam a vossa glória! Santo Senhor! 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! 
Bendito o que vem! Santo Senhor! 
Em nome do Senhor! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana! Santo Senhor! 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! (22º e 23º Domingo) 
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
O meu Reino tem muito a dizer, não se faz como quem procurou aumentar os celeiros bem mais e sorriu. Insensato, que valem tais bens se hoje mesmo terás o teu fim. Que tesouros tu tens pra levar além?
 
Sim, Senhor, nossas mãos vão plantar o teu Reino. O teu pão vai nos dar teu vigor, tua paz.
 
O meu Reino se faz bem assim: se uma ceia quiseres propor não convides amigos, irmãos e outros mais. Sai à rua à procura de quem não puder recompensa te dar que o teu gesto lembrado será por Deus.
 
O meu Reino quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem, sacerdote e levita que vão sem cuidar. Mas se mostra em quem não se contém, se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu no chão.
 
O meu Reino não pode aceitar quem se julga melhor que os demais por cumprir os preceitos da lei, um a um. A humildade de quem vai além e se empenha e procura o perdão, é o terreno onde pode brotar a paz.
 
O meu Reino é um apelo que vem transformar as razões de viver, que te faz desatar tantos nós que ainda tens. Dizer sim é saberes repor tudo quanto prejuízo causou, dar as mãos, repartir, acolher, servir. (19º Domingo) 
 
Nós somos muitos, mas formamos um só corpo, que é o Corpo do Senhor, a Sua Igreja, pois todos nós participamos do mesmo Pão da Unidade, que é o Corpo do Senhor, a Comunhão.
 
O Pão que, reunidos, nós partimos é a participação no Corpo do Senhor.
 
O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão no Sangue do Senhor.
 
À ordem do Senhor obedecendo participando, celebramos a memória da nossa redenção.
 
Da Ceia do Senhor participando, pelo Espírito, seremos unidos num só corpo.
Seu Corpo e seu Sangue comungando, sua morte anunciamos, até que Ele venha. (20º e 21º Domingo)
 
Eu sou o Pão da Vida, quem comer deste Pão para sempre viverá. (bis)
 
Pão da Vida e da esperança, na fraterna refeição. Anuncias novo dia: da feliz ressurreição.
 
Pão do céu, pão da alegria, entre os pobres repartido pelas mãos sempre estendidas, do amigo mais querido.
 
Pão da vida e da coragem, de abrir novos caminhos olhar longe, para a frente, sem ter medo dos espinhos.
 
Pão do céu, pão da amizade, da fraterna comunhão. Ao redor da tua mesa prometemos ser irmãos.
Pão da vida, pão do céu, vencedor de todo mal. Novo céu e nova terra, nova paz universal. (22º e 23º Domingo)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Quero ouvir teu apelo, Senhor, ao teu chamado de amor responder. Na alegria te quero servir e anunciar o teu Reino de amor.
 
E pelo mundo eu vou, cantando o teu amor, pois disponível estou, para servir-te, Senhor! (bis)
 
Dia a dia tua graça me dás, nela se apóia o meu caminhar. Se estás ao meu lado, Senhor, o que então poderei eu temer?! (19º e 21º Domingo/Assunção de Nossa Senhora)
 
Magnificat, Magnificat é o canto de amor. Minha alma engrandece a Deus, meu Salvador.
 
Canta coração, alegre e feliz, com gratidão a Deus bendiz. (bis)
 
Santo é o seu nome que está em toda a terra. Puro é o seu amor que alegria encerra. (bis)
 
Nossa união é o milagre de amor vindo de Jesus, o nosso Salvador. (bis)
 
Deus é um Pai fiel, de ninguém se esquece. Obrigado, oh Pai, ouve esta prece. (bis)
(20º Domingo/Assunção de Nossa Senhora, 22º e 23º Domingo)
 
CANTO OPCIONAL
 
Nós te agradecemos, Pai eterno, filhos de tão grande amor nascidos. Somos o teu povo peregrino, que caminha em busca do teu Reino.
 
Jubileu é graça, ó Mãe da Piedade Teus filhos celebram a Páscoa do Senhor. Dá-nos hoje e sempre seguir Jesus Cristo, Luz e Pão da Vida, nosso Bom Pastor.
 
Nós te adoramos Jesus Cristo pela tua morte redentora. Hoje estás presente em nosso meio. És a nossa festa eucaristia.
 
Nós te bendizemos Santo Espírito, dom pascal e fonte de unidade. Tu renovas sempre a Igreja, Sacramento de Cristo Jesus.
 
Salve, ó Senhora da Piedade. Filha escolhida de Deus Pai. Mãe de Jesus Cristo e nossa Mãe. Esposa do Espírito de Amor.
 
 Vamos Juntos Celebrar "19º ao 23º Domingo do Tempo Comum"
 
 
VAMOS JUNTOS CELEBRAR
 
14º ao 18º Domingo do Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
O nosso olhar se dirige a Jesus: O nosso olhar se mantém no Senhor.
(14º Apóstolos Pedro e Paulo)
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre o cantarei. (15º Domingo)
 
É uma luz tua Palavra, é uma luz pra mim, Senhor! Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta luz em mim, Senhor! (16º Domingo)
 
Que arda como brasa, tua Palavra nos renove esta chama que a boca proclama.
(17º e 18º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Tu és minha vida, outro Deus não há. Tu és minha estrada, a minha verdade. Em tua palavra eu caminharei, enquanto eu viver e até quando Tu quiseres. Já não sentirei temor, pois estás aqui, Tu estás no meio de nós!
 
Creio em ti Senhor, vindo de Maria, Filho Eterno e Santo, homem como nós. Tu morreste por amor, vivo estás em nós, Unidade Trina com o Espírito e o Pai. E um dia, eu bem sei, Tu retornarás. E abrirás o Reino dos céus!
 
Tu és minha força, outro Deus não há. Tu és minha paz, minha liberdade. Nada nesta vida nos separará. Em tuas mãos seguras minha vida guardarás. Eu não temerei o mal, Tu me livrarás. E no Teu perdão viverei!
 
Ó Senhor da vida, creio sempre em Ti! Filho Salvador, eu espero em Ti. Santo Espírito de Amor, desce sobre nós. Tu de mil caminhos nos conduzes a uma fé. E por mil estradas onde andarmos nós. Qual semente nos levarás!
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Te louvo, meu Senhor, pois olhaste para mim. Caídos e humilhados têm sempre o teu favor. Se eu não tinha nada bastou-me dizer sim: És o meu socorro, meu Deus, meu Salvador.
 
Teu amor sempre faz maravilhas, a quem se faz menor estende tua mão. És a luz dos teus filhos e filhas, vigor de quem não fecha o coração.
 
Te louvo, meu Senhor, o teu nome é sem igual. Fizeste grandes coisas em mim que nada sou. O teu nome é santo, superas todo o mal. E onde houver bondade tua mão já transbordou.
 
Te louvo meu Senhor, pois assim é teu poder. Dispersa os prepotentes acolhe quem sofreu. Fere os poderosos, mas nutre e faz crescer quem se reconhece pequeno filho seu.
 
Te louvo meu Senhor que promessa é cumprir. Famintos conheceram a graça dos teus bens. Ricos lá se foram sem nada conseguir com misericórdia teu povo tu manténs.
(15º e 17º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Christe, Christe, Christe eléison!
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Kyrie, Kyrie Kyrie eléison! (14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Senhor, vós sois o caminho! Guiai-nos ao Pai com carinho!
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! 
 
Ó Cristo, sois a verdade, enchei-nos de caridade!
De nós tende piedade, ó Cristo, tende piedade!
 
Senhor, vós sois nossa vida, buscais a ovelha perdida! 
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! (15º e 17º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória, glória nas alturas, paz e amor na terra aos homens, dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
 
Nós vos louvamos, ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
 
Nós vos louvamos, Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
 
Espírito Santo, consolador, vós que sois vida e sois Senhor. 
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Glória, glória, glória, aleluia! (bis) Glória, glória, glória a Deus nos altos céus, paz na terra a todos nós!
 
Deus e Pai nós vos louvamos, glória a Deus! Adoramos, bendizemos, glória a Deus! Damos glória ao vosso nome, glória a Deus! Vossos dons agradecemos!
 
Senhor nosso, Jesus Cristo, glória a Deus! Unigênito do Pai, glória a Deus! Vós de Deus, Cordeiro Santo, glória a Deus! Nossas culpas perdoai!
 
Vós que estais junto do Pai, glória a Deus! Como nosso intercessor, glória a Deus! Atendei nossos pedidos, glória a Deus! Atendei nosso clamor!
 
Vós somente sois o Santo, glória a Deus! O Altíssimo Senhor, glória a Deus! Com o Espírito Divino, glória a Deus! De Deus Pai no resplendor!
(15º e 17º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 33
De todos os temores me livrou o Senhor Deus.
(14º Apóstolos Pedro e Paulo)
 
Salmo 68
Humildes, buscai a Deus e alegrai-vos: o vosso coração reviverá! (15º Domingo)
 
Salmo 14
Senhor, quem morará em vossa casa? (16ºDomingo) 
 
Salmo 137
Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!
(17º Domingo)
 
Salmo 89
Vós fostes ó Senhor, um refúgio para nós.
(18º Domingo)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
 
Graças eu te dou te louvo meu Senhor, pois entre os pequeninos tua Palavra é luz.
Sábios e entendidos seguem seus caminhos, mas os pequeninos tua mão conduz!
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)
Rendei graças ao Senhor porque eterno é seu amor!
(15º e 17º Domingo)
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, Filho do Deus vivo, escutai-nos! (14º Apóstolos Pedro e Paulo)
 
Senhor, dai-nos em herança a Vida Eterna! (15º Domingo)
 
Senhor, sustentai-nos com a vossa graça! (16º Domingo)
 
Senhor, derramai sobre nós o vosso Espírito! (17º Domingo)
 
Senhor, livrai-nos da ganância e do egoísmo! (18º Domingo)
 
(A resposta que segue pode ser cantada nos respectivos domingos)
Pai de bondade, Deus do amor e do universo, sustentai os que se doam por um mundo irmão.
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Senhor, aceitai o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo testemunhar com alegria a minha fé. Sei que recebo de vós muitos dons, bem mais do que peço e mereço, a começar pela própria vida. O dízimo é sinal de minha gratidão por tudo o que recebo de vós. Desejo, ainda, participar ativamente na missão da Igreja de santificar, evangelizar e promover a vida dos irmãos e irmãs sofredores. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Os dons que trago aqui são o que fiz, o que vivi. O pão que ofertarei, pouco depois comungarei. Assim, tudo o que é meu, sinto também que é de Deus.
 
Esforço, trabalhos e sonhos o amor concreto e feliz deste dia. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, tudo ofertamos ao Pai na alegria.
 
Jesus nos quis chamar para O seguir e ajudar. E aqui nos vai dizer como servir e oferecer. Deus pôs nas minhas mãos para eu partir com meus irmãos.
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
É do encontro da semente com a terra, que germina o grão de trigo para o pão. É o ramo da videira unido ao tronco, que dá uvas para o vinho da oblação.
 
Todos os nossos encontros se expressam no vinho e no pão. Ao altar os trazemos agora, para o encontro da celebração.
 
É do encontro dos que lutam e trabalham solidários, motivados pelo amor. Que renasce um mundo novo na justiça, bem de acordo com os planos do Senhor.
 
É do encontro que a fé nos proporciona, que resulta a alegria de servir. Esperanças que se colhem no caminho, nos animam no caminho prosseguir. (15º e 17º Domingo)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus. (bis)
 
O céu e a terra proclamam vossa glória. Hosana nas alturas!
Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas!
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus (bis)
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo! Santo Senhor! 
Deus do universo! Santo Senhor! 
O Céu e a terra! Santo Senhor! 
Proclamam a vossa glória! Santo Senhor! 
 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! 
 
Bendito o que vem! Santo Senhor! 
Em nome do Senhor! Santo Senhor!
Hosana, hosana, hosana! Santo Senhor! 
 
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas! 
(15º e 17º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Tua Igreja é um corpo, cada membro é diferente; e há no Corpo, certamente, coração, ó meu Senhor. Dele nasce a caridade, dom maior, mais importante; nele, enfim, achei radiante minha vocação: o amor!
 
Que loucura não fizeste, vindo ao mundo nos salvar! E depois que Tu morreste, ficas vivo neste altar!
 
Os teus santos compreenderam Teu amor sem dimensão; e loucuras cometeram, em sua própria vocação.
 
Sou pequeno, igual criança , cheio de limitações; mas é grande minha esperança: sinto muitas vocações!
 
Quero ser um missionário até quando o sol der luz. Dá-me por itinerário toda terra, ó Jesus!
 
O martírio, eis meu sonho. Dar-te o sangue, de uma vez! A mil mortes me disponho; sofrerei com intrepidez!
 
Tantas vocações sentindo, que martírio, meu Senhor. Alegrei-me, descobrindo, minha vocação: o amor.
 
Sentimento é coisa vaga. Por meus atos provarei que o amor com amor se paga: Toda cruz abraçarei.
 (14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º e 18º Domingo)
 
Por essa paz que a juventude tanto quer, pela alegria que as crianças têm à mão, eu rendo graças ao meu Pai, que se compraz, e assim me pede para abrir meu coração. 
 
Tomai, comei! Tomai, bebei meu corpo e sangue que vos dou, o pão da vida sou eu mesmo em refeição! Pai de bondade, Deus do amor e do universo, sustentai os que se doam por um mundo irmão.
 
Pelos que firmam na justiça os próprios pés, pelo suor dos que mais lutam pelo pão, eu rendo graças ao meu Pai, o Deus fiel, que assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos que sabem enxergar um pouco além, e assim repartem a esperança com razão, eu rendo graças ao meu Pai, que tudo vê, e assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos que choram, mas não perdem sua fé, pelos humildes que praticam o perdão, eu rendo graças ao meu Pai que vem nutrir, e assim me pede para abrir meu coração.
 
Pelos pequenos que só sabem confiar, pelos que sabem dizer sim e dizer não. Eu rendo graças ao meu Pai que nos sustém, e assim me pede para abrir meu coração.
(15º e 17º Domingo)
 
Se a missão se faz cansaço, Jesus convida a descansar. E se há ovelhas sem pastor, é necessário delas cuidar.
 
Dai-lhe vós mesmos de comer o meu Corpo que se faz Pão. Diz Jesus a seus amigos: Partilhar é vocação! Partilhar é vocação!
 
E se a hora vai adiantada, e despedir se faz tentação, a nossa fé seja mais forte para servir nossos irmãos.
 
A quem duvida do seu pouco, Jesus pergunta: o que tens? Vai ver! Então responda: Senhor este pouco, partilhando tu fazes crescer.
 
Se nos sentamos sobre a relva à qual nos conduz o Bom Pastor, nossa união expresse sempre o pão de Deus, sinal de amor.
 
Os nossos pães os nossos peixes, abençoados pelo Senhor, saciarão todos os presentes. Que fartura! Cantem louvor!
 
E se ainda hoje nós repetimos aqueles gestos que fez o Senhor, não haverá mais fome e sede. Nosso batismo terá seu valor. (Canto opcional)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Vou cantar Teu amor, ser no mundo um farol. Eis-me aqui, Senhor, vem abrir as janelas do meu coração. E então, falarei imitando tua voz. Creio em Ti, Senhor, nas pegadas deixadas por Ti vou andar. Vou falar do Teu coração, com ternura nas mãos e na voz. Proclamar que a vida é bem mais do que aquilo que o mundo ensina e cantar...
 
Cantar o canto ensinado por Deus. Com poesia ensinar nossa fé, plantar o chão, cultivar o amor, como poetas que querem sonhar. Pra realizar o que o mestre ensinou. Viemos cear, restaurar o coração. Fonte de vida no altar a brotar, a nos alimentar.
 
Celebrar meu viver pra no mundo ser mais. Faz de mim, Senhor, aprendiz da verdade, justiça e da paz. Comungar Teu viver neste Vinho, neste Pão. Quero ser Senhor, novo homem nascido do Teu coração. 
(14º Apóstolos Pedro e Paulo, 16º, 18º Domingo)
 
Quero ouvir teu apelo, Senhor ao teu chamado de amor responder. Na alegria te quero servir e anunciar o teu Reino de amor.
 
E pelo mundo eu vou cantando o teu amor, pois disponível estou, para servir-te, Senhor! (bis)
 
Dia a dia tua graça me dás, nela se apóia o meu caminhar. Se estás ao meu lado, Senhor o que, então, poderei eu temer?!
(15º e 17º Domingo)
 

 Vamos Juntos Celebrar "14º ao 18º Domingo do Tempo Comum"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR

Santíssima Trindade (8º Domingo), Coprpo e Sangue de Cristo,
9º ao 13º Domingo - Tempo Comum
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Ó Beleza eterna, ó Amor infinito, Deus Trindade Santa, só tu, só tu salvarás o mundo!
(Ss. Trindade – 8º Domingo)
 
Comam do pão, bebam do cálice, quem a mim vem não terá fome! Comam do pão, bebam do cálice, quem em mim crê não terá sede! (Corpo e Sangue de Cristo)
 
Misericordioso é Deus, sempre, sempre ocantarei. (9º, 10º e 11º Domingo)
 
Senhor, chamaste-me, aqui estou! Chamaste-me, aqui estou! Ô, ô, ô! Ô, ô, ô! Chamaste-me, aqui estou!(12º Domingo)
 
Se alguém me quer servir, se alguém me quer servir, se alguém me quer servir: siga-me... siga-me! (13º Domingo)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Deus é Pai, Deus é amor, Deus é esperança pra quem nele crê. Confiou a construção do Reino de Paz ao homem que ama.
 
Eu creio em Deus que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou. Feliz eu sou. Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar, a minha vida tem valor. Feliz eu sou.
 
Jesus Cristo, caminha conosco, amigo e irmão que nos leva ao Pai. Jesus Cristo nasceu e viveu a vida dos homens, e ressurgiu. 
 
Deus é amor, é consolador, conforta e ampara o pecador. Deus é amor, Espírito Santo, destrói o que é mal, dá vida ao que é bom. (Ss. Trindade - 8º Domingo, 10º e 12º Domingo)
 
Venham, venham todos para a Ceia do Senhor! Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor. Porta sempre aberta, Pai amigo aguardando acolhedor. Vem do alto por Maria, este Pão que vai nos dar. Pão dos anjos quem diria! Nos fará ressuscitar.
 
Canta a Igreja o Sacrifício que na Cruz foi seu início! E, antes, Jesus quis entregar, Corpo e Sangue em alimento, precioso testamento. Como não nos alegrar?!
 
Fazei isto! foi a ordem. Morte e vida nos recordem: Prova de amor é partilhar! Há maior felicidade, no serviço e na humildade. Como não nos alegrar?!
 
Pão é carne verdadeira, Vinho é Sangue da videira! Possa tal fé se aprofundar! Se o mistério é incompreensível, nossa fé diz que é possível. Como não nos alegrar?!
 
Com a solidariedade renovar a sociedade pela justiça e paz lutar. Vendo o pão em cada mesa, vida humana com nobreza. Como não nos alegrar?! (Corpo e Sangue de Cristo,9º, 11º, 13º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, nosso Deus de bondade, atendei vosso povo amado, conheceis as nossas fraquezas: Piedade, piedade de nós! (bis)
 
Ó Cristo, que sois luz do mundo, perdoai nossa grande omissão. Nós que somos um povo sofrido: Piedade...
 
Senhor, que sois misericórdia, libertai-nos de todo rancor. Conduzi-nos em vossos caminhos: Piedade...
(Ss. Trindade -8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador!
Kyrie eléison... (9º, 11º, 13º Domingo)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados.
 
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
 
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória.
 
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
 
Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica!
 
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!
 
Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, só vós o Altíssimo Jesus Cristo.Com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Na glória de Deus Pai. Amém!
(Ss. Trindade - 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
Glória ao Senhor! Glória ao Senhor! Deus Amor! (bis)
 
Este hino de louvor que envolve o meu ser é de gratidão. A bondade do Senhor é tão grande sem confim, veio até a mim.
 
Glória ao Senhor! Glória ao Senhor! Deus Criador!(bis)
 
Ao Deus Pai que nos criou a ternura filial, Deus é nosso Pai. Jesus Cristo nosso irmão, deu a vida pelos seus, nós somos de Deus.
 
Glória ao Senhor! Glória ao Senhor! Deus Salvador! (bis)
 
Deus é fonte de amor, santifica o nosso ser, Espírito de amor. Nós Igreja militante, o amor de Deus cantamos para sempre. Amém! (9º, 11º, 13º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 8
Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo universo! (Ss. Trindade – 8º Domingo)
 
Salmo 109
Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedec! (Corpo e Sangue de Cristo)
 
Salmo 116
Ide pelo mundo (bis) e anunciai(bis)o evangelho a toda criatura! (9º Domingo)
 
Salmo 29
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, e preservastes minha vida da morte! (10º Domingo)
 
Salmo 31
Eu confessei, afinal, meu pecado e perdoastes, Senhor, minha falta. (11º Domingo)
 
Salmo 62
A minh’alma tem sede de vós, como a terra sedenta, ó meu Deus! (12º Domingo)
 
Salmo 15
Ó Senhor, sois minha herança para sempre! (13º Domingo)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis).
 
Vós povos todos da terra, Aleluia! Aleluia!
Vinde, cantai ao Senhor:Aleluia! Aleluia!
 
Vinde, louvai nosso Deus, Aleluia! Aleluia!
Que seu amor é sem fim.Aleluia! Aleluia! (Ss. Trindade - 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo)
 
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Com alegria, aclamemos a Palavra do Senhor!
 
Deus o mundo tanto amou, que seu Filho entregou! Quem no Filho crê e confia, nele encontra eterna vida! (9º Domingo)
 
Um grande profeta surgiu entre nós e Deus visitou o seu povo sofrido; um grande profeta surgiu entre nós, amém, aleluia, aleluia! (10º Domingo)
 
Tanto amor Deus nos mostrou, que seu Filho entregou, como vítima expiatória pelas nossas transgressões.
(11º Domingo)
 
Minhas ovelhas escutam minha voz, minha voz estão elas a escutar; eu conheço, então, minhas ovelhas, que me seguem comigo a caminhar. (12º Domingo)
 
Fala, Senhor, que te escuta teu servo! Tu tens palavras de vida eterna! (13º Domingo)
 
Profissão de Fé (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Ss. Trindade, nós vos louvamos! (Ss. Trindade)
 
Senhor, Pão da Vida, sustentai-nos! (Corpo e Sangue de Cristo)
 
Senhor, nós cremos em vós! (9º Domingo)
 
Senhor, vencedor da morte, escutai-nos! (10º Domingo)
 
Senhor, ensinai-nos a perdoar! (10º Domingo)
 
Senhor, vencedor da morte, escutai-nos! (11º Domingo)
 
Senhor, dai-nos a graça de vos seguir! (12º e 13º Domingo)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Quem se propõe cultivar o chão preparar o pão e assim repartir, pode contar com a mão de Deus que sustenta os seus e sabe cumprir.
 
Grande é o Senhor todo o universo, a terra, o sol nos deu nos esperava quando amanheceu só nos pediu amor. Santo é o Senhor vem e oferece mesmo o Filho seu pra nos dizer que nunca se esqueceu de nos doar seu amor.
 
Quem se fechar esquecendo o irmão, lhe negando o pão e assim persistir.Vai se entender com a mão de Deus que sustenta os seus e sabe cumprir.
 
Quem se fizer contra essa opressão que destrói o irmão e assim resistir.Vai revelar qual a mão de Deus que sustenta os seus e sabe cumprir. (Ss. Trindade – 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
Quando o trigo amadurece e do sol recebe a cor, quando a uva se torna prece na oferta do nosso amor. Damos graças pela vida, derramada neste chão, pois és tu o Deus da vida, quem dá vida à criação.Bendito seja Deus para sempre!
 
Os presentes da natureza, o amor do coração, o teu povo canta a certeza, traz a vida em procissão. Abençoa nossa vida, o trabalho redentor, as colheitas repartidas para celebrar o amor.Bendito...
(9º, 11º, 13º Domingo)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo.
 
Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
 
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
 
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor.
Hosana...(Ss. Trindade - 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
Santo, Santo é o Senhor terra e céus cantam em seu louvor. Santo, proclamam suas criaturas. Hosana, hosana, hosana nas alturas. Hosana, cantemos, hosana, louvemos com filial ternura. Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz em plenitude do amor. Hosana! (9º, 11º, 13º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
É sangue o que era vinho, é corpo o que era pão./Cristo venceu o tormento, é nosso sustento e se faz comunhão./
 
Às núpcias do Cordeiro, em brancas vestes vamos. Transpondo o Mar Vermelho ao Cristo Rei cantamos.
 
Por nós no altar da cruz seu corpo ofereceu. Comendo deste pão nascemos para Deus.
 
O Cristo nossa Páscoa morreu como um cordeiro. Seu corpo é nossa oferta, pão vivo e verdadeiro.
 
Da morte o Cristo volta, a vida é seu troféu. O injusto traz cativo, e a todos abre o céu.
 
Jesus pascal cordeiro, em vós se alegra o povo, que, livre pela graça, em vós nasceu de novo.
 
Seu sangue em nossas portas, afasta o anjo irado. Das mãos de um rei injusto, seu povo é libertado.
(Ss. Trindade – 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
 
Eis Jesus,o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!
 
Tomai, comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)
 
Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão neste pão e neste vinho.
 
Vem, Jesus, ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!
 
Precisamos de tua força, vem, Jesus, nos redimir. Vem, inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!
 
Obrigado, meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha quero amar o meu irmão!
(9º, 11º, 13º Domingo)
 
Ritos Finais
O SENHOR NO ENVIA EM MISSÃO
 
Outra vez me vejo só com meu Deus. Não consigo mais fugir, fugir de mim. Junto às águas deste mar vou lutar, hoje quero me encontrar, buscar o meu lugar.
 
Vou navegar (nas águas deste mar). Navegar (eu quero me encontrar). Navegar (não posso mais fugir). Vou procurar (nas águas mais profundas) No mar (feliz eu vou seguir) Só amar, buscar o meu lugar. Sem dúvidas, sem medo de sonhar! (Ss. Trindade - 8º Domingo, Corpo e Sangue de Cristo, 10º e 12º Domingo)
 
Quero ouvir teu apelo, Senhor ao teu chamado de amor responder. Na alegria te quero servir e anunciar o teu Reino de amor.
 
E pelo mundo eu vou cantando o teu amor, pois disponível estou, para servir-te, Senhor! (bis)
 
Dia a dia tua graça me dás, nela se apóia o meu caminhar. Se estás ao meu lado, Senhor o que, então, poderei eu temer?! (9º, 11º, 13º Domingo)
 
 Vamos Juntos Celebrar "Santíssima Trindade (8º Domingo), Corpo e Sangue de Cristo, 9º ao 13º Domingo do Tempo Comum"

 

 VAMOS JUNTOS CELEBRAR

 
Tempo Pascal, Ascensão e Pentecostes
 
Ritos Iniciais
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
É uma luz tua Palavra, é uma luz pra mim, Senhor!
Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta luz em mim, Senhor!
(5º e 6º Domingo e Ascensão)
 
Espírito de Deus toma conta de mim, toma conta de mim!
Espírito de Deus, Espírito de Deus, toma conta de nós! (Pentecostes)
 
 
CANTO DE ENTRADA
 
Cristo venceu, aleluia. Ressuscitou aleluia!
O Pai lhe deu glória e poder eis nosso canto, aleluia!
 
Este é o dia em que o amor venceu. Brilhante luz iluminou as trevas.
Nós fomos salvos para sempre.
 
Suave aurora veio anunciando. Que nova era foi inaugurada.
Nós fomos salvos para sempre.
 
No coração de todos nós renasce. A esperança de um novo tempo.
Nós fomos salvos para sempre. (5º e 6º Domingo, Ascensão do Senhor)
 
Vem, Vem, Vem, Vem, Espírito Santo de amor!
Vem a nós, traz à Igreja um novo vigor!
 
Presente no início do mundo, presente na criação, do nada geraste a vida. Que a vida não sofra no irmão!
 
Presença de força aos profetas que falam sem nada temer. Contigo sustentam o povo, na luta que vão empreender.
 
Presença que gera esperança, Maria por ti concebeu. No povo renasce a confiança, ó Espírito Santo de Deus.
 
Presença com força de vida, presença de transformação. Tiraste a vida da morte, em Cristo, na ressurreição.
 
Presença na Igreja nascente, os povos consegues reunir. Na mesma linguagem se entendem, o amor faz a Igreja surgir. (Pentecostes)
 
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor e Filho de Deus, companheiro, irmão e amigo. Tende piedade de nós (bis).
 
Ó Cristo, Filho do Homem, conheceis a nossa fraqueza. Tende piedade de nós (bis)
 
Senhor e Filho do Pai, acolhei-nos na vossa casa. Tende piedade de nós (bis).
(5º e 6º Domingo e Ascensão)
 
BENÇÃO DA ÁGUA E ASPERSÃO
 
Eu te peço desta água que tu tens, és água viva, meu Senhor. Tenho sede e tenho fome de amor, e acredito nesta fonte de onde vens. És água viva, és vida nova, e todo dia me batizas outra vez. Me fazes renascer, me fazes reviver, e eu quero água desta fonte de onde vens.
 
Após o rito da aspersão canta-se: 
 
Senhor piedade, Senhor piedade, Senhor piedade, piedade de nós!
 
Cristo piedade...
 
Senhor piedade...
 
(Pentecostes)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)
 
Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.
 
Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai.
(5º e 6º Domingo)
 
 
Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia! Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino! Glória...
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai! Glória... (Ascensão e Pentecostes)
 
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 144
Bendirei o vosso nome, ó meu Deus, meu Senhor e meu Rei para sempre. (5º Domingo)
 
Salmo 66
Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações  vos glorifiquem! (6º Domingo)
 
Salmo 46
Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta! (Ascensão)
 
Salmo 103
Enviai o vosso Espírito Senhor, e da terra toda a face renovai. (Pentecostes)
 
SEQUÊNCIA
 
Espírito de Deus enviai dos céus um raio de luz! Um raio de luz!
 
Vinde, Pai dos pobres, dai aos corações vossos sete dons.
 
Consolo que acalma, hóspede da alma, doce alívio, vinde!
 
No labor descanso, na aflição remanso, no calor aragem.
 
Enchei, luz bendita, chama que crepita, o íntimo de nós!
 
Sem a luz que acode nada o homem pode, nenhum bem há nele.
 
Ao sujo lavai, ao seco regai, curai o doente.
 
Dobrai o que é duro, guiai no escuro, o frio aquecei.
 
Dai à vossa Igreja, que espera e deseja vossos sete dons.
 
Dai em prêmio ao forte uma santa morte, alegria eterna. Amém. (Pentecostes)
 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Que alegria, Cristo ressurgiu! No Evangelho Ele vai falar!
Entoemos nosso canto de louvor e gratidão. Sua palavra vamos aclamar.
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis) (5º e 6º Domingo)
 
Glória, Aleluia a Cristo! Aclamai de pé! Glória, Aleluia a Cristo! Luz de nossa Fé.
 
São ó Senhor, bem felizes aqueles que em tua casa moram contigo, são teus amigos, pois te louvarão para sempre, Senhor! (Ascensão e Pentecostes)
 
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, derramai vosso amor em nossos corações! (5º Domingo)
 
Senhor, fazei-nos instrumento de vossa paz. (6º Domingo)
 
Senhor, escutai a oração do vosso povo! (Ascensão)
 
Senhor, derramai sobre nós o vosso Espírito! (Pentecostes)
 
Inserir a oração do dízimo
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
As nossas ofertas de vinho e de pão celebram a glória da ressurreição, a glória da ressurreição.
 
O grão que morrera no seio do chão renasce no trigo, tornando-se pão.
A uva amassada, pisada, moída ressurge no vinho, sustento da vida.
 
O pão e o vinho são hoje memória do novo Cordeiro na sua vitória. 
Sinais da aliança da terra e dos céus no corpo e no sangue do Filho de Deus.
 
Ao Pai ofertamos também nossa vida. O chão que pisamos, a relva florida. 
Os frutos da terra, por nós cultivados se tornem o corpo do Ressuscitado.
(5º e 6º Domingo)
 
Ó Senhor, nós oferecemos Pão e Vinho sobre o altar, oferecemos o nosso esforço, pela vida sempre lutar. Ó Senhor, nós oferecemos nossa vida em oblação, a esperança e o desejo de lutar por justiça e pão.
 
A semente lançada na terra morreu pra gerar mais vida, Jesus que morreu por nós, tornou-se pra nós comida (bis)
 
O grão que foi triturado, em trigo se transformou. Jesus que morreu por nós, em pão vivo se consagrou. A uva que foi amassada, em vinho se transformou. Jesus derramou seu sangue, mas vive, ressuscitou. (Ascensão)
 
Quando o trigo amadurece e do sol recebe a cor, quando a uva se torna prece na oferta do nosso amor. Damos graças pela vida, derramada neste chão, pois és tu o Deus da vida, quem dá vida à criação. Bendito seja Deus para sempre!
 
Os presentes da natureza, o amor do coração, o teu povo canta a certeza, traz a vida em procissão. Abençoa nossa vida, o trabalho redentor, as colheitas repartidas para celebrar o amor. Bendito... 
(Pentecostes)
 
Santo, Santo, Santo - Santo é o Senhor.
Deus do universo Santo é o Senhor.
O céu e a terra proclamam a vossa glória - Santo é o Senhor.
Santo, Santo, Santo - Santo é o Senhor.
Deus do universo - Santo é o Senhor.
Bendito o que vem em nome do Senhor - Santo é o Senhor.
Hosana, hosana nas alturas - Santo é o Senhor. (5º e 6º  Domingo)
 
O Senhor é Santo, Ele é nosso Deus. O Senhor é Santo, Ele é nosso Pai. O Senhor é Santo, Ele é nossa Paz: Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós (bis).
 
O Senhor é Santo, Ele é o amor. O Senhor é Santo, Amor que refaz. O Senhor é Santo, Ele é nossa paz: Ele é bendito...
 
O Senhor é Santo, hosana. O Senhor é Santo, hosana O Senhor é Santo, hosana. Ele é bendito... 
(Ascensão e Pentecostes)
 
CANTO DE COMUNHÃO
 
Na comunhão recebemos, teu corpo e sangue, Senhor. E tua vida divina, dons do teu grande amor. São nossa força na luta, fazem vencer todo o mal; e nos conduzem ao Pai; glória a Deus imortal!
 
Senhor Jesus, Senhor Jesus, Deus Vivo e Vencedor! (bis)
 
Entre as angústias da vida, não cairemos jamais, pois tua força nos leva a caminhar sempre mais. Na comunhão nos deixaste força e motivo de amar. Todo o caminho da vida nos traga sempre ao altar.
 
Ao comungar caminhamos para o altar com o irmão. O teu amor nos atrai, centro de nossa união. Em cada esforço que pede, vamos sentir tua mão. Vamos sentir que nos dás forças de ressurreição.
(5º e 6º Domingo)
 
Eis o grande Sacramento que o Senhor nos oferece, para ser nosso alimento, Deus conosco permanece.
Este encontro nos dá vida, nos dá força e dá coragem. Quem comer desta comida terá forças na viagem.
 
Transformando o pão e o vinho, se tornou nosso alimento, vai conosco no caminho, não nos deixa um só momento.
 
Como outrora no deserto, o Senhor se faz comida, e nos mostra o rumo certo, para a terra prometida.
Que esta Santa Eucaristia, em que Deus é repartido, faça o pão de cada dia ser melhor distribuído. 
(Ascensão)
 
Pai de amor, aqui estamos celebrando a unidade. Somos teus filhos amados nesta mesa da igualdade. Somos uma só família, somos um só coração. Eis que a graça da partilha entre nós faz-se oração!
 
No raiar de um novo tempo vida nova então se faz. A esperança do teu povo é justiça, amor e paz!
 
Ó Jesus, Senhor da vida, vem trazer libertação! Desta gente tão sofrida vem mostrar-Te Deus-Irmão. Tua cruz é rumo certo junto a Ti vamos seguir, pois teu Reino está bem perto: as sementes vão florir!
 
Santo Espírito de Amor faz em nós tua morada. E na luta contra a dor guia nossa caminhada! És a fonte da Verdade vem mostrar a direção: vida plena, dignidade povo livre, mundo irmão! (Pentecostes)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Ressuscitou, toda a Igreja proclama, e convida o homem novo a cantar. Povo santo e feliz, Jesus Cristo nos chama: Amai-me e havereis de me possuir.
 
Quereis cantar louvor a Deus? E não sabeis com que louvar? Cantai co’a voz, com os lábios, E louvai com a vida e o coração.
 
Cantai, irmãos, este cântico novo; que é expressão de alegria e amor. A palavra e a voz anunciem de novo aquilo que sois, por viverdes bem. (5º e 6º Domingo)
 
Quando o Espírito de Deus soprou, o mundo inteiro se iluminou. A esperança na terra brotou, e um povo novo deu-se as mãos e caminhou.
 
Lutar e crer, vencer a dor, louvar o Criador. Justiça e paz hão de reinar e viva o amor.
 
Nosso poder está na união, o mundo novo vem de Deus e dos irmãos. Vamos lutando contra a divisão, e preparando a festa da libertação! (Ascensão e Pentecostes)
 

 Vamos Juntos Celebrar "Tempo Pascal, Ascensão e Pentecostes"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR
Domingo da Páscoa na Ressurreição e Tempo Pascal


Ritos Iniciais


O Senhor ressurgiu aleluia, aleluia! É o Cordeiro Pascal, aleluia, aleluia! Imolado por nós, aleluia, aleluia! É o Cristo, o Senhor, Ele vive e venceu aleluia! (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Alegrem-se os céus e exulte a terra, ressuscitou Jesus Cristo. (2º e 4º Domingo)


CANTO DE ENTRADA


Vencendo o pecado, vem, Senhor glorioso, vem. És nosso consolador. Tu és nossa vida; se nós somos alegres, devemos a ti.

Alegres cantamos, Jesus ressurgiu, Jesus ressurgiu! A Igreja reveste a veste da glória, da vida, do amor.

O povo aclamando vem, para a liturgia vem. É ressurreição do Amor, é vida pra todos nós. É canto, é festa, é celebração.


Com roupas festivas vem, sorrisos nos lábios, vem. O fraco fortalecido, feridas cicatrizadas. Num rosto tristonho a alegria voltou. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Por sua morte, a morte viu o fim. Do sangue derramado a vida renasceu. Seu pé ferido nova estrada abriu. E, neste homem, o homem, enfim se descobriu.


Meu coração me diz: O amor me amou, e se entregou por mim! Jesus ressuscitou! Passou a escuridão, o sol nasceu! A vida triunfou: Jesus Ressuscitou!


Jesus me amou e se entregou por mim! Os homens todos podem o mesmo repetir. Não temeremos mais a morte e a dor. O coração humano em Cristo descansou. (2º e 4º Domingo da Páscoa)


ATO PENITENCIAL

(Rito da aspersão. Ao final canta-se o Kyrie eleison...)


Banhados em Cristo somos u’a nova criatura. As coisas antigas já se passaram somos nascidos de novo.Aleluia, aleluia, aleluia! (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison! (2º e 4º Domingo)


Ó Cristo, ó Cristo, sois piedade! Christe, Christe, Christe eléison!


Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!

Confesso a Deus, Pai todo-poderoso, e a vós irmãos, confesso que pequei.
Por pensamentos, palavras, atos e omissões, por minha culpa, tão grande culpa.


Piedade, Senhor, piedade, Senhor, piedade de mim! (bis)


E peço à Virgem Maria, aos Santos e Anjos, e a vós, irmãos, eu peço que rogueis,
A Deus, que é Pai poderoso, para perdoar a minha culpa, tão grande culpa.

Piedade...


HINO DO GLÓRIA


Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia! Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)


Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida! Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)


Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino! Glória...


Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai! Glória... (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Glória a Deus! Glória a Deus! Porque Ele vive junto de nós e dá a paz aos homens de boa vontade. (bis)


Senhor, Deus, Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso nós vos louvamos, nós vos bendizemos. Nós vos adoramos, vos glorificamos. Nós vos damos graças, pela vossa imensa glória, imenso amor.


Senhor Deus, Jesus Cristo, Filho amado de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade do vosso povo! Só Vós sois o Altíssimo, com o Espírito, na glória de Deus Pai.
(2º e 4º Domingo da Páscoa)

Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA


Salmo 117

Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos! (Domingo da Ressurreição)


Salmo 117

Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” (2º Domingo)


Salmo 29

Eu vos exalto, ó Senhor, porque vós me livrastes. (3º Domingo)


Salmo 99

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, nós somos seu povo e seu rebanho. (4º Domingo)

Sequência


Cantai, cristãos, afinal: Salve, ó vítima pascal!
Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do Pai o aprisco.
Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado.
Duelam forte e mais forte: é a vida que enfrenta a morte.
O rei da vida, cativo, é morto, mas reina vivo!
Responde, pois, ó Maria: no teu caminho o que havia?
Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado,
os anjos da cor do sol, dobrado ao chão o lençol...
O Cristo, que leva aos céus, caminha à frente dos seus!
Ressuscitou de verdade. Ó Rei, ó Cristo, piedade!

Aclamação ao Evangelho


Cristo venceu! Aleluia! Ressuscitou! Aleluia!
O Pai lhe deu glória e poder. Eis nosso canto! Aleluia!

Este é o dia em que o amor venceu. Brilhante luz iluminou as trevas. Nós fomos salvos para sempre.

Suave aurora veio anunciando que uma nova era foi inaugurada. Nós fomos salvos para sempre.


No coração de todo homem nasce a esperança de um novo tempo. Nós fomos salvos para sempre. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Glória, Aleluia a Cristo! Aclamai de pé! Glória, Aleluia a Cristo! Luz de nossa fé.


São ó Senhor, bem felizes aqueles que em tua casa moram contigo, são teus amigos, pois te louvarão para sempre, Senhor! (2º e 4º Domingo da Páscoa)


Profissão de Fé
(Inserir o Credo Niceno)


ORAÇÃO DOS FIÉIS


Senhor, salvai-nos pela vossa Ressurreição. (Domingo da Ressurreição)


Senhor, aumentai nossa fé! (2º Domingo)


Senhor, conduzi nossos passos na estrada do amor! (3º Domingo)


Senhor, sustentai-nos com vossa mão poderosa. (4º Domingo)

(Inserir a oração do dizimista)

Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA


CANTO DO OFERTÓRIO


Bendito sejasó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.


Vê com bons olhos nossas humildes ofertas. Tudo o que temos seja pra ti, ó Senhor!


Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas.


Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos, glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

As nossas ofertas de vinho e de pão celebram a glória da ressurreição, a glória da ressurreição.


O grão que morrera no seio do chão renasce no trigo, tornando-se pão.
A uva amassada, pisada, moída ressurge no vinho, sustento da vida.

O pão e o vinho são hoje memória do novo Cordeiro na sua vitória. 
Sinais da aliança da terra e dos céus no corpo e no sangue do Filho de Deus.

Ao Pai ofertamos também nossa vida. O chão que pisamos, a relva florida. 
Os frutos da terra, por nós cultivados se tornem o corpo do Ressuscitado.
(2º e 4º Domingo da Páscoa)

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana!
(Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

O Senhor é Santo, Ele é nosso Deus. O Senhor é Santo, Ele é nosso Pai. O Senhor é Santo, Ele é nossa Paz: Ele é bendito, Ele é bendito, está entre nós (bis). O Senhor é Santo, Ele é o amor. O Senhor é Santo, Amor que refaz. O Senhor é Santo, Ele é nossa paz: Ele é bendito... O Senhor é Santo, hosana. O Senhor é Santo, hosanaO Senhor é Santo, hosana. Ele é bendito... (2º e 4º Domingo da Páscoa)

CANTO DA COMUNHÃO


Este é o hino do povo de Deus, que caminha pra união. Venham todos à comunhão, com Jesus e com nosso irmão.


Cristo ressuscitou, Cristo ressuscitou, vive no nosso meio, aleluia!

Meus irmãos, venham todos cear, é a ceia da ressurreição. O cordeiro está imolado, celebremos a salvação.

Quem comer deste pão viverá, é o pão vivo que vem do céu; esperemos asalvação, novos céus, nova terra.


No Senhor fomos redimidos, no seu sangue lavados fomos.Sua cruz é libertação, Jesus Cristo é nosso irmão.


Quem nos vir sempre reunidos, vai dizer: como são unidos.Nossos sonhos se realizaram, quem tem fé vive a eternidade. (Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)

Na comunhão recebemos, teu corpo e sangue, Senhor. E tua vida divina, dons do teu grande amor. São nossa força na luta, fazem vencer todo o mal; e nos conduzem ao Pai; glória a Deus imortal!

Senhor Jesus, Senhor Jesus, Deus Vivo e Vencedor! (bis)

Entre as angústias da vida, não cairemos jamais, pois tua força nos leva a caminhar sempre mais. Na comunhão nos deixaste força e motivo de amar. Todo o caminho da vida nos traga sempre ao altar.

Ao comungar caminhamos para o altar com o irmão. O teu amor nos atrai, centro de nossa união. Em cada esforço que pede, vamos sentir tua mão. Vamos sentir que nos dás forças de ressurreição. (2º e 4º Domingo)


Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO


Vibra uma canção de esperança e alegria, surge no horizonte o raiar de um novo dia.Canta, dança, entra na festa sente a alegria de viver. Olha o céu sorrindo, vê a beleza deste renascer. Canta, dança nesta ciranda sonha de novo sem temer, vai à cidade, leva a notícia deste amanhecer. No olhar do povo brincam risos de criança, mãos se entrelaçam recriando a confiança. Livre canta o vento boa nova da amizade. Brilha a paz na terra, nasce nova humanidade. (Domingo da Ressurreição)

Nossa vida é um louvor a Deus pelas suas maravilhas. Todo dia se tornou domingo, toda vida vem de Deus.

Ressurgiu Cristo Deus, vamos cantar, aleluia! Ressurgiu Cristo Deus, vamos cantar,aleluia!

Vida nova em todo o universo, tudo se unificou. Deus se reconciliou com os homens em Jesus, o Salvador.(Domingo da Ressurreição e 3º Domingo)


Cristo ressuscitou, aleluia! Venceu a morte com amor (bis). Aleluia!


Tendo vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós.Para manter viva a chama do amor que reside em cada cristão a caminho do Pai.


Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz.Pois nosso peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na Casa do Pai. (2º e 4º Domingo da Páscoa)

A todos que vieram celebrar conosco, desejamos uma Feliz Páscoa!
Alegremo-nos no Senhor, pois Ele venceu a morte e agora vive no meio de nós.

Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.


 Vamos Juntos Celebrar "Domingo da Páscoa na Ressurreição do Senhor"

 

 VAMOS JUNTOS CELEBRAR

Vigília Pascal
 
Ritos Iniciais
Liturgia da luz
O SENHOR NOS ACOLHE E ILUMINA NOSSA VIDA
REFRÃO MEDITATIVO
 
Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz davida terá!
Acolhida, Bênção do Fogo e Preparação do Círio
(Após a preparação do Círio realiza-se uma a procissão até o altar, enquanto isso entoa-se este cântico)
 
Tu anseias, eu bem sei, por salvação, tens desejo de banir a escuridão abre, pois de par em par teu coração e deixa a luz do céu entrar.
 
Deixa a luz do céu entrar (bis), abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar.
 
Cristo a luz do céu, em ti quer habitar para as trevas do pecado dissipar, teu caminho e coração iluminar e deixa a luz do céu entrar.
 
Que alegria andar ao brilho dessa luz vida eterna e paz no coração produz. Oh! Aceita agora o salvador Jesus e deixa a luz do céu entrar.
PROCISSÃO DA LUZ
 
Eis a luz de Cristo! Demos graças a Deus!
PROCLAMAÇÃO DA PÁSCOA
 
Ó noite de alegria verdadeira, que une de novo o céu e a terra inteira.
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 103
Enviai Senhor, o vosso Espírito, e renovai a face da terra.
 
Salmo 15
Guardai-me,Ó Deus, porque em vós me refugio!
 
Cântico Êxodo 15, 1-6. 17-18
 
Cantemos ao Senhor que se vestiu de glória!
 
Salmo 29
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes!
 
Salmo 12
Com júbilo bebei da fonte salvadora.
 
Salmo 18
Vossas palavras, Senhor, são palavras de vida eterna.
 
Salmo 41
Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo.
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia!Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia!
Glória, glória no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida!
 
Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai!
 
Glória a Deus Uno e Santo, Pai Espírito e Filho! Glória a Deus Uno e Trino! Glória ao Deus comunhão!
 
Salmo 117
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis)
 
Rendei graças ao Senhor! Que seu amor é sem fim!
 
Diga o povo de Israel...
 
Digam os seus sacerdotes...
 
Digam todos que o temem...
 
Eis o dia do Senhor! Alegres nele exultemos!
 
Que nos salve imploremos...
 
Bem-vindos à sua casa...
 
Nós todos, os seus amados...
 
Liturgia Batismal
O SENHOR NOS FAZ SEUS FILHOS
 
Ladainha dos Santos
 
Bênção da Água Batismal
 
Renovação das Promessas do Batismo
 
Para viver na liberdade dos filhos de Deus, renunciais ao pecado? Renuncio.
 
Para viver como irmãos e irmãs, renunciais a tudo o que vos possa desunir, para que o pecado não domine sobre vós? Renuncio.
 
Para seguir Jesus Cristo, renunciais ao Demônio, autor e princípio do pecado? Renuncio.
 
Credes em Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra? Creio.
 
Credes em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e subiu ao céu? Creio
 
Credes no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na ressurreição dos mortos e na vida eterna? Creio
 
ASPERSÃO DA ASSEMBLEIA
 
Banhados em Cristo somos u’a nova criatura.As coisas antigas já se passaram somos nascidos de novo.Aleluia, aleluia, aleluia!
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
Pai cheio de ternura, salvai-nos pela ressurreição de Jesus.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Bendito sejas ó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Vê com bons olhos nossas humildes ofertas. Tudo o que temos seja pra ti, ó Senhor!
 
Vidas se encontram no altar de Deus, gente se doa dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos, glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas.
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis) Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana... 
 
ABRAÇO DA PAZ
 
Aperte a minha mão, irmão, quero te dar a paz do meu Senhor!Me dê um abraço forte, bem mais forte do que forte num gesto de amor. A paz do Senhor quero te dar meu irmão com toda a alegria que existe no meu coração.(bis)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Antes da morte e ressurreição de Jesus, Ele, na Ceia, quis se entregar: deu-se em comida e bebida pra nos salvar.
 
E quando amanhecer, o dia eterno, a plena visão, ressurgiremos por crer, nesta vida escondida no pão.
 
Para lembrarmos a morte, a cruz do Senhor, nós repetimos, como Ele fez: gestos, palavras, até que volte outra vez.
 
Este banquete alimenta o amor dos irmãos, e nos prepara a glória do céu: Ele é a força na caminhada pra Deus.
 
Eis o Pão vivo mandado a nós por Deus Pai! Quem o recebe, não morrerá: no último dia vai ressurgir, viverá.
 
Cristo está vivo, ressuscitou para nós! Esta verdade vai anunciar, a toda terra, com alegria a cantar.
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Cristo ressuscitou, aleluia! Venceu a morte com amor (bis). Aleluia!
 
Tendo vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós.Para manter viva a chama do amor que reside em cada cristão a caminho do Pai.
 
Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz.Pois nosso peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na Casa do Pai.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.

 Vamos Juntos Celebrar "Vigília Pascal"

 
 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR

A Paixão do Senhor
 
Silêncio profundo
(Não há canto de entrada; a solene ação litúrgica começa com a oração silenciosa de toda a assembleia)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 30
Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito (bis)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Salve, ó Cristo obediente! Salve, amor onipotente, que te entregou à cruz e te recebeu na luz!
 
O Cristo obedeceu até a morte, humilhou-se e obedeceu o bom Jesus. Humilhou-se e obedeceu, sereno e forte, humilhou-se e obedeceu até a cruz.
 
Por isso o Pai do céu o exaltou, exaltou-o e lhe deu um grande nome. Exaltou-o e lhe deu poder e glória. Diante dele céus e terra se ajoelhem!
 
ORAÇÃO UNIVERSAL
 
(O Presidente da celebração formula a intenção da oração; todos rezam em silêncio; o celebrante conclui de cada vez com uma oração)
 
  Pela Santa Igreja
Pelo Papa
Por todas as ordens e categorias de fiéis
Pelos Catecúmenos
Pela Unidade dos Cristãos
Pelos Judeus
Pelos que não crêem no Cristo
Pelos que não crêem em Deus
Pelos Poderes Públicos
Por todos os que sofrem provações
 
ADORAÇÃO DA CRUZ
 
Eis o lenho da Cruz do qual pendeu a salvação do mundo! Vinde, adoremos!
 
Que te fiz meu povo eleito? Dize em que te contristei! Que mais podia ter feito em que foi que eu te faltei?
 
Deus Santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós.
 
Eu te fiz sair do Egito, com maná te alimentei: preparei-te bela terra, tua cruz para o teu rei!
 
Bela vinha eu te plantara, tu plantaste a lança em mim. Águas doces eu te dava, foste amargo até o fim!
 
Flagelei por ti o Egito, primogênitos matei. Tu, porém, me flagelaste, entregaste o próprio rei!
 
Eu te fiz sair do Egito, afoguei o Faraó. Aos teus sumos sacerdotes entregaste-me sem dó.
 
Eu te abri o mar Vermelho, tu me abriste o coração. A Pilatos me levaste, eu levei-te pela mão.
 
Pus maná no teu deserto, teu ódio me flagelou. Fiz da pedra correr água, o teu fel me saturou.
 
Só na cruz do me exaltaste, quando em tudo te exaltei. Por que à morte me entregaste? Em que foi que eu te faltei?
 
Ó Pai, se é possível; ó Pai se é possível, afasta de nós este cálice! Porém, não se faça, Porém, não se faça, a nossa vontade, mas a tua!
 
São tantas lágrimas no cálice do povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
São tantas pedras no caminho do teu povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
São tantas cruzes sobre os ombros do teu povo: tua paixão parece acontecer de novo.
 
Bendita e louvada seja no céu a divina luz.
 
E nós, também na terra, louvemos a Santa Cruz! (bis)
 
Os céus cantam a vitória de nosso Senhor Jesus.
 
Cantemos nós igualmente, louvores a Santa Cruz! (bis)
 
Humildes e confiantes levemos a nossa cruz.
 
Seguindo sublime exemplo de nosso Senhor Jesus! (bis)
 
Cordeiro Imaculado por todos morreu Jesus.
 
Pagando as nossas culpas é Rei pela sua Cruz! (bis)
 
É arma em qualquer perigo, é raio de eterna luz.
 
Bandeira vitoriosa, o Santo sinal da Cruz! (bis)
 
Ao povo, aqui reunido, dai graça, perdão e luz!
 
Salvai-nos ó Deus clemente em nome da Santa Cruz! (bis)
 
Comunhão Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
CANTO DA COMUNHÃO
 
Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
 
Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
 
Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males; hoje és minha presença junto a todo sofredor: onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele.
 
Entreguei a minha vida pela salvação de todos; reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele.
 
Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido; busca salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo; é presença e alimento nesta santa comunhão: onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
 
Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa; eu não deixo perecer nenhum daqueles que são meus; onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Da ovelha desgarrada eu me fiz o bom pastor; reconduze, acolhe e guia a que de mim se extraviou: onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele.
 
Eu quis comer esta ceia agora, pois vou morrer, já chegou minha hora:
 
Comei, tomai é meu corpo e meu sangue que dou,vivei no amor! Eu vou preparar a ceia na casa do Pai.
 
Comei o pão é meu corpo imolado por vós; perdão para todo o pecado.
 
E vai nascer do meu corpo a esperança, o amor, a paz; uma nova aliança.
 
Eu vou partir, deixo o meu testamento.Vivei no amor! Eis o meu mandamento.
 
Irei ao Pai; sinto a vossa tristeza; porém, no céu, vos preparo outra mesa.
 
De Deus virá o Espírito Santo, que vou mandar pra enxugar vosso pranto.
 
Eu vou, mas vós me vereis novamente; estais em mim e eu em vós estou presente.
 
Crerá em mim e estará na verdade, quem vir cristãos, na perfeita unidade.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.
 
 Vamos Juntos Celebrar "A Paixão do Senhor"
 
 
  VAMOS JUNTOS CELEBRAR
A Ceia do Senhor
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
 
Ele me amou! Ele me amou e se entregou por mim. (bis)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Nós nos gloriamos na cruz de Nosso Senhor, que hoje resplandece com o novo mandamento do amor.
 
Na Ceia da Nova Aliança, Jesus na tarde santa ao Pai se entregou. Na Ceia que hoje acontece, o povo oferece a Deus o seu louvor. 
 
Comer e beber pão e vinho, sinais de carinho, anúncio do amor! Na luta de cada jornada, a cruz é pesada. Salvai-nos, Senhor.
 
Viver, partilhar, cada dia a dor, a alegria, nos faz celebrar: a Páscoa de Cristo, de novo, na vida do povo, pra ressuscitar.
 
O povo, carrega tua cruz no escuro e na luz, marchando assim vai. A cruz plenifica a vida, resposta sofrida, vontade do Pai.
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Ó Cristo, ó Cristo, sois piedade! Christe, Christe, Christe eléison!
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie Kyrie eléison
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados.
 
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
 
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória.
 
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
 
Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica!
 
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!
 
Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, só vós o Altíssimo Jesus Cristo.
 
Com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Na glória de Deus Pai. Amém!
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 115
O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão com o sangue do Senhor.
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Eu vos dou um novo Mandamento: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei disse o Senhor.
 
Felizes os puros em seus caminhos, os que andam na Lei do Senhor.
 
Felizes os que guardam os seus preceitos e o procuram de todo o coração.
 
Promulgastes os vossos preceitos, para serem guardados fielmente.
 
O Senhor, na quinta-feira santa, pôs água na bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos.
 
LAVA-PÉS
 
Jesus erguendo-se da Ceia, jarro e bacia tomou, lavou os pés dos discípulos. Este exemplo nos deixou. Aos pés de Pedro inclinou-se. Ó Mestre, não, por quem és! Não terás parte comigo, se não lavar os teus pés(bis)
 
És o Senhor, tu és o Mestre, os meus pés não lavarás! O que ora faço não sabes, mas depois compreenderás. Se eu vosso Mestre e Senhor, vossos pés hoje lavei, lavai os pés uns dos outros! Eis a lição que vos dei. (bis).
 
Eis como irão reconhecer-vos como discípulos meus; se vos amais uns aos outros, disse Jesus para os seus. Dou-vos novo mandamento, deixo, ao partir, nova Lei. Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei! (bis).
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, dai-nos a alegria de amar e servir.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Aqui, diante do altar, eu venho te ofertar, a minha vida Senhor e consagrar o teu amor.
 
Eis minha vida, é toda tua Senhor. O meu prazer de viver nas tuas mãos quero pôr. E vou contente, guiado por tua luz,já não sou eu a viver, pois vive em mim Jesus.
 
Não vim senão pra servir, eu quero o Mestre seguir. Não viverei para ti, mas para Deus e os filhos seus.
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana nas alturas! Hosana!
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Venham, venham todos para a Ceia do Senhor! Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor. Porta sempre aberta, Pai amigo aguardando acolhedor. Vem do alto por Maria, este Pão que vai nos dar. Pão dos anjos quem diria! Nos fará ressuscitar.
 
Canta a Igreja o Sacrifício que na Cruz foi seu início! E, antes, Jesus quis entregar, Corpo e Sangue em alimento, precioso testamento. Como não nos alegrar?!
 
Com a solidariedade renovar a sociedade pela justiça e paz lutar. Vendo o pão em cada mesa, vida humana com nobreza. Como não nos alegrar?!
 
Tantos são os excluídos, rejeitados, abatidos. Há quem já nasce sem lugar. Deus, porém, nos abre os braços, quer a todos dar o abraço! Como não nos alegrar?!
 
Fazei isto! foi a ordem. Morte e vida nos recordem: Prova de amor é partilhar! Há maior felicidade, no serviço e na humildade. Como não nos alegrar?!
 
Pão é carne verdadeira, Vinho é Sangue da videira! Possa tal fé se aprofundar! Se o mistério é incompreensível, nossa fé diz que é possível. Como não nos alegrar?!
 
É sangue o que era vinho, é corpo o que era pão./Cristo venceu o tormento, é nosso sustento e se faz comunhão./
 
Às núpcias do Cordeiro, em brancas vestes vamos. Transpondo o Mar Vermelho ao Cristo Rei cantamos.
 
Por nós no altar da cruz seu corpo ofereceu. Comendo deste pão nascemos para Deus.
 
O Cristo nossa Páscoa morreu como um cordeiro. Seu corpo é nossa oferta, pão vivo e verdadeiro.
 
Da morte o Cristo volta, a vida é seu troféu. O injusto traz cativo, e a todos abre o céu.
 
Jesus pascal cordeiro, em vós se alegra o povo, que, livre pela graça, em vós nasceu de novo.
 
Seu sangue em nossas portas, afasta o anjo irado. Das mãos de um rei injusto, seu povo é libertado.
 
TRANSLADAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
 
Canta Igreja, o Rei do mundo que se esconde sob os véus. Canta o sangue tão fecundo, derramado pelos seus, e o mistério tão profundo de uma Virgem, Mãe de Deus!
 
Um menino nos foi dado, veio aos servos o Senhor. Foi na terra semeado o seu Verbo Salvador. Ao partir nos foi deixado, Pão da vida, pão de amor.
 
Celebrando a despedida, com os doze Ele ceou. Toda a Páscoa foi cumprida, novo rito inaugurou e seu corpo, Pão da Vida, aos irmãos Ele entregou.
 
Cristo, verbo onipotente, deu-nos nova refeição. Faz-se carne realmente o que deixa de ser pão. Eis que o vinho é sangue ardente, vence a fé, gosto e visão.
 
Tão sublime Sacramento, adoremos neste altar. Pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar. Venha a fé, por suplemento, os sentidos completar.
 
Ao eterno Pai cantemos, e a Jesus, o Salvador: ao Espírito exaltemos, na Trindade, eterno amor; ao Deus Uno e Trino demos a alegria do louvor. Amém.
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.
 

 Vamos Juntos Celebrar "A Ceia do Senhor"

 

VAMOS JUNTOS CELEBRAR

Domingo de Ramos da Paixão do Senhor
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
BÊNÇÃO DOS RAMOS
 
Hosana ao Filho de Davi! (bis) Bendito o que vem em nome do Senhor, Rei de Israel, Hosana nas alturas. Hosana ao Filho de Davi! (bis) Os filhos dos hebreus com ramos de oliveira foram ao encontro do Senhor clamando, Hosana nas alturas! (bis)
 
Ao Senhor pertence a terra e sua plenitude, o mundo inteiro com os seus seres que o povoam. Porque Ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.
 
Quem subirá até o monte do Senhor? Quem ficará em sua santa habitação? Quem tem mãos puras e inocente o coração, quem não dirige sua mente para o crime.
 
Dizei-nos: quem é este Rei da glória? O Rei da glória, é o Senhor Onipotente, o Rei da glória é o Senhor do Universo! O Rei da glória é o Senhor de toda a terra.
 
PROCISSÃO EM HONRA A CRISTO REI
 
Hosana hei; hosana ha; hosana hei; hosana hei; hosana ha. (bis)
 
Ele é o Santo,é o Filho de Maria, Eleé o Deus de Israel, Ele é o Filho de Davi.Santo é seu nome, é o Senhor Deus do universo, glória a Deus de Israel nosso Rei e Salvador. Hosana hei...
 
Vamos a Ele com as flores dos trigais, com os ramos de oliveira, com alegria e muita paz. Santo é seu nome, é o Senhor Deus do universo, glória a Deus de Israel nosso Rei e Salvador. Hosana hei...
 
Ele é o Cristo, é o unificador. É hosana nas alturas, é hosana no amor.Santo é seu nome, é o Senhor Deus do universo, glória a Deus de Israel nosso Rei e Salvador. Hosana hei...
 
Ele é a alegria, é a razão do meu viver. É a vida dos meus dias, é o amparo no sofrer.Santo é seu nome, é o Senhor Deus do universo, glória a Deus de Israel nosso Rei e Salvador. Hosana hei...
 
Tu és o Reidos reis! O Deus do Céu deu-te reino, força e glória, e entregou em tuas mãos a nossa história, Tu és rei, e o amor é tua lei! 
 
Sou o primeiro e o derradeiro, fui ungido pelo amor.Vós sois meu povo, eu vosso Rei e Senhor Redentor!
 
Vos levarei às grandes fontes, dor e fome não tereis.Vós sois meu povo, eu vosso Rei. Junto a mim vivereis!
 
Jesus Cristoé o Senhor, o Senhor, o Senhor!Jesus Cristo é o Senhor, glória a Ti, Senhor! Da minha vida Ele é o Senhor! (3x) Glória a Ti, Senhor!
 
Do meu passado...
 
Do meu futuro...
 
Da Juventude...
 
Desta Paróquia...
 
Desta Cidade...
 
Do mundo inteiro...
 
CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 21
Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Salve,ó Cristo obediente! Salve amor onipotente,que te entregou à cruz quete recebeu na luz!
 
O Cristo obedeceu até a morte, humilhou-se e obedeceu o bom Jesus.Humilhou-se e obedeceu, sereno e forte, humilhou-se e obedeceu até a cruz.
 
Por isso o Pai do céu o exaltou, exaltou-o e lhe deu um grande nome.Exaltou-o e lhe deu poder e glória. Diante dele céus e terra se ajoelhem!
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Santificai, Senhor, o povo que remistes com vosso sangue!
 
Oração da Campanha da Fraternidade
 
Ó Pai, Alegria e esperança de vosso povo,vós conduzis a Igreja, servidora da vida,nos caminhos da história.A exemplo de Jesus Cristo e ouvindo sua palavra que chama à conversão, seja vossa Igreja testemunha viva de fraternidade e de liberdade, de justiça e de paz. Enviai o vosso Espírito da verdade para que a sociedade se abra à aurora de um mundo justo e solidário,sinal do Reino que há de vir. Por Cristo Senhor nosso.Amém!
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Aqui, diante do altar, eu venho te ofertar, aminha vida Senhor e consagrar o Teu amor.
 
Eis minha vida, é toda tua Senhor.O meu prazer de viver nas tuas mãos quero pôr.E vou contente, guiado por tua luz, já não sou eu a viver, pois vive em mim Jesus.
 
Não vim senão pra servir, eu quero o Mestre seguir.Não viverei para ti, mas para Deus e os filhos seus.
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O céu e a terra proclamam, a vossa glória. Hosana nas alturas! Hosana! (bis) Bendito aquele que vem em nome do Senhor. (bis) Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
 
Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
 
Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males; hoje és minha presença junto a todo sofredor: onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele.
 
Entreguei a minha vida pela salvação de todos; reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele.
 
Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido; busca salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo; é presença e alimento nesta santa comunhão: onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
 
Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa; eu não deixo perecer nenhum daqueles que são meus; onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
 
Da ovelha desgarrada eu me fiz o bom pastor; reconduze, acolhe e guia a que de mim se extraviou: onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele.
 
Eu me entrego, Senhor, em tuas mãos e espero pela tua salvação!
 
Junto de ti, ó Senhor, me refugio, não tenha eu do que me envergonhar; em tuas mãos, ó Senhor eu me confio, fiel e justo Senhor, vem me livrar!
 
Pois me tornei a vergonha do inimigo, e a gozação do vizinho e conhecido, dos corações esquecido qual um morto, e rejeitado como um ser apodrecido.
 
Mas eu repito, Senhor, em ti confio: Tu és meu Deus e em ti me refugio; o meu espírito em tuas mãos entrego e tu me livras das mãos do inimigo!
 
A tua face serena resplandeça sobre o teu servo liberto, em tua paz! De coração sede fortes, animados, todos vós que no Senhor sempre esperais.
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Em meio às angústias, vitórias e lidas, no palco do mundo, onde a história se faz, sonhei uma Igreja a serviço da vida. Eu fiz do meu povo os atores da paz. (bis)
 
Quero uma Igreja solidária, servidora e missionária, que anuncia e saiba ouvir. A lutar por dignidade, por justiça e igualdade, pois “Eu vim para servir”.
 
Os grandes oprimem, exploram o povo, mas entre vocês bem diverso há de ser. Quem quer ser o grande se faça de servo: Deus ama o pequeno e despreza o poder. (bis)
 
Preciso de gente que cure feridas, que saiba escutar, acolher, visitar. Eu quero uma Igreja em constante saída, de portas abertas, sem medo de amar! (bis)
 
O meu mandamento é antigo e tão novo: amar e servir como faço a vocês. Sou mestre que escuta e cuida seu povo, um Deus que se inclina e que lava seus pés. (bis)
 
As chagas do ódio e da intolerância se curam com o óleo do amor-compaixão. Na luz do Evangelho, acende a esperança. Vem! Calça as sandálias, assume a missão! (bis)
 
Dízimo: gesto de partilha que nasce da fé.
 

 Vamos Juntos Celebrar "Domingo de Ramos da Paixão do Senhor"

 
 
 VAMOS JUNTOS CELEBRAR
 
“Casa comum, nossa responsabilidade”
 
“Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5,24)
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÕES MEDITATIVOS
 
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação. Ao Pai voltemos juntos andemos. Eis o tempo de conversão! (4ª Feira de Cinzas)
 
Ladainha de todos os Santos
(1º Domingo - Enquanto o solista propõe as invocações, todos respondem cantando. A ladainha substitui o refrão meditativo e o canto de Entrada).
 
Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará nas trevas, nas trevas, mas a luz da vida terá! (2º Domingo)
 
Agora o tempo se cumpriu, o Reino já chegou. Irmãos convertam-se e creiam firmes no Evangelho! (3º Domingo)
 
Misericórdia, Senhor, misericórdia! Misericórdia! Senhor escuta o lamento e tem de nós compaixão. Ao povo dá novo alento, a tua graça e perdão.
(4º e 5º Domingo).
 
CANTO DE ENTRADA
 
Eis, ó meu povo o tempo favorável. Da conversão que te faz mais feliz; da construção de um mundo sustentável, “Casa Comum” é teu Senhor quem diz:
 
Quero ver, como fonte o direito a brotar, a gestar tempo novo: e a justiça, qual rio em seu leito, dar mais vida pra vida do povo.
 
Eu te carrego sobre as minhas asas te fiz a terra com mãos de ternura; vem, povo meu, cuidar da nossa casa! Eu sonho verde, o ar, a água pura.
 
Te dei um mundo de beleza e cores, tu me devolves esgoto e fumaça. Criei sementes de remédio e flores; semeias lixo pelas tuas praças.
 
Justiça e paz, saúde e amor têm pressa; mas, não te esqueças, há uma condição: o saneamento de um lugar começa por sanear o próprio coração.
 
Eu sonho ver o pobre, o excluído sentar-se à mesa da fraternidade; governo e povo trabalhando unidos na construção da nova sociedade.
(4ª Feira de Cinzas; 2º e 4º Domingo)
 
A ti, meu povo, amado da aliança, se abre a porta da misericórdia, do meu perdão que é fonte de esperança, que gera a paz, a vida e a concórdia.
 
Misericordiosos, misericordiosos, misericordiosos como o Pai!
 
Perdoa até setenta vezes sete, procura amar irmãos e inimigos; celebra a volta de quem se converte: 
Eis o que peço aos meus irmãos e amigos.
 
O Pai ampara o órfão e a viúva, rejeita a regra do 'dente por dente', pois Ele envia o sol, a brisa, a chuva tanto ao injusto e justo igualmente.
 
Vai ser sinal do meu amor ternura, consola aflitos, perdoa as ofensas; reparte o pão e o teu amor que cura, faze orações, pratica a paciência. (3º e 5º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a plenitude da verdade e da graça, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie, Kyrie eléison!
 
Cristo, que vos tornastes pobre para nos enriquecer, tende piedade de nós.
Ó Cristo, ó Cristo, sois piedade! Christe, Christe, Christe eléison!
 
Senhor, que vieste para fazer de nós o vosso povo santo, tende piedade de nós.
Ó Senhor, ó Senhor, sois piedade! Kyrie, Kyrie Kyrie eléison
(4ª Feira de Cinzas, 2º e 4º Domingo)
 
Senhor, que nos mandastes perdoar mutuamente antes de nos aproximarmos do vosso altar. Senhor, tende piedade de nós! (bis)
 
Cristo, que na cruz destes o perdão aos pecadores.
Cristo, tende piedade de nós!(bis)
 
Senhor, que confiastes à vossa Igreja o ministério da reconciliação.
Senhor, tende piedade de nós! (bis)
(1º, 3º e 5º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 50 
Misericórdia, ó Senhor, misericórdia, pois pecamos! (4ª Feira de Cinzas) 
 
Salmo 90
Em minhas dores, ó Senhor, permanecei junto de mim! (1º Domingo)
 
Salmo 26
O Senhor é minha luz e salvação. (2º Domingo)
 
Salmo 102
O Senhor é bondoso e compassivo. (3º Domingo) 
 
Salmo 33
Provai e vede quão suave é o Senhor! (4º Domingo) 
 
Salmo 125
Maravilhas vez conosco o Senhor, exultemos de alegria! (5º Domingo) 
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus! Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus! (bis)
 
Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: Não fecheis os corações como em Meriba! (4ª Feira de Cinzas)
 
Louvor e glória a ti, Senhor, Cristo Palavra de Deus, Cristo Palavra de Deus.
 
O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus. (1º Domingo)
 
Louvor a vós, o Cristo Rei, Rei da eterna glória, Rei da eterna glória.
 
Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado, escutai-o, todos vós! (2º Domingo)
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. (bis)
 
Convertei-vos, nos diz o Senhor, porque o Reino dos céus está perto. (3º Domingo)
 
Honra glória, poder e louvor, a Jesus, nosso Deus e Senhor!
 
Vou levantar-me e vou a meu pai e lhe direi: Meu Pai, eu pequei contra o céu e contra ti.
(4º Domingo)
 
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus. (bis)
 
Agora, eis o que diz o Senhor: De coração convertei-vos a mim, pois sou bom, compassivo e clemente. (5º Domingo)
 
ORAÇÕES DOS FIÉIS
 
Convertei-nos, Senhor, e seremos salvos! (4ª Feira de Cinzas)
 
Fortalecei-nos, Senhor, com o vosso Espírito! (1º Domingo)
 
Transfigurai-nos, Senhor, pela vossa imensa bondade! (2º Domingo)
 
Guardai-nos, Senhor, para a Vida junto de vós! (3º Domingo)
 
Salvai-nos, Senhor, pela vossa misericórdia! (4º e 5º Domingo)
 
ORAÇÃO DA CAMPANHA ECUMÊNICA DA FRATERNIDADE
(Recitada após as Preces da Comunidade)
 
Deus da vida, da justiça e do amor, tu fizeste com ternura o nosso planeta, morada de todas as espécies e povos. Dá-nos assumir, na força da fé e em irmandade ecumênica, a corresponsabilidade na construção de um mundo sustentável e justo, para todos. No seguimento de Jesus, com a Alegria do Evangelho e com a opção pelos pobres. Amém!
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
(Recitada após as Preces da Comunidade)
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelos frutos das nossas jornadas! Repartidos na mesa do reino, anunciam a paz almejada!
 
Senhor da vida, Tu és a nossa salvação! Ao prepararmos a tua mesa em ti buscamos ressurreição!
 
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelos mares, os rios e as fontes! Nos recordam a tua justiça, que nos leva a um novo horizonte!
Sê bendito, Senhor, para sempre, pelas bênçãos qual chuva torrente! Tu fecundas o chão desta vida, que abriga uma nova semente! (4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Mestre, bom estarmos aqui, reunidos bem perto de ti, no silêncio e na paz. Mestre reunidos no amor, nós viemos ao Monte Tabor para em ti repousar. 
 
E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração (bis)
 
Mestre ao sairmos daqui nós iremos teus passos seguir com sementes nas mãos. Mestre, nós queremos plantar o teu reino em todo lugar e crescer como irmãos. (2º Domingo)
 
Muito alegre eu te pedi o que era meu. Partir, um sonho tão normal. Dissipei meus bens, o coração também. No fim, meu mundo era irreal.
 
Confiei no teu amor e voltei, sim aqui é meu lugar. Eu gastei teus bens, ó Pai, e Te dou este pranto em minhas mãos.
 
Mil amigos conheci, disseram adeus caiu a solidão em mim. Um patrão cruel levou-me a refletir: meu Pai não trata um servo assim.
 
Nem deixaste-me falar da ingratidão morreu, no abraço, o mal que eu fiz. Festa, roupa nova, o anel, sandálias aos pés, voltei à vida, sou feliz. (4º Domingo)
 
Um coração para amar, pra perdoar e sentir; para chorar e sorrir, ao me criar Tu me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater. Ansioso por entender as coisas que Tu disseste.
 
Eis o que eu venho te dar. Eis o que eu ponho no altar, toma Senhor que ele é teu. Meu coração não é meu.
 
Quero que o meu coração seja tão cheio de paz, que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as consequências do amor. (4º e 5º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória. Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana, Hosana nas alturas! Hosana! (4ª Feira de Cinzas; 2º e 4º Domingo)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis) Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana... (1º; 3º e 5º Domingo)
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Ó Pai, teu povo busca vida nova na direção da Páscoa de Jesus. Em nossa fronte, o sinal das cinzas na caminhada, vem ser força e luz!
 
Provai e vede como Deus é bom, feliz de quem no seu amor confia! Em Jesus Cristo se faz graça e dom, se faz Palavra e Pão na Eucaristia.
 
A nossa Igreja, ó Pai, se faz caminho na direção da Páscoa de Jesus. Vem, nos ajuda a renascer das cinzas, na caminhada, vem ser força e luz. 
 
Quando, na vida, andamos no deserto e a tentação vem nos tirar a paz, a fortaleza e a palavra certa em ti buscamos, Deus de nossos pais.
 
Peregrinamos entre luz e sombras, a cruz nos pesa, o mal nos desfigura, mas na oração e na Palavra achamos a tua graça, que nos transfigura.
 
Ó Deus, conheces nosso sofrimento, há muita dor, é grande a aflição. Transforma em festa nossa dor-lamento, acolhe os frutos bons da conversão.
 
Quando o pecado nos consome e fere, e em ti buscamos a paz do perdão, o nosso rio de aflição se perde no mar profundo do teu coração.
 
Por que ficar em coisas já passadas? O teu perdão liberta e nos renova. O teu amor nos abre nova estrada, traz alegria e paz, nos revigora. (4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Vem, ó meu povo, partilhar da minha mesa. Com muito amor este banquete eu preparei. Este alimento será força na fraqueza, levanta e come deste pão que consagrei.
 
Nós te louvamos, ó Senhor por teu carinho que se faz pão, se faz palavra e traz perdão. A Eucaristia nos sustenta no caminho nutre a esperança e fortalece na missão.
 
Eu te proponho um novo Reino de justiça, que tem por lei a igualdade, a compaixão. Não te dominem o egoísmo e a cobiça! Recorre à força da palavra e da oração.
 
No monte santo da oração, da Eucaristia encontrarás alento e paz, conforto, enfim. Mas na planície da missão, no dia-a-dia irmãos sofridos já te esperam. Vai por mim!
 
A minha casa é lar que acolhe, é doce abrigo, mas a morada que prefiro é o coração. Me alegra o culto que me prestas, como amigo, me alegra mais te ver cuidar do teu irmão.
 
Por tanto amar eu entreguei meu próprio Filho. Pra te salvar Ele se deu, morreu na cruz. Se o mal te fere e do teu rosto ofusca o brilho combate as trevas! Faze o bem! Procura a luz!
 
Dará mais frutos toda a planta que é podada. A vida humana é uma longa gestação. À luz da fé, a dor é poda abençoada, à luz da páscoa, a morte é luz, ressurreição. (2º; 4º e 5º Domingo)
 
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
RITO DA IMPOSIÇÃO DAS CINZAS
 
Senhor, tende compaixão do vosso povo que acolhe a conversão. Reacendei em nós a chama batismal. Oh! Dá-nos luz e vosso perdão! (bis)
 
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Do meu pecado, todo inteiro, vem lavar-me e apagai completamente a minha culpa.
 
Eu reconheço toda a minha iniquidade, o meu pecado está sempre à minha frente. Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei e pratiquei o que é mau aos vossos olhos!
 
Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
 
Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor!
 
Deus é Pai, Deus é amor, Deus é esperança pra quem nele crê. Confiou a construção do Reino de Paz ao homem que ama.
 
Eu creio em Deus que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou, feliz eu sou.
Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar a minha vida tem valor, feliz eu sou. 
 
Jesus Cristo caminha conosco amigo e irmão que nos leva ao Pai. Jesus Cristo, nasceu e viveu a vida dos homens e ressurgiu.
 
Deus é amor, é consolador, conforta e ampara o pecador. Deus é amor, Espírito Santo destrói o que é mal, dá vida ao que é bom. (4ª Feira de Cinzas; 1º e 3º Domingo)
 
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação. Ao Pai voltemos, juntos andemos. Eis o tempo de conversão!
 
Os caminhos do Senhor são verdade, são amor. Dirigi os passos meus; em vós espero, ó Senhor!
Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele é bom, fiel e justo; Ele busca e vem salvar!
 
Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio mesmo quando minha dor não mais aguento.
Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer. Libertai o vosso servo e fazei-o reviver!
 
A Palavra do Senhor é a luz do meu caminho; ela é vida, é alegria; vou guardá-la com carinho. Sua Lei, seu Mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos juntos, construindo a unidade!
(2º; 4º e 5º Domingo)
 
 Dízimo: gesto de quem aprendeu a partilhar.
 

 Vamos Juntos Celebrar "Casa comum, nossa responsabilidade"!

 

 VAMOS JUNTOS CELEBRAR


2º ao 5º Domingo do Tempo Comum


Ritos Iniciais 
O SENHOR NOS ACOLHE


REFRÃO MEDITATIVO


Espírito de Deus toma conta de mim, toma conta de mim! Espírito de Deus, Espírito de Deus, toma conta de nós!(2º e 3º Domingo)


Onde reina o amor, fraterno amor. Onde reina o amor, Deus aí está... (4º Domingo)


Senhor, chamaste-me, aqui estou! Chamaste-me, aqui estou! Ô, ô, ô! Ô, ô, ô! Chamaste-me, aqui estou! (5º Domingo)

CANTO DE ENTRADA


Nossos corações em festa se revestem de louvor, pois aqui se manifesta a vontade do Senhor. Que nos quer um povo unido a serviço da missão, animado e destemido, por amor e vocação!

Cristo, Mestre e Senhor, pois eterno é seu amor. Nesta fonte de água viva, somos hoje seus convivas.

Nós queremos operários, mensageiros do Senhor, que nos façam solidários a serviço do amor. Construtores da justiça, empenhados na missão contra toda injustiça, por amor e vocação!

Nossa Igreja necessita de mais fibra e mais vigor, e de gente que acredita no chamado do Senhor. Que dê pão a quem tem fome e justiça a quem tem pão e bendiga o seu nome, por amor e vocação! (2º Domingo)

O Espírito do Senhor repousa sobre mim. O Espírito do Senhor me escolheu, me enviou.


Para dilatar o seu Reino entre as nações, para anunciar a Boa-Nova a seus pobres, para proclamar a alegria e a paz: exulto de alegria em Deus meu Salvador.


Para dilatar o seu Reino entre as nações, consolar os corações esmagados pela dor, para proclamar sua graça e salvação e acolher quem sofre e chora sem apoio, sem consolo.


Para dilatar o seu Reino entre as nações, para anunciar libertação e salvação, para anunciar seu amor e seu perdão e para celebrar sua glória entre os povos. 
(3º e 4º Domingo)

Outra vez me vejo só, com meu Deus. Não consigo mais fugir, fugir de mim. Junto às águas deste mar vou lutar. Hoje quero me encontrar, buscar o meu lugar.


Vou navegar (nas águas deste mar) Navegar (eu quero me encontrar). Navegar (não posso mais fugir). Vou procurar (nas águas mais profundas) No mar (feliz eu vou seguir). Só amar, buscar o meu lugar. Sem dúvidas, sem medo de sonhar!


Ó Jesus, com fé eu te seguirei. Só contigo sou feliz, tu és em mim! Teu espírito de amor criador me sustenta no meu sim, me lança neste mar!


Vivo a certeza desta missão. Já não posso desistir, voltar atrás. Mãe Maria, vem tomar minha mão e me ajuda a ser fiel. Só cristo é luz e paz! (5º Domingo)

ATO PENITENCIAL


Senhor, vós sois o caminho! Guiai-nos ao Pai com carinho!
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! 

Ó Cristo, sois a verdade, enchei-nos de caridade!
De nós tende piedade, ó Cristo, tende piedade!

Senhor, vós sois nossa vida, buscais a ovelha perdida! 
De nós tende piedade, Senhor, tende piedade! (2º e 4º Domingo)

Senhor, se tua voz não ouvi, e por caminhos do mal me perdi.
Piedade, Senhor! Piedade, Senhor!


Senhor, se não te amei no irmão, fechando a ele o meu coração.


Senhor, se não cumpri meu dever, e se o bem eu deixei de fazer. (3º e5º Domingo)

HINO DO GLÓRIA


Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados, aos homens por Ele amados.


Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso, nós vos louvamos, nós vos bendizemos.
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos, nós vos damos graças por vossa imensa glória.


Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.
Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo acolhei a nossa súplica!


Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Tende piedade de nós! Tende piedade de nós!


Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, só vós o Altíssimo Jesus Cristo.


Com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Na glória de Deus Pai. Amém!
(2º e 4º Domingo)

Glória, glória, glória, aleluia! (bis) Glória, glória, glória a Deus nos altos céus, paz na terra a todos nós!


Deus e Pai nós vos louvamos, glória a Deus! Adoramos, bendizemos, glória a Deus! Damos glória ao vosso nome, glória a Deus! Vossos dons agradecemos!


Senhor nosso, Jesus Cristo, glória a Deus!  Unigênito do Pai, glória a Deus!  Vós de Deus, Cordeiro Santo, glória a Deus!  Nossas culpas perdoai!


Vós que estais junto do Pai, glória a Deus! Como nosso intercessor, glória a Deus! Atendei nossos pedidos, glória a Deus!  Atendei nosso clamor!


Vós somente sois o Santo, glória a Deus!   O Altíssimo Senhor, glória a Deus!   Com o Espírito Divino, glória a Deus!   De Deus Pai no resplendor! (3º e 5º Domingo)

Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA


Salmo 95
Cantai ao Senhor Deus um canto novo, manifestai os seus prodígios entre os povos!
(2º Domingo)

Salmo 18
Vossas palavras, Senhor, são espírito e vida! (3º Domingo)

Salmo 70
Minha boca anunciará todos os dias, vossas graças incontáveis, ó Senhor. (4º Domingo)


Salmo 137
Vou cantar-vos, ante os anjos, ó Senhor, e ante o vosso templo vou prostrar-me.
(5º Domingo)

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO


Aleluia! Aleluia! Aleluia! Com alegria, aclamemos a Palavra do Senhor!

O Senhor Deus nos chamou, por meio do Evangelho, a fim de alcançarmos a glória de Cristo. (2º Domingo)

Foi o Senhor quem me mandou, Boas notícias anunciar; ao pobre, a quem está no cativeiro, libertação eu vou proclamar! (3º e 4º Domingo)

“Vinde após mim!” o Senhor lhes falou, “e vos farei pescadores de homens”.
(5º Domingo)

PROFISSÃO DE FÉ


Creio em um só Deus, Pai todo poderoso, criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas.


E, por nós, homens, e para a nossa salvação, desceu dos céus: e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim.


Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

ORAÇÃO DOS FIÉIS


Senhor, convertei nosso coração! (2º Domingo)


Senhor, fortalecei-nos com vosso Espírito! (3º Domingo)


Senhor, aumentai a nossa fé! (4º Domingo)


Senhor, sustentai-nos com a vossa graça! (5º Domingo)

ORAÇÃO DO DIZIMISTA


Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.

Liturgia Eucarística
O SENHOR NO ALIMENTA


CANTO DO OFERTÓRIO


Ó Mãe, por intermédio do teu nome, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem pão e passa fome, espera a nossa oferta acontecer.
Maria, Mãe e Serva do Senhor, se pedes, teu Jesus atenderá. Repete o teu apelo maternal assim como nas Bodas de Caná! 


Ó Mãe, por teu materno sentimento, queremos nossos dons oferecer. O povo não tem vinho, está sedento, espera a nossa oferta acontecer.


Pedido de um materno coração, o filho certamente escutará. Jesus, por tua santa intercessão, em vida nossos dons transformará. (2º Domingo)


O trigo depois de crescido logo é colhido e vai tornar-se pão. Nas mãos da mãe mulher se imola, se entrega humilde pra fermentação. Lição de amor ensina o trigo com seu gesto de doação. Também quero ser desprendido pra tornar-me pão nas mãos do meu Senhor. Sagrado trigo imolado, depois farinhado e finalmente pão. Sagrado trigo ofertado, que será tornado corpo do Senhor. (bis)

A uva sem fazer gemido se entrega ao milagre da transformação. Sob os pés do lavrador sofrido vai tornar-se vinho de nobre sabor. Lição de amor ensina a uva com seu gesto de oblação. Também quero ser desprendido pra tornar-me vinho nas mãos do Senhor. Sagrado fruto da videira que foi flor primeiro e se modificou. Sagrado vinho ofertado que será tornado sangue do Senhor. (bis) (3º e 4º Domingo)

O anseio de lançar as redes queremos oferecer! O medo das águas profundas queremos oferecer! O esforço de nossas labutas queremos oferecer! Os passos de nossa luta queremos oferecer!


No pão e o vinho, no pão e o vinho, nossas vidas oferecer. Nas águas bem mais profundas, transforma nosso viver.


A barca que ficou na praia, queremos oferecer! As redes jogadas no chão queremos oferecer! O nosso vacilante sim, queremos oferecer! Mesmo que pareça em vão, queremos oferecer!
(5º Domingo)


SANTO


Santo, Santo é meu Senhor. Santo, Santo é o nosso Deus. Céus e terra proclamam sua glória. Bendito é o que vem em nome desse Deus. Hosana em toda terra, hosana em toda terra, hosana em toda terra, hosana lá no céu. (bis) (2º e 4º Domingo)


Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. Os céus e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)


Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor. Hosana... (3º e 5º Domingo)

CANTO DA COMUNHÃO


Quando teu Pai revelou o segredo à Maria que, pela força do Espírito, conceberia. A ti Jesus, ela não hesitou logo em responder: Faça-se em mim, pobre serva o que Deus aprouver. Hoje imitando a Maria que é imagem da Igreja, nossa família outra vez te recebe e deseja, cheia de fé, de esperança e de amor dizer sim a Deus. Eis aqui os teus servos Senhor!


Que a graça de Deus, cresça em nós sem cessar! E de ti nosso Pai, venha o Espírito Santo de amor, pra gerar e formar Cristo em nós.


Por um decreto do Pai ela foi escolhida para gerar-te, ó Senhor que és origem da vida; cheia do Espírito Santo no corpo e no coração foi quem melhor cooperou com a tua missão. Na comunhão recebemos o Espírito Santo e vem contigo Jesus o teu Pai Sacrossanto; vamos agora ajudar-te no plano da salvação: Eis aqui os teus servos Senhor.


No coração de Maria, no olhar doce e terno, sempre tiveste na vida um apoio materno. Desde Belém, Nazaré, só viveu para te servir; quando morrias na cruz tua mãe estava ali. Mãe amorosa da Igreja quer ser nosso auxílio reproduzir no cristão as feições de teu Filho. Como ela fez em Caná, nos convida a te obedecer: Eis aqui os teus servos, Senhor! (2º Domingo)

Eis Jesus, o pão da vida, imolado neste altar, nosso pão de cada dia, para o nosso caminhar!


Tomai, comei, meu corpo e sangue que vos dou: Eu sou o pão da vida, Deus fiel, Deus Amor! (bis)


Nesta santa Eucaristia, Deus nos mostra o seu caminho; quer a nossa comunhão neste pão e neste vinho.


Vem, Jesus, ser alimento, pra vivermos teu amor! Nossa força e sustento, és somente tu, Senhor!


Precisamos de tua força, vem, Jesus, nos redimir. Vem, inspira os que têm tanto: que eles saibam repartir!


Obrigado, meu Senhor, pela santa comunhão! Nesta mesa da partilha quero amar o meu irmão! (3º e 4º Domingo)

Na mesa da Eucaristia, o amor se faz doação a um povo que vive e partilha trabalha e constrói mundo irmão.

Comigo irá cear, o Pão da Vida ter: quem até o fim fiel permanecer! (bis)

Na mesa da Eucaristia, lugar do encontro de iguais, há um povo que quer a justiça que sonha com um mundo de paz.

Na mesa da Eucaristia, divina lição de amar, há um povo que sofre e caminha pra vida com alegria gerar.

Na mesa da Eucaristia, a festa fazemos por crer que o povo alegre anuncia que a vida vai a morte vencer.

Na mesa da Eucaristia não deve haver divisão: um povo que exclui outro povo, irmão que abandona outro irmão.


Na mesa da Eucaristia miséria não pode existir, pois povo que aqui se alimenta, quer pão e amor dividir. (5º Domingo)


Ritos Finais
O Senhor nos envia em missão

Feliz de quem caminha tendo Deus no coração: quem faz da sua vida uma eterna procissão: (bis)

Escolhi o Cristo como companhia. Escolhi o Reino como vocação. Escolhi o mundo como moradia. Escolhi o pobre como meu irmão.


Quero descobrir minha vocação, leiga, religiosa, ou sacerdotal. Quero ver meu povo todo em missão, numa Igreja toda ministerial. (2º e 4º Domingo)

Quando o Espírito de Deus soprou, o mundo inteiro se iluminou. A esperança na terra brotou, e um povo novo deu-se as mãos e caminhou.


Lutar e crer, vencer a dor, louvar o Criador. Justiça e paz hão de reinar, e viva o amor.


Quando Jesus a terra visitou, a boa nova da justiça anunciou. O cego viu, o surdo escutou e os oprimidos das correntes libertou. (3º e 5º Domingo).

 

 Vamos Juntos Celebrar "2º ao 5º Domingo do Tempo Comum"

 2016

 2015

 
VAMOS JUNTOS CELEBRAR
 
O Natal do Senhor
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
Refrão Meditativo 
 
É festa de grande alegria nasceu o Menino Jesus. Ternura no céu que na terra brotou, trouxe paz, trouxe amor, trouxe luz. Venham todos cantar, é Natal do Menino Jesus. (Natal, Sagrada Família)
 
Maria tão meiga, tão pura, seu rosto resplende a paz. No berço repousa suave Jesus, Ele é Deus, muito amor Ele traz. Venham todos cantar, é Natal do Menino Jesus. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Jesus, tu és a luz dos olhos meus! Jesus, brilhe esta luz nos passos meus, seguindo os teus!
(Epifania e Batismo do Senhor)
 
CANTO DE ENTRADA
 
Nasce Jesus em Belém, noite de paz e de luz. Glória, alegria e amor, nasce em Belém Jesus.
 
Natal, natal, natal, nasceu o nosso Deus. Natal, natal, natal, entoam os anjos no céu.
 
Uma luz em nossas trevas, de repente trouxe o dia. É o Filho do Pai eterno, Filho também de Maria.
 
Cantai, cantai ao Senhor, um canto novo em louvor por tão grande maravilha, canto de glória e amor.
 
Glória no mais alto céu, glória a Jesus Salvador. Cantem todos com amor, a nova luz que brilhou.
(Natal, Sagrada Família)
 
Mãe de Deus, nossa querida Mãe, você nos trouxe a Paz, você nos traz o Amor.
Mãe de Deus ensina a sermos irmãos e amar do jeito que Jesus amou.
 
Mãe, a sua vida foi resposta ao Criador e foi escolhida pra gerar o Amor. Deus mandou ao mundo seu Filho, o Senhor. Ele é o nosso Salvador.
 
Mãe do Deus-menino ensinou ao Filho os primeiros passos. Fez Jesus andar. Olha os nossos filhos ensine a mostrar os caminhos do Senhor.
 
Nós cantaremos juntos pedindo paz na terra e rezaremos muito pedindo conversão. Protege os seus filhos que ouvem com atenção, ó Rainha da Paz. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Bem alegres cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor o nosso Deus!
 
Alegrai-vos, ó nações em toda terra com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação em seu amor! (Epifania e Batismo do Senhor)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador!
Kyrie eléison... (Natal, Santa Mãe de Deus, Maria; Batismo do Senhor)

Senhor que sois o Caminho, que nos leva ao Pai.
 
Senhor, tende piedade, Senhor tende piedade, piedade de nós. (bis)
 
Ó Cristo que sois a Verdade, que ilumina os povos.
 
Senhor, que sois dom da Vida, que renova o mundo. (Sagrada Família, Epifania do Senhor)
 
HINO DO GLÓRIA
 
Glória a Deus nas alturas: Glória, glória, aleluia!
Glória a Deus paz na terra: Gloria, glória, aleluia!
 
Glória, gloria no céu! Paz na terra entre os homens! (bis)
 
Glória a Deus! Glória ao Pai. Glória a Deus Criador, que no Filho tornou-se o Senhor Deus da vida!
 
Glória a Deus, Glória ao Filho! Glória a Deus nosso irmão! Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
 
Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica! Glória a Deus que nos une a caminho do Pai!
 
Glória a Deus Uno e Santo, Pai Espírito e Filho! Glória a Deus Uno e Trino! Glória ao Deus comunhão!
(Natal, Santa Mãe de Deus, Maria e Epifania do Senhor)
 
Glória, glória nas alturas, paz e amor na terra aos homens, dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
 
Nós vos louvamos, ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
Nós vos louvamos, Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
Espírito Santo, consolador, vós que sois vida e sois Senhor.
(Sagrada Família e Batismo do Senhor)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 95 
Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor. (Natal – Missa da Noite)
 
Salmo 96
Brilha hoje uma luz sobre nós, pois nasceu para nós o Senhor. (Natal – Missa da Aurora)
 
Salmo 97
Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. (Natal – Missa do Dia)
 
Salmo 127
Felizes os que temem o Senhor e trilham seus caminhos! (Sagrada Família)
 
Salmo 66
Que Deus nos dê a sua graça e a sua bênção. (Santa Mãe de Deus, Maria)

Salmo 71
As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor! (Epifania do Senhor)
 
Salmo 28
Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo! (Batismo do Senhor)
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
 
Aleluia! Aleluia! Já nasceu o Salvador! Aleluia! Aleluia! Deus nos visitou! (bis)
 
Eu vos trago a boa nova e uma grande alegria: é que hoje vos nasceu o Salvador, Cristo, o Senhor.
(Natal – Missa da Noite)
 
Glória a Deus nos altos céus, e paz na terra entre os homens, que ele ama. Aleluia. (Natal – Missa da Aurora)
 
Despontou o santo dia para nós: Ó nações, vinde adorar o Senhor Deus, porque hoje grande luz brilhou na terra! (Natal – Missa do Dia)
 
Que a paz de Cristo reine em vossos corações e ricamente habite em vós sua palavra! (Sagrada Família) 
 
De muitos modos, Deus outrora nos falou pelos profetas; nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Vimos sua estrela no Oriente e viemos adorar o Senhor. (Epifania do Senhor)
 
Abriram-se os céus e fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado; escutai-o, todos vós!
(Batismo do Senhor)
 
PROFISSÃO DE FÉ (Inserir o Credo Niceno)

ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Salvai-nos, Senhor, pela vossa misericórdia. (Natal do Senhor)
 
Protegei, Senhor, todas as famílias. (Sagrada Família)
 
Concedei-nos, Senhor, a unidade e a paz. (Santa Mãe de Deus, Maria)
 
Dai-nos, Senhor, a vossa Salvação. (Epifania do Senhor)
Confirmai-nos, Senhor, no vosso Espírito. (Batismo do Senhor)
 
ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Quando nasceste trouxeram ouro, perfume, sedas, pra te servir. E os pobrezinhos, vestindo couro, vieram só ver-te, ver-te e sorrir. (bis)
 
Hoje trazemos o pão e o vinho, pomos a mesa do santo altar: se a gruta ensina qual é o caminho, o altar revela que a lei é amar. (bis)
 
O mundo salvas tão docemente; numa família, de São José. Possa essa mesa fazer da gente irmãos unidos no amor e fé. (bis) 
(Natal, Sagrada Família e Epifania do Senhor)
 
As nossas mãos se abrem, mesmo na luta e na dor. E trazem pão e vinho para esperar o Senhor.
Deus ama os pobres, e se fez pobre também. Desceu à terra e fez pousada em Belém.
 
As nossas mãos se elevam para, num gesto de amor, retribuir a vida que vem das mãos do Senhor.
 
As nossas mãos se encontram na mais fraterna união. Façamos deste mundo, a grande Casa do Pão!
 
As nossas mãos sofridas, nem sempre têm o que dar. Mas vale a própria vida de quem prossegue a lutar.
(Santa Mãe de Deus, Maria e Batismo do Senhor)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O céu e a terra proclamam, a vossa glória. Hosana nas alturas! Hosana! (bis) Bendito aquele que vem em nome do Senhor (bis) Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
(Natal; Santa Mãe de Deus, Maria; Epifania do Senhor)
 
Santo, Santo é o Senhor, terra e céus cantam em seu louvor. Santo, proclamam suas criaturas. Hosana, hosana, hosana nas alturas. Hosana, cantemos, hosana louvemos com filial ternura. Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz em plenitude do amor. Hosana! (Sagrada Família e Batismo do Senhor)
 
ABRAÇO DA PAZ
 
Deus nos abençoe, Deus nos dê a paz. /A paz que só o amor é que nos traz./ (bis)
 
A paz na nossa vida, no nosso coração e a benção para toda criação. 
 
A paz na nossa casa nas ruas, no país e a benção da justiça que Deus quis.
 
A paz pra quem viaja, a paz pra quem ficou e a benção do conforto a quem chorou. 
 
A paz entre as Igrejas e nas Religiões e a benção da irmandade entre as nações.
 
CANTO DA COMUNHÃO
 
Nós somos pastores e vamos adorar, o Deus feito homem, que é pão no altar.
 
Jesus vem nascer em cada cristão, Jesus vem trazer a paz e a união.
 
Estamos sedentos de fraternidade, ouvidos atentos à voz da verdade.
 
No humilde presépio, o céu encontramos: Jesus e Maria a quem nós amamos.
 
Alguém tão zeloso, um homem de fé, nós só encontramos no amigo José.
 
A Igreja com cantos celebra, unida, momentos felizes, a festa da vida.
 
E nós comungando queremos dizer que em nossa pessoa Jesus vai nascer.
 
Firmamos pra sempre real compromisso, é aos pobres, aos fracos o nosso serviço.
(Natal e Epifania do Senhor)

Deus nos espera em Belém, sabe da fome que temos! Vamos à casa do pão: lá nosso irmão nós veremos!
 
Toda a bondade de Deus, desde o começo vigora. Felizes todos os povos: hoje conosco ele mora!
 
Foram Maria e José os escolhidos da vida que viram a felicidade em se entregar sem medida.
 
Anjos cantaram por lá cantos de plena alegria e quem se fez vigilante viu que o Menino sorria.
 
Longe uma estrela brilhou e nos chamou para perto e quem buscou a verdade viu que há bem mais que o deserto.
 
Justo e piedoso ancião teve o Consolo em seus braços e quem a luz procurava pôde seguir os seus passos. 
 
Eis nossa paz, nosso Bem! Que a humanidade se esmere em Teu olhar, gesto e passo, postos no amor que a prefere! (Sagrada Família)
 
Nós buscamos a vida em ti, Senhor, pois sustentas com ela o nosso amor. E pedimos concedas cada dia a paz que tu, somente tu nos podes dar.
 
Onde há ódio, levemos o amor. Onde há ofensa, levemos o perdão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há discórdia, levemos a união; onde há incerteza, levemos nossa fé. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto doamor.
 
Onde há erro, levemos a verdade, onde há tristeza, levemos a alegria. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há angústia, levemos a esperança; onde há trevas, levemos tua luz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há doença, levemos o conforto; onde há fome, levemos nosso pão. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor.
 
Onde há injustiça, levemos compreensão; onde há guerra, levemos tua paz. Para que reine em cada coração, tua paz que é fruto do amor. (Santa Mãe de Deus, Maria; Batismo do Senhor)
 
Deposição da Imagem do Menino Jesus no presépio
(Enquanto todos cantam, segue a procissão até ao presépio de onde o presidente da celebração abençoará)
 
Cristãos, vinde todos com alegres cantos. Oh! Vinde, oh! Vinde até Belém. Vede nascido, vosso Rei eterno.
 
Oh! Vinde adoremos, Oh! Vinde adoremos, Oh! Vinde adoremos o Salvador!
 
Humildes pastores deixam seu rebanho e alegres acorrem ao Rei do céu. Nós, igualmente, cheios de alegria.
O Deus invisível de eternal grandeza, sob véus de humildade, podemos ver. Deus pequenino, Deus envolto em faixas! 
 
Noite feliz! Noite feliz! Ó Senhor, Deus de amor, pobrezinho nasceu em Belém. Eis na lapa Jesus, nosso bem! Dorme em paz, ó Jesus...
 
Noite feliz! Noite feliz! Ó Jesus, Deus da luz, quão afável é teu coração, que quiseste nascer nosso irmão, e a nós todos salvar...
 
Noite feliz! Noite feliz! Eis que no ar vêm cantar aos pastores os anjos dos céus, anunciando a chegada de Deus, de Jesus salvador...
Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
Magnificat, magnificat, é o canto de amor, minha alma engrandece a Deus ,meu salvador.
 
Canta coração, alegre e feliz, com gratidão a Deus bendiz. (bis)
 
Santo é seu nome que está em toda terra, puro é o seu amor, que alegria encerra. (bis)
 
Nossa união é um milagre de amor, vindo de Jesus, o nosso salvador. (bis)
 
Deus é Pai Fiel de ninguém se esquece, obrigado oh Deus, ouve esta prece. (bis)

 Vamos Juntos Celebrar O Natal do Senhor!

 
 
  VAMOS JUNTOS CELEBRAR
O Advento do Senhor!
 
Ritos Iniciais
O SENHOR NOS ACOLHE
 
REFRÃO MEDITATIVO
(Enquanto a assembleia canta, acende-se a vela da Coroa do Advento, em seguida todos rezam a oração. Após a oração canta-se novamente o refrão e dá-se início à procissão de entrada)
 
1º DOMINGO
 
Senhor vem salvar teu povo das trevas, da escuridão. Só Tu és nossa esperança, és nossa libertação. Vem, Senhor, vem nos salvar! Com teu povo vem caminhar (bis).
 
Todos: Senhor nosso Deus, dai-nos esperar solícitos a vinda do Cristo, vosso Filho. Que ele, ao chegar, nos encontre vigilantes na oração e proclamando o seu louvor. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
2º DOMINGO
 
Ouço uma voz vindo da montanha, ouço cada dia melhor. Ouço uma voz vindo da montanha, e eis uma voz a clamar: Preparai o caminho (bis) Preparai o caminho do Senhor! (bis).
 
Todos: Senhor Deus, preparai os nossos corações com a força da vossa graça, para que, ao chegar o Cristo, vosso Filho, nos encontre dignos do banquete da vida eterna e ele mesmo nos sirva o alimento celeste. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
3º DOMINGO
 
Alegrai-vos: Ele está bem perto; sim, alegrai-vos mais no Senhor!
 
Todos: Ó Deus, que manifestastes o vosso Salvador até os confins da terra, dai-nos esperar com alegria a glória do seu natal. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
4º DOMINGO
 
Nossos olhos ganharão nova luz, com a tua presença Jesus. (bis)
 
Todos: Cheguem à vossa presença, ó Deus, as nossas orações suplicantes, e possamos celebrar de coração puro o grande mistério da encarnação do vosso Filho. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
 
 
CANTO DE ENTRADA
 
Vigia esperando a aurora qual noiva esperando o amor. //É assim que o servo espera a vinda do seu Senhor// (bis).
 
Ao longe, um galo vai cantar seu canto, o sol no céu vai estender seu manto. Na madrugada eu estarei desperto, que já vem perto o dia do Senhor.
 
A minha voz vai acordar meu povo, louvando a Deus que faz um mundo novo. Não vou ligar se a madrugada é fria, que um novo dia logo vai chegar.
 
Se é noite escura, acendo a minha tocha, dentro do peito o sol já desabrocha. Filho da luz, não vou dormir, vigio: Ao mundo frio vou levar o amor! (1º Domingo)
 
O Senhor vem ao nosso encontro, o Senhor vem nos libertar! O Senhor vem ao nosso encontro.
 
Todo espaço vazio do coração seja pleno de luz e de alegria. Todo ódio transforme-se em perdão, toda treva se torne luz do dia.
 
Todo pranto em sorriso se transforme, o convívio domine a solidão. Vida nova desperte o amor que dorme, pois Jesus vem trazer a salvação.
 
Cantem todos um hino de louvor, aclamando o menino de Belém. Todo o povo receba o seu Pastor a guiar nos caminhos para o bem. (2º Domingo)
 
Bem alegres cantai salmos ao Senhor o nosso Deus e nossa luz!
Rendei graças! Rendei graças ao Senhor, em nome de Jesus!
 
Rendei graças ao Senhor por seu amor, e por tudo o que ele faz aos filhos seus.
Celebrai com sacrifício de louvor o nosso Deus!
 
Alegrai-vos, ó nações em toda terra com o canto de louvor ao nosso Deus.
Dêem glórias para sempre ao Senhor os corações!
 
O Senhor está à frente do seu povo, sua mão ampara o fraco e o sofredor.
Aos que sofrem ele traz libertação em seu amor! (3º Domingo)
 
Senhora seguiste o caminho que à prima Isabel te levou. Serviço, trabalho e carinho o teu coração ofertou.
 
Visita, Senhora, teu povo, que a ti continua fiel, repete este gesto de novo, que encheu de alegria Isabel.
 
Conduz nossos passos, Maria, aponta o caminho do irmão. Presença, trabalho, alegria são frutos da nossa missão. 
 
Nas horas difíceis da vida conosco presente estarás. Tu és a melhor acolhida, abraço de força e de paz.
 
Contigo, Deus Pai exaltamos e o Filho Jesus Redentor. O Espírito Santo louvamos unidos na ação e no amor.   (4º Domingo)
 
ATO PENITENCIAL
 
Senhor, que sois a bondade, tudo nos destes de graça, derramai sobre este povo, Vosso perdão que não passa.
 
Por vossa misericórdia: tende piedade de nós. Tende piedade de nós. (bis).
 
Cristo que sois a expressão do terno amor de Deus Pai, dai-nos um coração novo, de todo o mal nos livrai.
 
Senhor que sois compaixão, fonte de felicidade, para este povo que luta dentro da comunidade.                           (1º e 3º Domingo)
 
Senhor, que viestes procurar quem estava perdido, tende piedade de nós, Salvador!
Kyrie eléison…
 
Cristo, que viestes dar a vida em resgate de muitos, tende piedade de nós, Redentor!
Christe eléison...
 
Senhor, que congregais na unidade vossos filhos dispersos, tende piedade de nós, Libertador! Kyrie eléison...(2º e 4º Domingo)
 
Liturgia da Palavra
O SENHOR NOS FALA
 
Salmo 24
Senhor meu Deus, a vós elevo a minha alma!
 
Salmo 125
Maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!
 
Cântico Is 12, 6
Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!
 
Salmo 79
Iluminai a vossa face sobre nós, convertei-nos para que sejamos salvos!
 
ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
Aleluia, Aleluia! (bis)
 
Vem mostrar-nos, ó Senhor (bis), tua grande compaixão (bis). Dá-nos tua salvação! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (1º Domingo)
 
Voz que clama no deserto (bis): preparai-lhe um caminho, (bis) uma estrada ao Senhor. (bis) Aleluia, aleluia!(bis) (2º Domingo)
 
O Espírito consagrou-me (bis). E mandou-me anunciar (bis). Boa Nova para os pobres! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (3º Domingo)
 
Eis a serva do Senhor! (bis) Que em mim venha cumprir-se (bis) tudo quanto me disseste! (bis) Aleluia, aleluia! (bis) (4º Domingo)
 
PROFISSÃO DE FÉ
 
Antes e ao final do Credo Apostólico, pode-se cantar o seguinte refrão:
 
Eu creio em Deus que o meu caminho iluminou, que a minha vida transformou. Feliz eu sou. Eu creio em Deus, se posso crer, se posso amar, a minha vida tem valor. Feliz eu sou.
 
ORAÇÃO DOS FIÉIS
 
Senhor, aguardamos vossa vinda gloriosa. (1º Domingo)
 
Senhor, salvai-nos, pela vossa misericórdia. (2º Domingo)
 
Senhor, concedei-nos a alegria de vos encontrar. (3º Domingo)
 
Senhor, visitai nosso coração com a vossa graça. (4º Domingo)
 
PRECE DA EVANGELIZAÇÃO
 
(Esta prece concluirá a Oração dos Fiéis, exceto no domingo do dízimo)
 
Pai Santo, quisestes que a vossa Igreja fosse no mundo fonte de salvação para todas as nações, a fim de que a obra do Cristo que vem continue até o fim dos tempos. Aumentai em nós o ardor da evangelização, derramando o Espírito prometido, e fazei brotar em nossos corações a resposta da fé. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

ORAÇÃO DO DIZIMISTA
 
Pai de Amor, recebei o dízimo que vos entrego de coração, pois desejo partilhar com alegria tudo o que recebo de vós, a começar pela própria vida. O dízimo expressa minha gratidão e o meu desejo de cooperar no anúncio do Evangelho. Amém.
 
Liturgia Eucarística
O SENHOR NOS ALIMENTA
 
CANTO DO OFERTÓRIO
 
Do céu vai descer o cordeiro. É dom, puro dom salvação. No altar do penhor verdadeiro, também vamos ser oblação! 
 
Eis, Senhor a tua vinha, frutos mil te traz Senhor, mas teu povo, que caminha mais que fruto é dom de amor! 
 
Na terra já brota a esperança e a graça de Deus vem dizer. Que o povo da nova Aliança também oferenda vai ser. 
 
Irmãos na fé viva, exultantes, partilham o pão sempre mais. E campos jamais verdejantes, também já se tornam trigais! (1º e 3º Domingo)
 
Bendito sejais, ó Deus, Pai querido, no pão que do trigo a terra nos deu. Por ele nos dais a força, o sustento e o Cristo-alimento, Pão vivo do Céu.
 
Apresentamos nossos dons, ó Deus da vida e caminhamos rumo à Terra prometida (bis).
 
Sejais Deus, bendito na terra, na chuva, no cacho de uva que em vinho mudou. O fruto bonito da luta de irmãos se faz salvação na mesa do amor.
 
Bendito sejais, por nossa mãe terra que bênçãos encerra e a vida nos dá; mas geme entre dores, de parto e agonia, na espera do dia que o bem vencerá. (2º e 4º Domingo)
 
SANTO
 
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam a vossa glória.
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
 
Bendito Aquele que vem em nome do Senhor (bis)
Hosana nas alturas! Hosana! (bis)
 
Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo.
Os céus e a terra estão cheios da vossa glória.
Hosana, hosana, hosana no alto dos céus (bis)
 
Bendito é Aquele que vem em nome do Senhor.
Hosana...
 
CANTO DA COMUNHÃO
É tempo do meu advento, da vinda surpresa no meio de vós, por isso conclamo profetas, que ao longo da terra elevem sua voz. É tempo de um novo Isaías, que, atento aos rumos da vida indique um caminho novo, e a libertação para todo o meu povo! 
 
Isaías, Isaías! Anuncia o Messias, e consola o povo meu. (bis)
 
Que eleve sua voz contra todos aqueles que levam uma vida maldosa, que aja com grande energia, que implante a justiça e aos pobres console. Que anuncie uma nova esperança, e um Deus que é sempre presença. Que a todos os homens conteste, e no meio dos povos se torne um profeta.
 
Eu quero que todos os homens caminhem segundo os critérios de Deus. Eu quero uma tal comunhão, que eu possa chamá-los de filhos meus! Eu quero as crianças sorrindo, sempre ao ver novo mundo surgindo. Eu quero esperança maior para aqueles que lutam por um mundo melhor.
 
Vá enche a terra de esperança ô ô pois junto a ti, junto a ti sempre estou ôô ôô. Leva a tua fé e sê um sinal ôô, pois Emanuel, Emanuel já vai voltar ôô ôô. Crê no meu amor ele é constante ôô, pois junto a ti sempre estou, ôô ôô.
 
É tempo de ter mais justiça, não hipocrisia no meio de nós. De gente que goste de gente, e espere contente o Messias voltar. É tempo de ter solução para um mundo que segue pro mal. Por isso você é escolhido e a esse povo sofrido será meu sinal. (1º e 2º Domingo)
 
Convertei-nos, Senhor Deus do mundo inteiro, sobre nós a vossa face iluminai.
Se voltardes para nós, seremos salvos, vós que sobre os anjos todos assentais.
 
Arrancastes do Egito esta videira, e expulsastes muita gente pra plantá-la.
Diante dela preparastes terra boa, vinde logo Senhor, vinde depressa pra salvá-la.
 
Suas raízes se espalharam pela terra, e seus ramos recobriram o sertão.
Levantai-vos, vinde logo em nosso auxílio, libertai-vos pela vossa compaixão.
 
Seus rebentos atingiram as montanhas, verdes mares, longos rios e palmeiras.
Vinde logo, Senhor Deus do universo, visitai a vossa vinha e protegei-a.
 
Vossa mão foi quem plantou esta videira, vinde cuidar destes rebentos que firmastes.
E aqueles que a cortarem ou queimarem, vão sofrer ante o furor de vossa face.
 
Até quando ficaremos esperando? Escutai a oração do vosso povo.
Vinde livrar-nos e banir da nossa história, tanto pranto amargo e copioso.
 
Estendei a vossa mão ao protegido, que escolhestes para vós, o Filho do Homem.
E jamais vos deixaremos Senhor Santo, dai-nos vida e louvaremos vosso Nome.
(3º Domingo)
 
Povo de Deus foi assim: Deus cumpriu a Palavra que diz: uma Virgem irá conceber, e a visita de Deus me fez mãe. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender a humildade, a confiança total e escutar o teu Filho que diz:
 
Senta comigo à minha mesa, nutre a esperança reúne os irmãos. Planta meu Reino, transforma a terra, mais que coragem, tens minha mão.
 
Povo de Deus foi assim: nem montanha ou distância qualquer me impediu de servir e sorrir. Visitei, com meu Deus, fui irmã. Mãe do Senhor, nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: desapego, bondade, teu “sim,” e acolher o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: meu Menino cresceu e entendeu que a vontade do Pai conta mais, e a visita foi Deus quem nos fez. Mãe do Senhor, nossa Mãe nós queremos contigo aprender: a justiça, a vontade do Pai e entender o teu Filho que diz:
 
Povo de Deus foi assim: da verdade jamais se afastou. Veio a morte e ficou nosso pão. Visitou-nos e espera por nós. Mãe do Senhor nossa Mãe, nós queremos contigo aprender: a verdade, a firmeza, o perdão e seguir o teu Filho que diz: (4º Domingo)

Ritos Finais
O SENHOR NOS ENVIA EM MISSÃO
 
Hoje brota em cada coração, a esperança de um tempo novo onde surgirá uma luz à nação ilumine e proteja nosso povo.
 
É tempo de esperar, pensar e meditar, mudar a nossa vida, buscar a conversão. Que o Cristo esperado, por todos os irmãos, encontre moradia, em cada coração.
 
Todo povo espera com amor, humildade, fé e confiança, que nascerá do Deus da unidade a salvação pra toda humanidade. (1º e 3º Domingo)
Como nasce o sol da aurora, de Maria nascerá, Aquele que a terra seca em jardim converterá. Ó Belém, abre teus braços, ao Pastor que a ti virá. Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!
 
Ouve, ó Pastor do teu povo, vem do alto do céu onde estás! Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!
 
Vem teu rebanho salvar, mostra o amor que lhe tens! Emanuel, Deus Conosco, vem ao nosso mundo, vem!       (2º e 4º Domingo)
 

 Vamos Juntos Celebrar "O Advento do Senhor"