Notícias


31/08/2020

Missa pelo 38º aniversário do Martírio da Serva de Deus Isabel Cristina


 

Missa pelo 38º aniversário de Martírio da Serva de Deus Isabel Cristina Murad Campos, nesta terça-feira, dia 31, no Santuário de Nossa Senhora da Piedade. Transmissão pelo Canal YouTube Paróquia Piedade.

Este momento acontece todos os anos desde 1983, no dia primeiro de setembro, um momento de pedir sua intercessão por todos nós e, também, pela conclusão do seu processo de beatificação, para que, sendo da vontade de Deus, todos possam vê-la, em breve, proclamada Beata da Santa Igreja.

 

A Serva Isabel Cristina nasceu em Barbacena, aos 29 de junho de 1962. No início de 1982, transferiu-se para Juiz de Fora, a fim de iniciar os estudos preparatórios para o vestibular de Medicina. Ela queria ser médica pediatra, com a vocação para atender, especialmente, as crianças carentes.

 

No dia primeiro de setembro de 1982, foi violentamente assassinada, depois de lutar valentemente para defender sua pureza e virgindade. Agredida com uma cadeira na cabeça, amordaçada, atada com uma corda e uma cinta, resistiu enquanto pôde, morrendo virgem, pura e casta. Foi ferida por 15 facadas desferidas por seu agressor. Assim, a Rosa Amorosa de Barbacena tornou-se o Lírio da pureza no Jardim do Céu.

 

Por iniciativa do Servo de Deus Dom Luciano Mendes de Almeida, então arcebispo da Arquidiocese de Mariana, observadas as normas vigentes do Código de Direito Canônico, foi constituído o Tribunal Eclesiástico para o Estudo da Causa da Serva de Deus, instalado em 26 de janeiro de 2001, no Santuário da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena.

 

Após oito anos de estudos e pesquisas, no dia 26 de agosto de 2009, foi procedida a exumação do cadáver e feita a trasladação dos restos mortais da Serva de Deus, do cemitério da Paróquia de Santo Antônio para o Santuário de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena, sua terra natal, onde repousam, sob a veneração dos fiéis.

 

No dia 1º de setembro de 2009, o Arcebispo emérito de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha encerrou o processo a nível Arquidiocesano. Rezemos, fervorosamente, para que em breve, possamos ter a alegria de festejar a Beatificação da Serva de Deus Isabel Cristina, podendo até ser declarada a primeira santa da Arquidiocese de Mariana e de Barbacena.