Notícias


31/12/2018

Aprofundando a Palavra - Mensagem da Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria


 

“O Senhor te abençoe e te guarde!” (Nm 6,24)  

Vivendo as alegrias deste tempo santo do Natal do Senhor, contemplamos, neste dia, Maria como a Santa Mãe de Deus, conforme a definição do Concílio de Éfeso, em 431, a fim de salvaguardar a divindade de Jesus, o Cristo nossa paz!

Pelo sim de Maria, tornando-se Mãe de Deus, fomos todos, no seu Filho, abençoados. Deste modo, a bênção que Deus concede aos filhos de Israel, através de Aarão, realiza-se plenamente em Jesus, pois no seu Filho, Deus Pai voltou para nós o seu rosto e nos deu a paz (cf. Nm 6,26).

Alegremo-nos, pois somos herdeiros desta bênção que agora se estende a todos que acolhem Jesus, o Filho que o Pai nos enviou, nascido de uma mulher, pois Nele recebemos a filiação adotiva. Como filhos de Deus, recebemos o Espírito de seu Filho, que em nossos corações clama Abá – ó Pai! (cf. 2a leitura).

No Evangelho, contemplamos o silêncio orante de Maria diante do mistério que a envolvia e o testemunho dos pastores, que ao contemplarem o rosto de Deus, naquela frágil criança deitada na manjedoura, ficaram maravilhados e voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham visto e ouvido. Ao contemplarmos este mistério de amor, no silêncio orante, voltemos para nossa casa, glorificando a Deus, sobretudo com a nossa vida, com o testemunho da nossa fé, que se fundamenta neste mistério.

Enfim, neste ano que se inicia, a Igreja no Brasil nos convida a viver um ano vocacional. Em sintonia com o Sínodo sobre a juventude, ocorrido em outubro de 2018, este ano vocacional será uma bênção para os jovens no despertar de novas vocações e no discernimento do chamado de Deus. Neste dia santo, peçamos a Deus que abençoe de modo especial os nossos jovens, despertando neles a vontade de seguir Jesus numa especial consagração e que nós saibamos ajudá-los no processo do discernimento vocacional.

Pe. Danival Milagres Coelho