Notícias


29/09/2018

Aprofundando a Palavra


 
Mensagem do 26º Domingo do Tempo Comum

“Quem não é contra nós é a nosso favor” (Mc 9, 40)
 
A liturgia da Palavra dá continuidade aos ensinamentos de Jesus-Messias a respeito do seu caminho, apresentando orientações práticas para os que se colocam no seu seguimento e assumem a sua cruz no amor até o fim.
No caminho de Jesus exigem-se diálogo e abertura para todos os que, em nome dele, fazem o bem, mesmo não pertencendo ao grupo dos seus seguidores. Eis uma orientação prática para o diálogo ecumênico, tão necessário em nossos dias. 
Ora, já no AT, Moises nos ensina a viver a tolerância ao reconhecer que o Senhor concedeu também o seu espírito a Eldad e Medad (cf. Nm 11,28).  É importante e necessário ser tolerante, sobretudo com aqueles que são fiéis ao Evangelho e procuram fazer o bem. Todavia, há muitos que deturpam o Evangelho e a pessoa de Jesus para atrair multidões com um discurso de prosperidade.
Além disso, Jesus lembra aos seus discípulos que se alguém lhes der de beber um copo de água, por serem de Cristo, não ficará sem a sua recompensa. Em seguida, exorta-os a não escandalizar os pequeninos e a cortar o mal pela raiz ao dizer: “se tua mão te leva a pecar, corta-a!” (Mc 9, 43). Com essas instruções Jesus deixa claro que o seu caminho é exigente, pois requer compartilhar o seu jeito de ser e de agir.
Por fim, outra instrução para a nossa vida cristã nos vem do Apóstolo Tiago ao exortar os que vivem no luxo e acumulam riquezas por meios ilícitos, deixando de pagar o justo salário aos trabalhadores, ou até tirando a vida dos justos (cf. 2a leitura).
Portanto, a exortação do apóstolo é muito atual, pois há muitos que se enriquecem com o dinheiro sujo do tráfico de drogas, da exploração dos trabalhadores, da agiotagem, do desvio de dinheiro público, da mentira e da corrupção. Esses tipos de “demônios”, todos os cristãos, católicos ou não, devem se unir para expulsá-los com a força da Palavra da Verdade, como fez Jesus (cf. Mc 1,22-27). 
 
Pe. Danival Milagres Coelho.